/

Conceição não menospreza Tondela e oferece recompensa de 1 milhão de euros

3

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, ofereceu uma recompensa a quem encontrasse declarações suas a criticar um colega por jogar com dez jogadores atrás da linha da bola.

Em antevisão ao jogo com o Tondela, às 20h deste sábado, Sérgio Conceição recusou facilitismos e diz que o FC Porto vai defrontar “uma equipa que gosta de jogar”.

“Vamos ter de ser uma equipa forte para ganhar ao Tondela. É uma das equipas que marca menos golos, mas uma das que mais bolas nos ferros acerta. Espero que continuem a ter pouca sorte nesse aspeto. O Tondela é uma equipa que gosta de jogar, uma equipa positiva, e vamos ter de ser uma boa equipa para ganhar amanhã”, disse o treinador portista.

Apesar de alinhar com uma linha de cinco defesas, Conceição acredita que os beirões vão ter dois laterais ofensivos, mas que só o jogo vai comprovar as suas suposições.

Este será o terceiro jogo do FC Porto em oito dias e Sérgio Conceição admite que será necessário “olhar para o desgaste dos jogadores” e fazer uma eventual gestão do plantel. “É uma gestão que não é feita em função do adversário, mas em função do momento dos jogadores, da sua forma e da estratégia que queremos aplicar no encontro”, salientou.

O técnico dos ‘azuis e brancos’ informou que Tecatito Corona está em dúvida para o encontro com o Tondela, tendo até mesmo estado ausente do treino desta sexta-feira.

Na conferência de imprensa, Sérgio Conceição recusou ainda a ideia de alguma vez ter criticado um colega de profissão por utilizar uma estratégia defensiva.

“Parece que o melhor passatempo das pessoas é interpretar mal as minha palavras. Já tive em equipas mais pequenas em que defrontei equipas com orçamentos 30 vezes maiores, fui um treinador que deu importância à missão defensiva. Isso não quer dizer que provocasse anti-jogo”, começou por dizer.

“Nunca critiquei um colega meu por jogar com dez jogadores atrás da linha da bola. Se alguém arranjar uma declaração minha a criticar isso, dou um milhão de euros”, acrescentou o treinador do FC Porto.

Conceição lamentou ainda o facto de não ter visto ninguém a “valorizar de forma convincente” a exibição dos ‘dragões’ frente ao Manchester City.

  ZAP //

3 Comments

  1. “Parece que o melhor passatempo das pessoas é interpretar mal as minha palavras. Já tive em equipas mais pequenas em que defrontei equipas com orçamentos 30 vezes maiores, fui um treinador que deu importância à missão defensiva…”

    Não sei se são declarações ipsis verbis do Sérgio Conceição ou se foi erro de processamento do ZAP mas “já tive” não está correto. “Já estive em equipas mais pequenas…” é que estaria correro. Este é um erro vulgar, mais em conversação, menos em escrita. Fica aqui o reparo.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.