//

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

Koen Van Weel / EPA

Study for ‘Worn Out’ de 1882

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for ‘Worn Out’, um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh.

O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a sua arte. Agora, os fãs do artista têm mais uma obra para admirar: o desenho recém-descoberto Study for ‘Worn Out’.

Feito em novembro de 1882 e sem assinatura, o desenho pertencia a uma coleção privada, conhecida apenas por um punhado de pessoas. O proprietário da coleção, que quis manter o anonimato, pediu recentemente ao Museu Van Gogh para determinar se o esboço tinha sido feito pelo famoso pintor holandês.

Segundo o Travel and Leisure, o investigador Teio Meedendorp analisou o estilo e os materiais utilizados – um lápis grosso de carpinteiro e papel de aguarela -, tendo concluído que a obra é muito semelhante aos desenhos de Haia de Van Gogh. Além disso, o desenho é quase idêntico a uma peça que o museu já possui, intitulada Worn Out.

“É bastante claro que eles estão relacionados”, disse Meedendorp.

Os investigadores acreditam que este “novo” esboço nasceu numa altura em que Van Gogh estava a trabalhar para melhorar as suas técnicas de pintura de pessoas e fê-lo através de desenhos repetitivos.

Study for ‘Worn Out’, que retrata um homem idoso sentado numa cadeira com a sua cabeça calva nas mãos, foi exibido no dia 17 de setembro. O desenho será emprestado ao Museu Van Gogh, em Amesterdão, até 2 de janeiro de 2022.

  Liliana Malainho, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.