Descobertas células que podem causar forma devastadora de cancro cerebral

Liz Henry / Flickr

-

Cientistas norte-americanos da Universidade do Alabama anunciaram esta quinta-feira ter descoberto como um tipo de células espalhadas no cérebro podem causar uma forma devastadora de cancro cerebral, o que, potencialmente, abre espaço para encontrar a cura desta doença.

Num artigo publicado na revista Nature Commnunication, a equipa de investigadores da Universidade do Alabama em Birmingham mostra como os gliomas, um tumor das células gliais, aquelas que protegem, nutrem e dão suporte aos neurónios, conseguem interromper as conexões neuronais normais e apoderar-se do controlo dos vasos sanguíneos.

Uma marca característica dos gliomas é que as células podem migrar de um tumor central e invadir o tecido saudável do cérebro, e mesmo se uma massa de tumor for removida cirurgicamente, as células malignas que migraram são deixadas para trás podendo causar o surgimento de um novo tumor.

Citado pela Nature, o neurocientista Harald Sontheimer explicou que à medida que avançam, os gliomas deslocam os astrócitos, que são células neurológicas em forma de estrela que se encontram no cérebro e que desempenham um papel crítico na regulação do fluxo sanguíneo no cérebro.

De acordo com Harald Sontheimer, a chegada de uma célula de glioma muda tudo isso, pois “as células de glioma que viajam ao longo dos vasos sanguíneos, literalmente, cortam a ligação entre os astrócitos e os vasos e empurra-os para fora do caminho”.

E, prosseguiu Harald Sontheimer, “ao interromper esta ligação neural importante, os efeitos cognitivos adversos podem ser esperados. Além disso, o estudo mostrou que gliomas então assumir o controlo dos vasos sanguíneos para os seus próprios fins. E esses fins são principalmente para obter os nutrientes do sangue, para que possam continuar a crescer e se espalhar”.

A equipe de Sontheimer afirma que as células de glioma tendem a reunir-se nas junções dos vasos sanguíneos, quase como se fossem acampar ao lado de um córrego onde se junta um rio.

“Descobrimos que, quando os gliomas afastam os astrócitos, ocorrem danos à integridade das células endoteliais que formam a barreira hematoencefálica” (uma estrutura membrânica que atua principalmente para proteger o sistema nervoso central), disse o pesquisador e um dos coautores do estudo, Stefanie Robel.

Segundo o investigador, este processo pode tornar “a barreira enfraquecida e aí começa um vazamento através da barreira que pode causar graves danos ao tecido cerebral”.

Aliás, “esse vazamento parece ser uma consequência de as células de glioma migrarem ao longo dos vasos sanguíneos em sua busca de nutrientes”, secundou Stacey Watkins, que também participou na pesquisa da Universidade do Alabama em Birmingham.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Desvendado o mistério das formigas que coleccionam crânios das inimigas

Uma espécie de formigas inofensivas, chamada Formica archboldi, que habita nas florestas da Florida, é afinal um cruel "caçador de cabeças", que mata formigas maiores com "escarros" ácidos e colecciona os seus crânios nos formigueiros. Adrian …

Não há qualquer hipótese de resgatar os corpos dos 44 tripulantes do ARA San Juan

O ministro de Defesa da Argentina, Oscar Aguad, afirmou este domingo que não há tecnologia capaz de resgatar do mundo do mar o submarino ARA San Juan, localizado este sábado a 900 metros de profundidade …

Talvez os neandertais não fossem tão brutos como se pensava

Apesar de vários esqueletos de neandertais terem sido encontrados com ferimentos graves na cabeça e no pescoço, um novo estudo sugerem que não fossem tão violentos como se pensava. Na verdade, os níveis de lesões cranianas …

A galáxia mais brilhante do Universo é "canibal"

A galáxia mais brilhante já descoberta no Sistema Solar, a W2246-0526, localizada na constelação Aquarius, devorou não duas mas três das suas galáxias-satélite, o que pode explicar a sua forte luminosidade. De acordo com um novo …

Picasso roubado há 6 anos na Holanda terá sido encontrado sob uma árvore na Roménia

Procuradores romenos estão a investigar se um quadro que apareceu este sábado na Roménia é o mesmo que há seis anos foi roubado de um museu da Holanda, noticiou a agência de notícias Associated Press. A …

O colossal drone solar da Boeing vai voar em 2019

A Aurora Flight Sciences, subsidiária da Boeing, vai lançar em 2019 o seu drone solar Odysseus, que terá a capacidade voar durante meses de forma autónoma e o objectivo de dar acesso Internet a todo …

Justiça brasileira proíbe TV de divulgar inquérito sobre morte de Marielle Franco

A decisão judicial de proibir a emissão de reportagens sobre a investigação do assassinato da vereadora carioca responde a um pedido da polícia do Rio de Janeiro e do Ministério Público. A emissora afirma que …

Relatório revela 71 locais com elevado risco de inundações em Portugal

Portugal tem 71 zonas com elevado risco de inundação, de acordo com um relatório da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que analisou fenómenos extremos ocorridos, fazendo previsões para o futuro. O relatório "Avaliação Preliminar do Risco …

Cinco pessoas mortas por intoxicação de CO em Vila Real

Cinco pessoas da mesma família morreram este domingo, devido a uma intoxicação, no concelho de Sabrosa, distrito de Vila Real, adiantou à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Vila Real. A …

O discurso de ódio já está em Portugal

O diretor da Amnistia Internacional Portugal, Pedro Neto, alertou, em entrevista à agência Lusa, para a presença do discurso de ódio em Portugal, apontando o combate à discriminação como o maior desafio atual dos direitos …