Descobertos no Brasil os dois répteis estranhos que deram origem a todos os mamíferos

(dr) Jorge Blanco

Impressão artística de Bonacynodon schultzi

Impressão artística de Bonacynodon schultzi

Um novo estudo descobriu dois répteis estranhos, semelhantes a mamíferos, que percorriam o Brasil cerca de 235 milhões de anos atrás, provavelmente a comer insetos capturados com os seus dentes pontiagudos.

Os animais pareciam ratos escamosos e eram cinodontes, um grupo que deu origem a todos os mamíferos vivos.

“Estes novos fósseis ajudam-nos a compreender com mais pormenor a evolução dos animais que deram origem ao grupo dos mamíferos, em que nós, seres humanos (Homo sapiens), estamos incluídos”, afirma o principal autor do estudo, Agustín Martinelli, paleontólogo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, ao Live Science.

Os cinodontes são anteriores aos dinossauros, aparecendo pela primeira vez no registo fóssil cerca de 260 milhões de anos atrás, durante o período Pérmico.

Os seus descendentes incluem os marsupiais, mamíferos placentários e monotremados (que põem ovos em vez de dar à luz filhotes vivos), como o ornitorrinco.

No entanto, os primeiros cinodontes que viveram durante o final do Pérmico e o início do Triássico não eram mamíferos, mas sim répteis com crânios e mandíbulas parecidas com os dos mamíferos.

As duas espécies

Uma das espécies recém-descoberta estava a descansar na coleção do Museu de Ciências da Terra no Rio de Janeiro desde 1946, quando Llewellyn Ivor Price, paleontólogo brasileiro, encontrou dois crânios e duas mandíbulas datados de 237 milhões a 235 milhões de anos atrás, em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul.

Esses espécimes pertencem a um pequeno animal de cerca de 30 centímetros de comprimento, com dentes superiores salientes e excecionalmente grandes, que sugerem que comia insetos.

A anatomia da criatura indica que esta faz parte de uma família extinta de cinodontes carnívoros, chamada Probainognathidae.

A espécie está provavelmente relacionada com a Probainognathus jenseni, mas é diferente o suficiente para justificar o seu próprio género e espécie: Bonacynodon schultzi.

O nome homenageia dois paleontólogos eminentes, José Bonaparte, da Argentina, e Cesar Schultz, do Brasil, que passaram as suas vidas a estudar os fósseis do Triássico da América do Sul.

A outra espécie, também descoberta no estado do Rio Grande do Sul, foi identificada com recurso a um número reduzido de restos – apenas uma mandíbula com dentes.

Os cientistas apelidaram-na de Santacruzgnathus abdalai, em homenagem a Fernando Abdala, um paleontólogo argentino que estuda cinodontes africanos e sul-americanos.

S. abdalai tinha cerca da metade do tamanho de B. schultzi, medindo apenas 15 centímetros de comprimento.

Ambos os cinodontes viveram milhões de anos antes do aparecimento daquele que é o primeiro mamífero conhecido: uma criatura que lembra um musaranho, habitando há 160 milhões de anos o que hoje é a China.

As descobertas foram descritas num estudo agora publicado na PLOS ONE.

HypeScience

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Correção: Sendo que estamos perante um artigo escrito em português de portugal, o período em questão denomina-se por Pérmico e não Permiano.

RESPONDER

Fundação Champalimaud anuncia prémio de um milhão de euros para erradicar o cancro

A Fundação Champalimaud anunciou, esta segunda-feira, um prémio de um milhão de euros a atribuir anualmente, e sem limite temporal, vocacionado para a "erradicação do cancro". O prémio é atribuído em parceria com o casal de …

A maior lixeira da China ficou cheia 25 anos antes do previsto

O maior depósito de lixo da China, Jiangcungou, na cidade de Xi'an, já está cheio, 25 anos antes da altura prevista. O aterro tinha sido preparado para receber 2500 toneladas de resíduos por dia. Porém, de …

Cigarros eletrónicos podem prejudicar o coração mais do que os cigarros comuns

Há muito que está provado que fumar é uma das principais causas de mortes por doenças cardíacas. Agora, há evidências crescentes de que os cigarros eletrónicos podem causar danos ao coração. Em dois estudos que serão …

Sindicato dos Magistrados acusa Conselho Superior de fazer escolhas pessoais

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) acusou, esta segunda-feira, o Conselho Superior do Ministério Público de escolher os procuradores para os departamentos mais importantes da investigação criminal por preferências pessoais. Em comunicado, o Sindicato …

Esta empresa está a produzir "carne" feita de ar

Enquanto várias startups estão a vender "carne" feita de plantas, a Air Protein, uma empresa sediada na Califórnia, nos Estados Unidos, está a criar carne feita de ar. A ideia não é nova, uma vez que …

Autoridade da Concorrência faz buscas em cinco empresas de vigilância privada

A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou, esta segunda-feira, que realizou diligências de busca e apreensão em cinco empresas do setor da vigilância privada, no distrito de Lisboa, "por suspeitas de práticas anticoncorrenciais lesivas do normal …

"Breaking Bad" da vida real. Dois professores de Química acusados de produzir metanfetamina

Dois professores universitários de Química do estado do Arkansas, nos Estados Unidos, foram detidos no domingo por suspeitas de produzirem metanfetaminas. O caso tem atraído atenção mediática por se parecer inspirar no enredo da série …

TAP regista prejuízos de 111 milhões de euros até setembro

A TAP registou, nos primeiros nove meses deste ano, prejuízos acumulados de 111 milhões de euros que atribui a "variações cambiais sem impacto na tesouraria". "A TAP S.A. apurou um prejuízo acumulado, nos primeiros nove meses …

Coreia do Norte não está interessada em mais cimeiras com os EUA

A Coreia do Norte advertiu, esta segunda-feira, que "não está interessada" em mais cimeiras com os Estados Unidos, se Washington persistir na recusa em fazer concessões. A Coreia do Norte deu a Washington até ao final …

Refugiado detido que escreveu um livro pelo Whatsapp conquista a liberdade

O jornalista e escritor curdo-iraniano Behrouz Boochani, que estava detido há seis anos num centro de imigrantes na Austrália, conquistou a liberdade. Boochani escreveu, através de mensagens da rede social Whatsapp, o livro “No Friend But …