Investigadores chineses destronam a Google e criam computador quântico mais poderoso do mundo

(dr) The University of Science and Technology of China

Esquema de um chip qubit supercondutor bidimensional

Em pouco mais de uma hora, o novo computador quântico completou um cálculo que computadores clássicos demorariam mais de oito anos a realizar.

Nos últimos anos, investigadores de todo o mundo atingiram a tão esperada “vantagem quântica”, o ponto em que a computação quântica pode resolver um problema que levaria um tempo impraticável para a computação clássica. O mais recente capítulo do desenvolvimento de computação acaba de ser escrito por uma equipa chinesa.

Em 2019, uma equipa da Google utilizou qubits supercondutores (que dependem do fluxo de corrente para realizar o cálculo), alcançando este marco pela primeira vez. No ano seguinte, uma equipa de cientistas chineses elevou a fasquia utilizando qubits fotónicos (que se baseiam na luz e têm potencial para um funcionamento mais rápido).



Agora, uma outra equipa chinesa, liderada por Jian-Wei Pan, da Universidade de Ciência e Tecnologia da China, voltou a destronar a Google.

Segundo a Cosmos Magazine, a equipa demonstrou vantagem quântica utilizando qubits supercondutores num processador quântico chamado Zuchongzhi.

Zuchongzhi é um computador 2D programável que pode manipular simultaneamente até 66 qubits. A nova demonstração utilizou 56 para resolver um problema computacional concebido para testar as proezas do computador – nomeadamente, a amostragem da distribuição de saída de circuitos quânticos aleatórios.

A base teórica para este problema é difícil de resumir, uma vez que envolve a teoria da matriz aleatória, a análise matemática, o caos quântico, a complexidade computacional e ainda a teoria da probabilidade.

Mas o mais importante é saber que o tempo necessário para resolver este problema aumenta exponencialmente à medida que mais qubits são adicionados ao sistema.

A equipa estima que a tarefa de amostragem concluída por Zuchongzhi em cerca de 1,2 horas levaria mais de oito anos para os computadores convencionais executarem.

“A plataforma de computação quântica de alta precisão e programável abre uma nova porta para explorar fenómenos novos de muitos corpos e implementar algoritmos quânticos complexos”, escreve a equipa no seu artigo científico, recentemente divulgado no portal ArXiv.

A Cosmos avança que este problema foi cerca de 100 vezes mais desafiante do que o resolvido pelo processador Sycamore da Google: enquanto o Sycamore usou 54 qubits, o Zuchongzhi usou 56, mostrando que ao aumentar o número de qubits, o desempenho do processador melhora exponencialmente.

Ainda assim, importa realçar que estes números ficam muito aquém dos 76 qubits fotónicos utilizados na demonstração de 2020. No entanto, esse processador envolveu uma nova configuração de lasers, espelhos, prismas e detetores de fotões, e não era programável como o Sycamore ou o Zuchongzhi.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Se for como o motor de busca, o da Google é fraquinho… o motor de busca sabe que estou em Portugal, mas dá sempre resultados para o Brasil!!

RESPONDER

Milhares de pessoas nas ruas de Barcelona pela independência da Catalunha

Milhares de pessoas participam hoje na manifestação pela independência da Catalunha, em Barcelona, que marca o regresso das mobilizações de rua interrompidas em 2020 pela pandemia, embora com menor afluência do que nos anos anteriores. A …

"Desistente". Simone Biles defende-se das críticas (e anuncia uma tour)

Simone Biles anunciou esta quinta-feira a tour Gold Over America, que junta várias campeãs olímpicas. Uns dias antes, a atleta defendeu-se das criticas por se ter retirado da competição por equipas dos Jogos Olímpicos Tóquio …

Justiça francesa acusa ex-ministra da Saúde pela gestão da covid-19

A justiça francesa acusou esta sexta-feira a ex-ministra da Saúde Agnès Buzyn de "colocar em risco a vida de outras pessoas" durante sua gestão da pandemia da covid-19, indicou o procurador-geral do Tribunal de Justiça …

A lenda está de volta a Manchester. Ronaldo estreia-se com bis, Bruno marca

Cristiano Ronaldo estreou-se (de novo) este sábado com a camisola do Manchester United na partida com o Newcastle, em jogo da Premier League. E o regresso a Old Trafford não podia ter corrido melhor ao …

Portugal com 10 mortes, 1.223 novas infeções e menos 17 internamentos

Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 1.223 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e 10 mortes atribuídas à covid-19, com nova redução nos internamentos em enfermaria e aumento nos cuidados intensivos. De acordo com o …

Rainha de Inglaterra apoia o movimento "Black Lives Matter"

A Rainha Isabel II e toda a Família Real Britânica apoiam o movimento "Black Lives Matter". A garantia é dada por Ken Olisa, o primeiro sargento afro-descendente condecorado com a Ordem do Império Britânico de …

11 de setembro de 2001: Como aconteceu

Um trovão num céu que parecia apenas azul. No dia 11 de setembro de 2001, ataques antes impensáveis atingiram os Estados Unidos, país que acreditava ser intocável depois de vencer a Guerra Fria, e destruíram …

Loucura na Premier League na (segunda) estreia de Ronaldo no United. Só Guardiola está farto

Hoje é dia de Cristiano Ronaldo. O português faz a sua segunda estreia, neste sábado, com a camisola do Manchester United na partida com o Newcastle, em jogo da Premier League. E só se fala …

ADSE aumentou preços no Algarve para evitar partos em Espanha. Agora, vai mudá-los em todo o país

O conflito com os prestadores de serviços de saúde que têm convenções com a ADSE, no âmbito das novas tabelas de preços, foi motivado pelo aumento dos pagamentos pelos partos no Algarve. É o que …

Neymar marcou golo histórico. E já não sabe "o que é preciso fazer mais" para o respeitarem

Neymar perdeu a paciência. E no fim da vitória da seleção brasileira sobre o Perú, no qual foi uma das figuras em destaque na equipa, desabafou: "não sei mais o que faço com esta camisola …