Constipações sazonais podem ajudar a prevenir a covid-19

Uma nova investigação sugere que as constipações sazonais passadas podem fornecer alguma proteção contra a covid-19 e até aumentar a duração da imunidade ao vírus que provoca a doença respiratória.

O novo estudo, cujos resultados foram recentemente publicados na revista mBio, é o primeiro a demonstrar que o vírus que causa a covid-19, o SARS-CoV-2, induz células B de memória no organismo do doente. Estas são células imunes de longa vida que detetam patogénicos, criam anticorpos para destruí-los e têm capacidade de os recordar no futuro.

Da próxima vez que o mesmo patogénico tentar entrar no corpo da pessoa, estas células podem entrar em ação de forma ainda mais rápida, visando eliminar as infeções ainda antes de estas proliferarem, explica o portal Futurity.

Como este tipo de células pode sobreviver por décadas, estas podem proteger os sobreviventes da covid-19 de infeções posteriores por um longo período, mas são ainda necessárias mais investigações para comprová-lo.

Mas os cientistas descobriram mais: o estudo é também o primeiro a demonstrar que a reatividade cruzada das células células B – isto é, as células que antes atacaram outros coronavírus causadores de constipações, pareciam também reconhecer o SARS-CoV-2.

Esta descoberta leva os cientistas a acreditar que qualquer pessoa que tenha sido infetada por um coronavírus comum pode ter algum tipo de imunidade pré-existente contra o vírus que causa a covid-19, que já matou mais de 2.000 pessoas em Portugal.

“Quando analisamos as amostras de sangue de pessoas que estavam a recuperar-se da covid-19, pareciam que muitas delas tinham um pool de células B de memória pré-existente que poderia reconhecer o SARS-CoV-2 e produzir rapidamente anticorpos que poderiam atacá-lo”, disse o autor principal do estudo, Mark Sangster, professor de microbiologia e imunologia na Universidade Médica de Rochester, nos Estados Unidos.

Para chegar a esta conclusão, os cientistas compararam amostras de sangue de 26 pessoas que estavam a recuperar da covid-19 com manifestações da doença leves e moderadas com 21 doadores saudáveis cujas amostras foram recolhidas há seis ou dez anos – muito antes de serem expostas ao SARS-CoV-2.

O que a investigação não mostra é o nível de proteção dado pelas células B de memória, nem como é que estas afetam os resultados dos pacientes. “Esse é o próximo passo”, disse David Topham, professor de microbiologia e imunologia que dirige o laboratório que conduziu os procedimentos experimentais deste estudo.

E acrescenta: “Agora precisamos de ver se este pool de células B de memória pré-existentes se correlaciona com sintomas mais leves e com uma duração mais curta da doença – ou se ajuda a aumentar a eficácia das vacinas contra a covid-19″.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Caro ZAP:
    No 5º parágrafo após o sub-título lê-se “qualquer pessoa que tenha sido causada por um coronavírus comum”. Parece-me pouco compreensível, acho que falta aqui qualquer coisa.
    Se eu estiver enganado desculpem o incómodo.

RESPONDER

Paços de Ferreira 0-5 Benfica | Seferovic “parte tudo” na Capital do Móvel

Na noite deste sábado, o Benfica somou o sétimo triunfo consecutivo no campeonato, ao golear o Paços de Ferreira por 5-0, num embate relativo à 26.ª jornada do campeonato. A equipa de Jorge Jesus, que acabou …

Após terramotos e deslizamentos, a "cidade moribunda" de Itália ainda resiste no topo de uma montanha

Chamar-se a si mesmo de "Cidade Moribunda" pode não parecer a melhor forma de atrair turistas, mas Civita, em Itália, aprendeu a viver com o facto de estar a morrer. Há vários séculos, a cidade …

"Alexa, estou com calor." Já é possível controlar o ar condicionado de um Lamborghini apenas com a voz

A Amazon está a dar um grande passo na indústria automóvel ao integrar a Alexa no Huracán EVO da Lamborghini, não apenas para fazer perguntas, mas dando ao assistente virtual a capacidade de controlar as …

Nova tecnologia pode enviar luz solar para o subsolo

Investigadores da Universidade Tecnológica de Nanyang, na Singapura, inventaram um novo dispositivo que pode ajudar o país a iluminar a sua crescente infraestrutura subterrânea. A Singapura é um dos países que tem apostado cada vez mais …

Livro lança "caça ao tesouro" a urna de ouro oferecida por Inglaterra a França antes da Entente Cordiale

Um novo enigma literário está prestes a chegar às estantes de livros com uma recompensa incomum. Pistas em "The Golden Treasure of the Entente Cordiale" podem levar leitores no Reino Unido e França a um …

Para evitar casos de burnout, LinkedIn deu uma semana de férias aos quase 16 mil funcionários

O LinkedIn decidiu dar uma semana de férias (remunerada), que começou esta segunda-feira, a todos os seus funcionários espalhados pelo mundo. O objetivo? Desconectar, recarregar baterias e prevenir casos de burnout.  "Queríamos ter a certeza de …

Pequenos nadadores-robô curam-se a si próprios (e em movimento)

Uma equipa de investigadores da American Chemical Society desenvolveu pequenos robôs nadadores que conseguem curar-se a si mesmos magneticamente. O tecido vivo pode curar-se autonomamente de muitos ferimentos, mas fornecer habilidades semelhantes a sistemas artificiais, como …

Tondela 0-2 FC Porto | Missão cumprida com serviços mínimos

Missão cumprida. O FC Porto fez poupanças no jogo com o Tondela, mas levou os três pontos para casa, graças a um triunfo por 2-0. Os “dragões” foram claramente superiores no primeiro tempo, marcaram por Toni …

Portugal pode atingir linha vermelha dos 120 novos casos por 100 mil habitantes em dois meses

Portugal pode atingir uma taxa de incidência de de 120 casos por 100 mil habitantes daqui a dois ou mais meses se se mantiver o atual ritmo de crescimento deste indicador. Esta é a conclusão de …

Akon ainda não construiu a "Wakanda da vida real", mas o Uganda já lhe está a dar terrenos para a segunda

O artista de R&B Akon ainda não concretizou a sua visão ambiciosa de uma cidade “futurística” alimentada por uma criptomoeda chamada “Akoin” e construída num terreno que lhe foi dado pelo governo senegalês. Contudo, o …