O comportamento dos donos influencia a forma como os cães comunicam

Uma nova investigação acaba de revelar, pela primeira vez, que a coexistência milenar entre cães e seres humanos pode ter ajudado estes animais a desenvolver mecanismos especiais para comunicarem e interagirem com os seus donos.

A comunicação humana desenvolveu vários mecanismos que podem ser observados em todas as culturas e idiomas, que tornaram as comunicações mais eficientes, como o uso da história da comunicação e o princípio do menor esforço.

Tendo em conta a grande sensibilidade dos cães às vocalizações, gestos e olhares humanos, uma equipa de cientistas sugeriu que 30 mil anos de domesticação e coevolução podem ter feito com que os cães desenvolvessem princípios semelhantes de comunicação – uma teoria conhecida como hipótese da domesticação.

Para testar esta hipótese, os cientistas analisaram alguns fatores que influenciam a forma, o esforço e o sucesso das interações cão-homem numa tarefa que envolveu um objeto oculto.

Segundo o portal EurekAlert, a experiência contou com 30 pares de donos e cães e os cientistas concentraram-se na avaliação do comportamento comunicativo chamado exibição, no qual os animais chamam a atenção de um parceiro de comunicação, direcionando-o para uma fonte externa.

Enquanto o dono esperava, um investigador escondeu o brinquedo favorito dos cães numa caixa (num total de quatro), uma ação feita à frente do animal. Quando o dono entrou na sala, o cão teve que mostrar onde estava escondido o brinquedo.

Os participantes foram testados em duas condições: uma configuração aproximada, que exigia uma exibição mais precisa, e uma configuração distante que permitia a exibição numa direção geral.

Os cientistas não encontraram evidências que sugerissem que os cães aderiam ao princípio de menor esforço, dado que usavam tanta energia na configuração mais fácil quanto na configuração mais difícil. No entanto, salvaguardam que isso pode ter acontecido como resultado da influência dos donos no esforço dos cães.

Além disso, os cães não foram afetados por diferentes histórias de comunicação, uma vez que tiveram um desempenho muito parecido e usaram quantidades semelhantes de energia em ambas as configurações. Apesar de fazerem esforços semelhantes, os cães adaptaram as suas estratégias de exibição para serem mais ou menos precisas.

Os resultados indicam que o comportamento do dono é um fator crucial que influencia o esforço e a precisão da exibição dos cães. Os donos que incentivaram o cão a mostrar onde o brinquedo estava escondido aumentaram o esforço de exibição do animal, mas diminuíram a precisão da exibição.

Apesar de a equipa não ter encontrado efeitos da história da comunicação ou do princípio do menor esforço, o estudo, publicado recentemente na Animal Cognition, indica pela primeira vez que os donos podem influenciar a precisão e o sucesso dos seus cães.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Alemanha 2-2 Hungria | Goretzka salva germânicos no fim

Uma Alemanha impiedosa ao atrevimento da Hungria rendeu hoje um empate a duas bolas, selando a qualificação germânica para os ‘oitavos’ do Euro2020 e a despedida dos magiares no quarto e último lugar do Grupo …

Quase 900 funcionários dos Serviços Secretos dos EUA contraíram covid-19

Aproximadamente 900 funcionários dos Serviços Secretos dos Estados Unidos (EUA) testaram positivo para o coronavírus, de acordo com registos do governo obtidos por um grupo de vigilância. De acordo com os registos, obtidos pela Citizens for …

Portugal 2-2 França | Jogo louco vale empate com sabor a oitavos

A seleção portuguesa de futebol qualificou-se hoje para os oitavos de final do Euro2020, ao empatar 2-2 com a campeã mundial França, em encontro da terceira jornada do Grupo F do Euro2020, na Puskás Arena, …

Em 2020, mais de 8.500 crianças foram usadas como soldados

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), no ano passado, mais de 8.500 crianças foram usadas como soldados e quase 2.700 foram mortas devido à proximidade com vários conflitos existentes em todo o …

Portugal vs França: seleção empata 2-2 e está nos oitavos do Euro!

A seleção de Portugal jogou esta quarta-feira contra a França, num encontro que podia significar o apuramento para os Oitavos de Final do Euro 2020 ou o regresso a casa mais cedo e sem glória. …

Rússia nega investimento em IA para criação de microchips cerebrais

A Rússia negou as alegações de que estaria a investir em Inteligência Artificial que permitiria aos humanos controlar carros, aviões e usinas nucleares através de microchips implantados nos seus cérebros. O diário Kommersant relatou na terça-feira …

Bombeiro que socorreu a princesa Diana após o acidente revela as suas últimas palavras

Quase 24 anos depois da morte da princesa Diana, o chefe dos bombeiros que esteve no local na noite do acidente em Paris, revelou as suas últimas palavras. Amada por todo o mundo, a princesa do …

China inicia nova edição do festival de carne de cão em Yulin

Coincidindo com o solstício de verão, iniciou na segunda-feira em Yulin, no sul da China, o festival em que os participantes comem carne de cão. Segundo os moradores daquela zona, as autoridades suspenderam recentemente as viagens …

Variante Delta representa 90% de casos na UE até final de agosto e mais mortes

A variante Delta do SARS-CoV-2 representará 90% das novas infeções na Europa até final de agosto e um aumento nos internamentos e mortes, estimou esta quarta-feira o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças …

Suécia 3 - 2 Polónia | Só Lewandowski não chega

Já apurada, a Suécia venceu esta quarta-feira a Polónia, de Paulo Sousa, por 3-2, com Emil Forsberg (02 e 59 minutos) e Viktor Claesson (90+4) a marcarem para os suecos e Robert Lewandowski (61 e …