Descoberta “super Terra” a 40 anos-luz que pode ter sinais de vida

(dr) ESO / spaceengine.org

Imagem artística do exoplaneta LHS 1140b, com a sua estrela mãe, uma anã vermelha, no fundo da imagem

Imagem artística do exoplaneta LHS 1140b, com a sua estrela mãe, uma anã vermelha, no fundo da imagem

Uma equipa internacional, da qual faz parte um investigador do Porto, descobriu um planeta maior e mais denso que a Terra a 40 anos-luz, com características que o tornam um “excelente candidato” para a procura de sinais de vida.

Os investigadores identificam este planeta como uma “super Terra”, um tipo de exoplaneta (que gira em torno de uma estrela que não é o Sol, portanto noutro sistema solar) com uma massa compreendida entre uma a dez vezes a massa da Terra, ao qual deram o nome de LHS 1140b.

A equipa estima que o LHS 1140b, que transita a estrela anã vermelha (estrela com pequena massa e de temperatura “baixa”) LHS 1140, a menos de 40 anos-luz de distância da Terra, terá pelo menos cinco mil milhões de anos, um diâmetro de quase 18 mil quilómetros (cerca de 1,4 vezes maior que a Terra) e 6,6 vezes mais densidade que o nosso planeta.

As observações permitiram ainda determinar que este exoplaneta orbita a sua estrela a uma distância dez vezes mais próxima do que a Terra orbita o Sol, completando uma órbita a cada 25 dias.

“A distância a que o planeta está da sua estrela permite-nos calcular que a sua temperatura pode possibilitar a presença de água líquida à superfície”, disse à Lusa o investigador do polo do Porto do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), instituição envolvida no projeto, Nuno Santos.

De acordo com o instituto, apesar de, atualmente, a estrela rodar mais lentamente e emitir menos radiação de alta energia do que outras estrelas de pequena massa, no início da sua vida seria “bem mais ativa”.

Essa atividade possibilitava uma emissão de radiação capaz de destruir a água existente na atmosfera do planeta, o que originaria um efeito de estufa descontrolado, semelhante ao observado em Vénus.

“No entanto, o diâmetro do planeta indica que um escaldante oceano de magma pode ter existido à superfície durante milhões de anos, libertando vapor de água para a atmosfera durante tempo suficiente para continuar a abastecer a atmosfera”, lê-se em nota informativa divulgada no site do IA.

A água pode então ter passado ao estado líquido depois do planeta arrefecer, tornando-o potencialmente habitável e um “excelente candidato” a futuros estudos para procurar sinais de vida.

O exoplaneta foi detetado pelo observatório Mearth, no Chile, utilizado para rastrear estrelas anãs vermelhas até 100 anos-luz de distância, à procura de planetas semelhantes à Terra.

A descoberta deu-se com recurso ao método de trânsitos, que consiste na medição da diminuição da luz de uma estrela provocada pela passagem de um exoplaneta à sua frente (algo semelhante a um microeclipse), o que permitiu calcular o diâmetro do planeta.

Foi depois confirmada pelo espetrógrafo HARPS, localizado no telescópio ESO, no Chile, que, através de observações com o método das velocidades radiais (deteta exoplanetas medindo pequenas variações na velocidade da estrela) permitiu determinar a sua massa e o período orbital.

Segundo o IA, a equipa vai realizar, brevemente, observações com o Telescópio Espacial Hubble, para determinar com precisão a quantidade de radiação que atinge o LHS 1140b, o que vai permitir definir com maior exatidão os limites de habitabilidade do planeta.

Esta descoberta deu origem ao artigo “A temperate rocky super-Earth transiting a nearby cool star”, publicado esta terça-feira na revista científica Nature.

Para além de Nuno Santos, a equipa é composta por investigadores dos Estados Unidos, França, Suíça, Austrália e Espanha.

// Lusa

RESPONDER

-

Fugitivo de Caxias está escondido em Israel

O luso-israelita, que fugiu da prisão de Caxias com dois chilenos, está escondido em Israel e por lá continua sossegado porque as autoridades do país não estão a colaborar. Esta terça-feira, completam-se cem dias desde …

Anne Hidalgo, Presidente da Câmara de Paris

Festival "afro-feminista" gera polémica em França

Um festival planeado para este verão em Paris e reservado principalmente às mulheres negras desencadeou uma polémica, com a presidente da Câmara da capital francesa a defender a proibição de um evento "interdito aos brancos". Programado …

-

Mulheres são as maiores vítimas de assédio no trabalho, mas homens também sofrem

As mulheres são as principais vítimas tanto de assédio moral (16,7%) como de assédio sexual (14,4%) no local de trabalho, uma perseguição que também atinge os homens, segundo um estudo que será debatido hoje na …

Luaty Beirão, músico luso-angolano

Luaty denuncia Angola ao "abandono" com vídeo de grávida a dar à luz na rua

O músico e activista político angolano Luaty Beirão critica os responsáveis do poder, no seu país, com a divulgação de um vídeo que mostra uma mulher grávida a dar à luz no meio da rua …

-

Estado português é o segundo na Europa que mais tempo demora a pagar

O Estado português leva 95 dias a pagar as suas faturas, ocupando a segunda posição entre 29 países europeus estudados, segundo divulgou esta segunda-feira a consultora Intrum Justitia. O relatório conclui que a Grécia é o …

-

Afinal, tarifa bi-horária de luz pode estar a prejudicar milhares de famílias

Há um universo de 1,34 milhões de consumidores que permanecem no mercado regulado de electricidade e 60% deles têm tarifas bi-horárias e tri-horárias que podem estar a penalizar as suas contas mensais. O alerta surge no …

-

Imobiliária "despachou" em dois dias 7 imóveis e 2 Porsches para fugir a penhora de 1.1 milhões

Uma imobiliária conseguiu vender a terceiros, em apenas dois dias, sete imóveis de que era proprietária na zona de Lisboa, colocando-os a salvo de uma penhora de que foi alvo, cujo valor ascende já …

O antigo presidente do PSD, Luis Marques Mendes

Centeno está "deslumbrado e a oferecer-se" ao Eurogrupo

Mário Centeno está "deslumbrado" e em "campanha de auto-promoção" para se tornar presidente do Eurogrupo. É Luís Marques Mendes quem o refere, criticando o ministro das Finanças por estar a "oferecer-se" para o cargo. Em declarações …

O Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos

Angola confirma que José Eduardo dos Santos está em Espanha por motivos de saúde

O Presidente de Angola está em Espanha por razões médicas, confirmou esta segunda-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros do país. Em declarações à rádio francesa RFI, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Georges Chikoti, confirmou que o Presidente …

A chanceler alemã, Angela Merkel

Merkel sugere que os europeus já não podem contar com EUA e Reino Unido

A chanceler alemã instou, no domingo, os países da União Europeia a manterem-se unidos e a tomarem as rédeas do seu destino, considerando que já lá vai o tempo em que se podia confiar totalmente …