As cinzas vulcânicas podem ter um impacto no clima maior do que pensávamos

Um novo estudo, conduzido pela Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, sugere que as cinzas vulcânicas, que emanam depois de os vulcões entrarem em erupção, podem causar um impacto maior no clima do planeta do que os cientistas pensavam anteriormente.

De acordo com o comunicado da universidade, os cientistas analisaram a erupção do Monte Kelut, na ilha indonésia de Java, em 2014, e descobriram que as as cinzas vulcânicas parecem ter uma certa propensão para permanecer no ar durante meses após uma grande erupção.

Quando sobrevoavam o local da erupção do Monte Kelut, os cientistas observaram algo que não devia estar lá: algumas partículas a flutuar na atmosfera, um mês depois da erupção. “Parecia cinza”, comentou Yunqian Zhu, principal autor do estudo, publicado no dia 5 de outubro na Nature Communications.

Apesar de saberem há muito tempo que as erupções vulcânicas têm impacto no clima, os investigadores não sabiam que as cinzas podiam desempenhar um papel preponderante no efeito de arrefecimento. No caso da erupção do Monte Kelut, “os investigadores assumiram que as cinzas são semelhantes ao vidro vulcânico, mas estas, em particular, têm uma densidade que é mais parecida com a pedra-pomes”.



As partículas parecem alterar a química de toda a pluma vulcânica. Brian Toon, que também participou no estudo, explicou que os vulcões em erupção expulsam uma grande quantidade de dióxido de enxofre.

Muitos cientistas assumiram que estas moléculas interagem com outras no ar e convertem-se em ácido sulfúrico, levando a uma série de reações químicas que, teoricamente, poderiam demorar semanas a estarem concluídas. No entanto, observações de erupções reais sugerem que isso acontece muito mais depressa.

De acordo com esta nova investigação, as moléculas de dióxido de enxofre parecem aderir às partículas de cinzas que flutuam no ar. No processo, podem sofrer reações químicas na própria superfície das cinzas e estas, por sua vez, podem acelerar a transformação dos gases vulcânicos na atmosfera.

Os investigadores alertam, contudo, que o impacto destas nuvens de cinzas no clima ainda não é claro. Ainda assim, admitem que partículas de longa duração na atmosfera podem escurecer e até ajudar a arrefecer o planeta após uma erupção.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Novo primeiro-ministro de Israel dá 14 dias a Netanyahu para deixar residência oficial

O novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Benet, deu duas semanas ao antecessor Benjamin Netanyahu para abandonar a residência oficial do chefe de Governo, em Jerusalém, segundo adianta hoje a imprensa local. Benet terá enviado na sexta-feira …

Ponte inca com mais de 500 anos é reconstruída após cair durante a pandemia

Peruanos da comunidade Huinchiri, localizada na região de Cusco, estão a reconstruir uma ponte inca com 500 anos. Esta foi feita a partir de técnicas tradicionais de tecelagem para criar uma passagem sob o Rio …

Portugal 2-4 Alemanha | Reality check ao plano do engenheiro

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, caiu hoje para o terceiro lugar do Grupo F do Euro2020, ao perder por 4-2 com a Alemanha, em encontro da segunda jornada, disputado no Allianz Arena, …

Pandemia mostrou “falta de proteção das mulheres”

A pandemia de covid-19 mostrou “a vulnerabilidade e a falta de proteção das mulheres e quão pouco as sociedades se preocupam realmente em proteger elementos-chave em matéria de segurança”, considera Edit Schlaffer, diretora-executiva da Women …

Portugal vs Alemanha: Portugal perde por 2-4

A seleção portuguesa de futebol pode garantir hoje o apuramento para os oitavos de final do Euro2020, mas terá de vencer a poderosa Alemanha, ainda à procura dos primeiros pontos no Grupo F. O jogo …

Choques elétricos no pescoço podem combater a fadiga

Desde café a rotinas de sono complexas: os seres humanos desenvolveram várias estratégias para evitar o cansaço. Agora, cientistas acreditam ter descoberto uma nova técnica de combate à fadiga através de estimulação elétrica cerebral não …

"Juneteenth". Novo feriado americano comemora o fim da escravatura

Este sábado comemora-se o mais recente feriado nacional a ser instituído nos Estados Unidos da América. É o chamado Juneteenth, um termo que funde as palavras "june" (junho) e "nineteenth" (dezanove), e representa a data …

Chef Enrico Derflingher trabalhou em Buckingham e na Casa Branca (e revela as preferências da rainha e de Bush)

O chef Enrico Derflingher já alimentou algumas das figuras mais poderosas do mundo. Do Palácio de Buckingham à Casa Branca, o chef italiano sabe melhor do que ninguém quais são as preferências culinárias de Isabel …

Maiores de 35 anos vão poder agendar toma da vacina na segunda-feira

As pessoas com 35 ou mais anos vão poder agendar a toma da vacina contra a covid-19 na próxima segunda-feira. A informação foi confirmada ao Público por fonte da task force. A mesma fonte não adiantou …

Braga faz testes gratuitos a quem trabalhou em Lisboa

As autoridades de Braga estão a proporcionar testes gratuitos de despistagem da covid-19 a trabalhadores do concelho que tenham estado a trabalhar na Área Metropolitana de Lisboa, indicaram hoje os promotores da iniciativa. Os testes realizam-se …