Cirurgião encontrou 27 lentes de contacto perdidas no olho de uma paciente

Uma mulher que se preparava para realizar uma cirurgia às cataratas tinha no interior do olho uma “massa azulada” composta por 27 lentes de contacto.

A paciente de 67 anos desconhecia ter perdido as lentes de contacto dentro dos seus próprios olhos e disse aos cirurgiões que achava que o recente desconforto que sentia se devia ao olho seco e à idade avançada.

Inicialmente, os médicos encontraram 17 lentes de contacto individuais presas no olho da mulher, mas após um exame mais aprofundado no Hospital Solihull, no Reino Unido, descobriram mais dez lentes, como conta Rupal Morjaria, especialista em oftalmologia experimental, ao Optometry Today.

A equipa médica, que incluiu um oftalmologista com mais de 20 anos de experiência, ficou surpreendida com a descoberta. “Nunca nenhum de nós tinha visto algo semelhante antes, diz Morjaria.

“Era uma massa enorme. Todas as 17 lentes de contacto estavam presas juntas. Ficámos realmente surpreendidos por a paciente não ter notado a sua presença, porque terá causado muita irritação enquanto esteve lá”, explica a especialista. A cirurgia às cataratas teve que ser adiada, após a descoberta, devido ao aumento do risco de endoftalmite.

“Devido ao facto de ela ter abrigado estas lentes de contacto nos seus olhos, durante um período de tempo desconhecido, se a tivéssemos operado, poderia ter problemas com bactérias à volta da conjuntiva”, refere Morjaria.

A paciente vinha usando lentes de contacto mensais e descartáveis ​​nos últimos 35 anos, mas não tinha comparecido a consultas regulares com optometristas.

Morjaria realça que a paciente não relatou quaisquer sintomas relacionados com as lentes na sua avaliação pré-operatória.

“Ela ficou bastante chocada. Quando a reencontrei, duas semanas depois, tirei as lentes e ela disse que sentia os olhos muito mais confortáveis”, esclarece a especialista, frisando que “a paciente pensava que o desconforto anterior” se devia simplesmente à “idade avançada” e ao “olho seco”.

O caso ocorreu em Novembro de 2016 e é agora relatado no jornal médico The BMJ.

Alerta e consciencialização pública

A decisão de divulgar a insólita situação foi tomada porque os médicos envolvidos ficaram surpreendidos com o caso, considerando quase impossível manter tantas lentes de contacto no interior do olho sem qualquer sintoma.

A divulgação é também uma questão de consciência pública. “Nesta era, em que é tão fácil comprar lentes de contacto online, as pessoas tornam-se mais relaxadas com os exames regulares”, lembra Morjaria.

Ora se as lentes de contacto “não forem adequadamente monitorizadas, veremos pessoas com infecções oculares graves que podem fazer com que elas percam a visão“, alerta a especialista.

Os casos de pessoas que ficam com “uma lente de contacto presa sob a parte superior da pálpebra, particularmente se são novos utilizadores ou têm problemas com a colocação”, são comuns, conforme repara o responsável do gabinete clínico e de regulação da Associação de Optometristas, Henry Leonard.

“Mas encontrar muitas lentes presas no olho de alguém é extremamente raro“, assume Leonard, acrescentando que “a maioria dos pacientes experimentaria”, num caso desses, “um desconforto e vermelhidão significativos”, com “o risco de desenvolver infecções oculares”.

Entre os conselhos para evitar o risco de infecções estão o uso adequado de produtos de limpeza de lentes de contacto, lavar as mãos muito bem antes de as manusear, nunca dormir com elas e nunca as usar durante mergulhos na piscina.

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Violência doméstica: 18 mulheres assassinadas este ano

18 mulheres foram assassinadas e 23 foram vítimas de tentativa de homicídio em 2017, ano que apresenta a taxa mais baixa de incidência dos últimos 14 anos registada pelo Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA). "É o …

Mais de um mês depois dos incêndios, dois homens continuam desaparecidos

Os incêndios de 15 de outubro fizeram mais de 40 mortos e, mais de um mês depois da tragédia, duas pessoas continuam desaparecidas. A PJ está a cargo das investigações, com o auxílio do Laboratório …

Decisão de mudar Infarmed para o Porto é ilegal

A decisão do Governo de mudar a sede do Infarmed de Lisboa é ilegal porque os trabalhadores não foram consultados sobre este processo. Um dado avançado pelo jornal i quando é certo que mais de …

Caso de legionella identificado em Coimbra

Um homem está internado no Hospital Geral (Covões) do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra com o vírus da legionella, disse à agência Lusa fonte da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC). Segundo a mesma …

O fim do corte no subsídio de desemprego é meu!

Esta quarta-feira, foi aprovado o fim do corte de 10% no subsídio de desemprego, mas o que animou o debate foi a discussão entre PCP e Bloco de Esquerda sobre a proposta que deveria ser …

Governo admite que o preço da água pode subir

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, admitiu esta quinta-feira que o preço da água pode vir a subir, mas garante que as tarifas se vão manter no próximo ano, porque "já estão aprovadas". À …

Puigdemont renuncia à pensão de ex-presidente catalão e não aceita destituição

Carles Puigdemont renunciou à pensão a que tem direito como ex-presidente do governo catalão, não aceitando a sua destituição e considerando que ainda dirige o executivo "legitimo" daquela região espanhola. "O Estado continua a ser uma …

Árbitros “adiam” pedido de dispensa por 20 dias

Os árbitros de futebol, assistentes e estagiários decidiram, esta quarta-feira, entregar os pedidos de dispensa, mas dentro do prazo regulamentar de 20 dias, viabilizando assim a realização da próxima jornada. Em comunicado enviado à agência Lusa …

José Sócrates acusa o Ministério Público de manipulação

De novo no Youtube, o ex-primeiro ministro tem usado a plataforma para falar sobre as acusações de que é alvo. No mais recente vídeo, José Sócrates "desvenda" os truques da acusação. O mais recente vídeo de …

Ninguém consegue explicar os 64 misteriosos estrondos que se ouviram no céu este ano

No dia 14 de novembro, um forte estrondo foi ouvido em toda a região norte do estado do Alabama, nos Estados Unidos. Mas, só este ano, já se registaram 64 episódios semelhantes nos EUA, Reino …