Descoberto fóssil de estranho animal que arrastava as crias com cordões

Briggs et al / PNAS

O estranho animal marinho que transportava os filhotes em cordões

Cientistas descobriram o fóssil de uma criatura marinha com 430 milhões de anos de idade que aparentemente arrastava os seus descendentes por uma espécie de cordões, como se fossem papagaios de papel.

Devido a este hábito inusitado, nunca antes visto no reino animal, a criatura já foi apelidada de “caçador de papagaios”.

O animal, com apenas um centímetro de comprimento, amarrava aparentemente dez cápsulas à sua volta e, nessas cápsulas, guardava as suas crias, em diferentes fases de desenvolvimento.

Segundo o estudo, publicado na revista científica PNAS, o animal tinha muitas pernas, um olho, e não parece ter relação com qualquer espécie viva conhecida.

“É o que chamamos de uma criatura de linhagem única”, explicou à BBC o investigador David Legg, paleontólogo do Museu de História Natural da Universidade de Oxford.

“Ela pertence a um grupo que deve ter evoluído e ter-se diversificado antes de chegar aos grupos que conhecemos hoje”, acrescenta Legg.

Segundo o investigador, muito embora a criatura tivesse o corpo claramente segmentado e o exoesqueleto de um artrópode, foi difícil determinar exactamente a posição desta pequena fera na escala evolucionária.

“Normalmente, observamos um animal em particular e dizemos que ele pertence a este ou aquele grupo”, diz Legg, “mas com este, não fazíamos qualquer ideia”.

Briggs et al / PNAS

O fóssil foi digitalizado para criar um modelo 3D da estranha criatura

O fóssil foi digitalizado para criar um modelo 3D da estranha criatura

O fóssil foi encontrado em Herefordshire, em Inglaterra, antes de ser levado para Oxford para ser estudado.

Legg e os colegas começaram por categorizar a sua anatomia, recorrendo a uma base de dados e a métodos estatísticos, que permitem avaliar se alguma parte da criatura terá evoluído de alguma forma em particular.

O processo sugeriu que a criatura era de uma classe de artrópodes do subfilo dos insectos, crustáceos e centípodes. No entanto, não é um ancestral directo desses animais.

“Os crustáceos modernos também usam estratégias para proteger os seus ovos e embriões, diz Derek Briggs, investigador da universidade de Yale, nos EUA, e co-autor do estudo.

“Mas não sabemos nada sobre como é que esta criatura arrasta as crias pelos cordões do seu corpo”, lamenta o investigador.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Marinha dos EUA está a desenvolver drones para matar ovos em ninhos de pássaros selvagens

A Marinha norte-americana e a empresa Hitron Technologies uniram esforços para desenvolver um drone autónomo projetado especificamente para procurar e destruir o maior inimigo da Marinha: os pássaros. Os drones, que estão já a ser testados …

Cientistas criam hologramas que se movem pelo ar

Uma equipa de cientistas da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, conseguiu desenvolver um holograma que projeta imagens em movimento. Se é fã de Star Treck, ficará impressionado com a mais recente inovação. Um grupo de …

Gangue detido por falsificar a especiaria mais cara do mundo

As autoridades espanholas detiveram um gangue que fazia milhões de euros por ano a falsificar a especiaria mais cara do mundo: o açafrão. Os 17 membros da quadrilha foram detidos na região de Castela-Mancha. Os criminosos …

Santuário medieval recebe escultura em pedra que usa máscara contra a covid-19

Uma catedral histórica do Reino Unido renovou um santuário do século XIV, acrescentando um detalhe que coloca em evidência o momento pandémico que o mundo vive. Agora, a nova escultura está a usar uma máscara …

Aos 10 anos, Adewumi chegou à elite mundial do xadrez (e fugiu ao Boko Haram)

Tanitoluwa Adewumi foi perseguido pelo Boko Haram, fugiu da Nigéria e foi sem-abrigo nos Estados Unidos. Agora, com apenas 10 anos, chegou à elite mundial do xadrez. Grande Mestre é um dos títulos vitalícios concedidos pela …

Hegemonia económica da China cada vez mais longe. Queda demográfica coloca Pequim sob pressão

O objetivo do país é tornar-se na maior potência económica do mundo nos próximos anos, mas a corrida pela hegemonia - disputada com os EUA - pode não ser uma meta fácil de alcançar. O …

Miss Universo 2021. Concorrente da Singapura usa roupa com o slogan "Stop Asian Hate"

Bernadette Belle Ong, uma concorrente do Miss Universo 2021, vestiu uma roupa com as cores de Singapura que continha as palavras Stop Asian Hate ("parem com o ódio contra os asiáticos"). Bernadette Belle Ong aproveitou o …

A Índia está a tornar quase impossível a vacinação dos sem-abrigo

A Índia está a dificultar o processo de vacinação dos sem-abrigo, uma vez que o programa requer um número de telemóvel e uma morada residencial. Muitas pessoas não têm nem um, nem outro.  Na Índia, quase …

Violência contra as mulheres é "uma pandemia", alerta ONU

Uma década após a criação da Convenção de Istambul, o marco dos tratados de direitos humanos para acabar com a violência de género, as mulheres enfrentam um ataque global aos seus direitos e segurança, alertaram …

Já se sabe qual a ocasião mais perdida do ano devido à pandemia (e há uma campanha para compensar)

Tomar um café com um amigo ou um familiar é o momento mais perdido do último ano devido à pandemia de covid-19. Nos últimos 12 meses, e em todas as cidades europeias, estima-se ter havido …