Cientistas da NASA prevêem um “destino infernal” para a Terra

A Terra pode transformar-se num planeta com uma superfície tão quente que tornará a vida impossível. Uma conclusão de um estudo que teve a participação de uma cientista da NASA e que apresenta Vénus, o planeta menos habitável do Sistema Solar, como exemplo do que pode acontecer à Terra.

A investigadora Giada Arney da NASA e o professor Stephen Kane, da Universidade da Califórnia, estudaram como Vénus se transformou no planeta menos habitável do Sistema Solar, com uma temperatura de superfície que atinge os 460 graus centígrados.

Os cientistas notam que Vénus já terá sido outrora um planeta habitável, com condições semelhantes às da Terra, mas que se foi tornando impossível para a vida à medida que o Sol foi ficando mais luminoso. Um cenário que pode vir a ocorrer na Terra, alertam na investigação agora publicada.

O estudo refere-se à teoria do químico sueco Svanthe Arrhenius, vencedor do Prémio Nobel da Química de 1903, que defende que Vénus já teve rios, lagos e pântanos, bem como uma vegetação abundante. Mas com o aumento do brilho do Sol, o planeta deixou de ter um clima temperado e aqueles sinais de vida transformaram-se em carbono que serviu de “alimento” ao efeito de estufa, tornando o planeta inabitável.

Arrhenius já previa que a Terra pode sofrer um processo semelhante daqui a milhões de anos, e Arney e Kane acreditam também que o aumento crescente da luminosidade do Sol pode tornar a vida impossível no nosso planeta.

Estes dados levam os investigadores a reforçar a importância de estudar Vénus, até porque é o planeta que mais se parece com a Terra, tanto em termos de tamanho como de massa, de volume e de composição.

“Vénus ensina-nos que a habitabilidade não é um estado estático em que os planetas permanecem ao longo das suas vidas”, frisam os investigadores no estudo. E entender “a habitabilidade como um processo planetário depende crucialmente de perceber o que aconteceu à suposta água perdida de Vénus“, concluem.

ZAP //

 

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Milhões de anos pra frente… Ahhhh…
    Eu prevejo um mundo repleto de unicórnios e anões besuntados.
    Baseado em que? Em nada. Não poderei provar mesmo?!?! (Milhões de anos… Piada)

  2. Segundo dizem alguns cientistas o planeta terra é o único planeta que resta do do nosso sistema solar ainda habitável ,pois outrora alguns deles também eram habitáveis ,mas a temperatura infernal do sol e outros factores como o ambiente acido tudo derreteram inclusive muitas provas de vida lá existentes foram-se transformando em pó e afins ,pois só bem abaixo de algumas centenas de metros é que provavelmente se pode avaliar a presença ou não de vestígios de vida ,mas isso são só meras opiniões cientificas e nada mais !

RESPONDER

Estúdios de tatuagens podem reabrir na segunda-feira

Os estúdios de tatuagens e de ‘bodypiercing’ vão poder reabrir na segunda-feira juntamente com outros serviços de atendimento ao público e comerciais, mas terão de funcionar mediante marcação prévia e cumprindo as regras sanitárias. Na resolução …

As rãs de cristal revelaram uma nova forma de camuflagem

As rãs de cristal são bem conhecidas pela sua pele transparente, mas, até agora, o motivo desta curiosa característica não tinha recebido atenção experimental. Uma equipa de cientistas da Universidade de Bristol, no Reino Unido, da …

Pescador encontra destroços de navio que terá naufragado há mais de 200 anos

Arqueólogos mexicanos localizaram os destroços de um navio na costa do estado de Quintana Roo, no México, e acreditam que o mesmo terá naufragado há mais de 200 anos. De acordo com a BBC, o naufrágio …

Bloco apoia travão ao desconfinamento na região de Lisboa

O Bloco de Esquerda apoiou o adiamento do levantamento de restrições impostas pela pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo, destacando que é importante aumentar a vigilância nas empresas de construção e trabalho …

Descoberto "cemitério" de mamutes nos arredores da Cidade do México

Investigadores descobriram um "cemitério" com cerca de 60 mamutes nos arredores da Cidade do México, avança o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do país. De acordo com o site Live Science, a descoberta aconteceu, …

David Luiz confirma rumores. Regresso "vai acontecer se o presidente permitir e os adeptos quiserem"

David Luiz confirmou este sábado os rumores que davam conta que o Benfica e o jogador estavam a negociar um eventual regresso do brasileiro à Luz. Em entrevista ao desportivo Record, David Luiz confirmou a …

Cães treinados para proteger animais selvagens salvam 45 rinocerontes

Há inúmeras razões que explicam o motivo pelo qual os cães são conhecidos como o melhor amigo do Homem. Além de leais e inteligentes, dão sempre o corpo às balas, mesmo nos piores momentos. Quarenta e …

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …