Continental vai acabar com 5500 empregos em todo o mundo até 2028

A alemã Continental vai suprimir 5.500 empregos no mundo até 2028, num contexto de abrandamento conjuntural e de queda da procura por motores a combustão, anunciou esta quarta-feira o fornecedor automóvel germânico.

Com o objetivo de poupar 500 milhões, por ano, desde 2023, a Continental irá abandonar o fabrico de componentes hidráulicos para motores a diesel e a gasolina, pois estão cada vez menos populares à medida que a indústria automóvel se vira para a energia elétrica, refere o grupo empresarial em comunicado.

O ‘patrão’ do grupo alemão, Elmar Degenhart, afirmou que estas medidas vão permitir à Continental, o segundo fornecedor automóvel do mundo e que emprega 240.000 pessoas, “suportar a transição tecnológica necessária e elevar a competitividade e a viabilidade futura [da empresa]”.

O Conselho de Supervisão da Continental aprovou esta quinta-feira cerca de 4.600 cortes nos postos de trabalho em cinco fábricas (três na Alemanha, uma na Virgínia, nos Estados Unidos, e uma outra em Pisa, em Itália). Na Carolina do Norte e na Malásia são cerca de 900 empregos que serão suprimidos e cujo anúncio já tinha sido feito no final de setembro.

Na Alemanha, cerca de 1.800 empregos desaparecerão em Babenhausen até 2025 e a fábrica de Roding, que emprega 520 trabalhadores, fechará totalmente em 2024. A fábrica na Virgínia será igualmente encerrada, o que acontecerá também em Henderson, na Carolina do Norte, o que envolverá um total de 1.400 empregos.

Em Pisa, Itália, e em Limbach-Oberfrohna, na Alemanha, vai parar o fabrico de componentes hidráulicos até 2028, o que levará à supressão de 750 a 850 empregos, respetivamente.

No comunicado esta quinta-feira divulgado, o grupo afirmou, contudo, que “alargou o mercado de trabalho interno” e oferece formação para permitir que os trabalhadores possam responder à “procura interna e externa”.

A Continental quer focar-se mais no seu crescimento e “nas atividades futuras”, como o fabrico de pneus e carros autónomos.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Imprimiram corais artificiais em 3D que podem salvar recifes

Uma equipa de cientistas inspirou-se na natureza para desenvolver estruturas em forma de coral, impressas em 3D, capazes de produzir grandes quantidades de algas microscópicas. Investigadoras da Universidade de Cambridge e da Universidade da Califórnia desenvolveram …

Avalanches submarinas prendem microplásticos no fundo do oceano

As avalanches de sedimentos submarinos transportam os microplásticos para o fundo do oceano e um projeto de colaboração entre as Universidades de Manchester, Utrecht e Durham e o Centro Nacional de Oceanografia acaba de revelar …

Aos 107 anos, Cornelia Ras conseguiu vencer a covid-19

Cornelia Ras, que contraiu o novo coronavírus em meados de março, pode ser a mulher mais velha do mundo a vencer a covid-19. Nunca se é velho demais para vencer o novo coronavírus e a holandesa …

Coreia do Norte pode estar a usar fábricas de fertilizantes para extrair urânio

Um novo estudo norte-americano mostra que a Coreia do Norte pode estar a utilizar fábricas de fertilizantes para produzir mais material nuclear, extraindo urânio de ácidos fosfóricos. Segundo noticiou o Newsweek, na opinião da investigadora Margaret …

Distância social de 1,5 metros é insuficiente para travar contágio

O estudo realizado por investigadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos concluiu que a distância deve ser de, pelo menos, quatro metros. Um estudo divulgado esta quinta-feira alerta que a distância social de 1,5 metros …

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …

Se recebeu uma chamada da Tunísia, não devolva. É fraude

Clientes de várias operadoras nacionais têm recebido, nas últimas semanas, um "anormal" volume de chamadas internacionais. As operadoras suspeitam de fraude. Segundo o Jornal de Notícias, várias pessoas têm recebido chamadas de u número internacional que …