Físicos criam circuito com grafeno que gera energia limpa e ilimitada

(dr) University of Arkansas

Uma equipa de físicos da Universidade de Arkansas, nos Estados Unidos, desenvolveu um circuito capaz de capturar o movimento térmico do grafeno e convertê-lo em corrente elétrica.

Os físicos da universidade norte-americana esclarecem que o circuito captura o movimento térmico do grafeno e converte-o em corrente elétrica, uma tecnologia que poderia ser incorporada num chip de modo a fornecer energia limpa, ilimitada e de baixa voltagem para pequenos dispositivos ou sensores.

Paul Thibado, professor de Física e líder do estudo, adiantou, citado pelo Phys, que esta descoberta comprova a teoria que o mesmo grupo de cientistas desenvolveu há três anos de que o grafeno independente ondula e deforma-se com o fim de possibilitar a captação de energia.

O artigo científico foi publicado no dia 2 de outubro na Physical Review E.

O grafeno é um material cristalino extremamente fino formado por átomos de carbono e com alto poder de condução. Graças às suas propriedades físicas, é encarado pelos investigadores como o futuro da tecnologia.

No entanto, a ideia de gerar energia a partir deste material causa muito reboliço no meio científico, já que muitos investigadores consideram que esta teoria refuta a afirmação do físico Richard Feynman de que o movimento térmico dos átomos, conhecido como movimento browniano, não funciona para gerar energia.

Contudo, a equipa liderada por Thibado descobriu que, à temperatura ambiente, o movimento térmico do grafeno induz uma corrente alternada (CA) num circuito, algo considerado impossível até então.

Os investigadores da universidade norte-americana construíram um circuito com dois diodos para converter uma corrente alternada (CA) numa corrente contínua (CC). Para permitir que a corrente flua para os dois lados, os diodos têm de estar em posições opostas. Fornecendo caminhos separados através do circuito, os diodos produziram então uma corrente contínua pulsante.

“Descobrimos que o comportamento tipo interruptor dos diodos amplifica a potência fornecida, em vez de a reduzir como se pensava anteriormente”, resumiu Thibado. “A taxa de variação da resistência fornecida pelos diodos adiciona um fator extra à potência.”

Para provar o aumento da potência do circuito, os cientistas utilizaram um campo relativamente novo da física para entender uma teoria antiga: “Baseamo-nos no campo emergente da termodinâmica estocástica e estendemos a famosa teoria de Nyquist, quase centenária”, explicou Pradeep Kumar, professor de Física e co-autor do estudo.

Além disso, estas experiências permitiram descobrir que o movimento lento do grafeno induz corrente no circuito em baixas frequências, o que é importante do ponto de vista tecnológico, dado que a electrónica funciona com mais eficiência em frequências mais baixas.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Finalmente algo realmente fantástico, que tem potencial para transformar este planeta para melhor! Venha mais investigação nesta área depressa!

RESPONDER

Bloco quer administração da RTP nomeada pela Assembleia da República

O Bloco de Esquerda fez várias propostas à revisão do contrato de concessão do serviço público de rádio e televisão. Do lado dos trabalhadores da RTP, a proposta foi arrasada. O Governo colocou em consulta pública, …

Decisão da insolvência da Groundforce pode demorar dois meses. Salários de maio em risco

Os salários de maio de 2400 trabalhadores da Groundforce devem ser pagos dentro de duas semanas, mas é grande a probabilidade de que isso não aconteça, à semelhança do que ocorreu em fevereiro, elevando as …

Pedro Nuno Santos garante que investimento público em redes de nova geração vai avançar

Pedro Nuno Santos garantiu, na quinta-feira, que o “investimento público” em redes de comunicações eletrónicas “vai avançar”, de forma a levar conectividade às regiões do país onde as redes das operadoras privadas não chegam. O ministro …

PPP hospitalares geraram poupanças para o Estado

O Tribunal de Contas publicou um relatório em que sustenta não ter dúvidas sobre as vantagens que as parcerias público-privadas (PPP) na saúde trouxeram ao Estado, ao longo da última década. Os hospitais em parceria público-privada …

Banco de Fomento está a integrar trabalhadores do antigo BPN

O Banco Português de Fomento está a recrutar colaboradores do antigo BPN para desempenhar funções técnicas, numa altura em que a Parvalorem, onde estão integrados, solicitou ao Executivo o estatuto de empresa em reestruturação. Segundo apurou …

PAN começa a ser julgado por falsos recibos verdes

O PAN vai começar a ser julgado este mês devido ao caso dos falsos recibos verdes. O partido enfrenta três processos judiciais, sendo que o arranque do julgamento do primeiro está marcado para 17 de …

Radovan Karadzic vai ser transferido para o Reino Unido

Radovan Karadzic, antigo líder dos sérvios da Bósnia condenado por genocídio no massacre de mais oito mil muçulmanos bósnios em Srebrenica, em 1995, vai ser transferido para o Reino Unido, onde vai continuar a cumprir …

Adjunta de Matos Fernandes era sócia de empresa que fez negócios com o ministério

Entre 2016 e 2019, a secretária de Estado do Ambiente, Inês Santos Costa, acumulou funções quando integrou o gabinete de João Pedro Matos Fernandes, na qualidade de adjunta, sendo, na altura, sócia de uma empresa, …

Cavaco acusa Governo de Costa de continuar a alimentar "monstro" da despesa pública

Cavaco Silva volta a criticar o Governo de Costa, desta vez por criar “impostos adicionais” sobre “tudo o que mexe” para alimentar “o monstro” da despesa pública. O ex-primeiro-ministro e antigo Presidente da República Aníbal Cavaco …

Dívidas de Vieira investigadas. Com falência à vista, grupo do líder do Benfica pagou viagens de luxo

Afinal, o Fundo de Resolução nunca aceitou a reestruturação das dívidas do grupo empresarial de Luís Filipe Vieira, ao contrário do que foi dito aos deputados na Comissão Parlamentar de Inquérito aos grandes devedores do …