Um só dente chega para descobrir o sexo de uma pessoa

Uma equipa de investigação descobriu uma forma de estimar o sexo de um esqueleto humano baseado nos vestígios de proteína deixados nos dentes.

Saber identificar o sexo de restos mortais humanos é importante para os arqueólogos que pretendem conhecer mais sobre as sociedades do passado. Investigadores conseguem medir características dos ossos que diferem machos de fêmeas, geralmente a pélvis.

Contudo, os esqueletos de crianças e adolescentes não mostram essas mudanças estruturais e, muitas vezes, são encontrados apenas alguns ossos nos locais onde os restos mortais se encontram.

A análise de ADN é relativamente cara e o ADN é bastante frágil em comparação com outras moléculas, explica Jelmer Eerkens, antropólogo da Universidade de Davis. Os dentes, por outro lado, preservam-se bem e são frequentemente encontrados em sítios arqueológicos. Um dente pode revelar muita coisa sobre a pessoa a quem pertencia, disse o investigador.

“Padrões de desgaste no dente podem informar sobre a dieta. A morfologia do dente pode revelar a ancestralidade – diferentes populações ao redor do mundo têm pequenas variações na forma dos dentes. Placas bacterianas podem informar sobre as bactérias na boca, incluindo bactérias patogénicas“, exemplificou Eerkens. “Podemos datar o dente com radio-carbono para saber quantos anos tem”, acrescentou.

O novo método, publicado a 9 de novembro na revista científica Journal of Archaeological Science, usa espectrometria de massa sensível para medir proteínas dos dentes.

As proteínas amelogeninas desempenham um papel importante na formação do esmalte dentário. Os genes das amelogeninas estão localizados nos cromossomas X e Y, que determinam o sexo biológico em humanos, embora a amelogenina não se relacione diretamente com a determinação biológica.

Análises de ADN para conhecer o sexo do cadáver, muitas vezes, dependem de se conseguir encontrar os genes da amelogenina X ou Y. As fêmeas terão amelogenina-X nos dentes, enquanto os machos terão as versões X e Y da proteína.

Julia Yip, uma das autores do estudo, analisou 40 amostras de esmalte de 25 indivíduos, incluindo dentes adultos e “dentes de leite” de crianças. As idades dos dentes variaram de 100 a 7.300 anos e foram recolhidos na América do Norte e no Peru. Simultaneamente, a investigadora analisou amostras de dentes modernos. No final, Yip encontrou vestígios de amelogenina-X em todas as amostras e amelogenina-Y em cerca de metade deles.

Um resultado positivo para amelogenina-Y significa que o dente deve ter vindo de um macho. Contudo, como a amelogenina-Y geralmente está em níveis mais baixos do que a amelogenina-X, um dente com teste negativo poderá ser um falso negativo. Para superar isto, os investigadores desenvolveram um método estatístico para calcular a probabilidade de tais falsos negativos, dada uma certa quantidade de amelogenina-X.

“Como o ADN, o método é quantitativo e não depende de treino anatómico. É mais barato de ser executado por amostra – que o ADN – e pode ser feito em condições não estéreis”, concluiu Glendon Parker, outro dos autores do trabalho.

De acordo com os resultados, este novo método não seria usado só por si, mas sim como complemento de outras técnicas já existentes.

ZAP // Phys

PARTILHAR

RESPONDER

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …

Kanye West anuncia candidatura à Presidência dos EUA

O músico norte-americano Kanye West anunciou este sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado anteriormente o atual Presidente e candidato à reeleição, Donald Trump. "Agora devemos …

Vídeo revela, pela primeira vez, como é que o cérebro se livra dos neurónios mortos

Uma equipa de cientistas conseguiu usar, pela primeira vez, uma técnica que "mata" uma célula cerebral isolada e permite observar o processo de limpeza do sistema nervoso em tempo real. A equipa de investigadores conseguiu registar …

Reutilizável, dobrável e esterilizável. Novo "escudo" protege profissionais de saúde

Uma equipa de cientistas desenvolveu, recentemente, um dispositivo dobrável em forma de tenda que atua como um escudo físico para os profissionais de saúde na linha da frente contra a covid-19. A tenda redutora de gotículas …

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …

Aproxima-se o lançamento do rover Perseverance

O rover Perseverance da NASA está a menos de um mês da data de lançamento prevista para 20 de julho. A missão de astrobiologia do veículo vai procurar sinais de vida microscópica passada em Marte, explorar …