Cientistas medem temperatura a 4 mil borboletas (e revelam a influência do clima no seu habitat)

Michael Wallace / Flickr

Um grupo de cientistas do Reino Unido recolheu 4 mil borboletas selvagens para medir a sua temperaturas, alertando que algumas das espécies mais reconhecidas do país estão em ameaça de colapso, e em risco de perder o seu habitat.

Os cientistas da Universidade de Cambridge registaram a temperatura de 29 espécies diferentes de borboletas, antes de as libertarem novamente. A equipa garante que desta forma são “capazes de analisar melhor os habitats, e as paisagens para protegê-las”.

Todas as borboletas são ectotérmicas – o que significa que não podem produzir o seu próprio calor corporal, e dependem das condições ambientais externas ideais para sobreviver. Contudo, o estudo – publicado no dia 23 de setembro no Journal of Animal Ecology –  revelou que as mudanças no clima e outros fatores ambientais afetam algumas espécies de borboletas mais do que outras.

Os cientistas descobriram que borboletas maiores e mais pálidas, como as espécies Large White e Brimstone, estão entre as espécies de insetos que se adaptam melhor ao aumento da temperatura ambiental. Isso ocorre porque os animais usam as suas grandes asas para direcionar o calor do sol para longe ou, caso necessitem, para os seus corpos.

Porém, algumas espécies mais coloridas têm maior dificuldade em controlar a sua temperatura corporal, tal como as espécies menores – como é o caso da borboleta Small Heath, diz o The Independent.

No geral, as populações de muitas espécies de borboletas do Reino Unido estão em declínio. Isto deve-se à perda do seu habitat natural, pois o aquecimento global tem causada eventos climáticos que prejudicam os microclimas vitais que as borboletas necessitam para sobreviver.

Andrew Bladon, autor principal do estudo, refere que “as espécies de borboletas que não são boas a controlar a sua temperatura, mas que dependem da escolha de um micro-habitat que tenha a temperatura certa, são as que mais sofrem com as mudanças climáticas”.

O investigador assume que é urgente “tornar os habitats mais diversificados para ajudar a conservar muitas de nossas espécies de borboletas”. Os cientistas garantem que as borboletas são uma parte vital do mundo natural, que sustenta a nossa própria espécie, por isso explicam que é importante “proteger uma gama diversificada de espécies. Os insetos também são uma importante fonte de alimento para muitas outras espécies”.

Ed Turner, do University Museum of Zoology, disse que “será importante compreender não só os requisitos do habitat de diferentes espécies de borboletas, mas também os seus requisitos de temperatura”.

Muitas espécies de borboletas expandiram-se para o norte do Reino Unido nos últimos 30 anos, à medida que esta região se tornou mais quente devido às alterações climáticas. A variedade de espécies adaptadas a ambientes mais frios está a diminuir.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …

Costa diz que Portugal vai ter "o dobro" de fundos comunitários para investir

O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que Portugal vai contar, nos próximos sete anos, com "o dobro" de fundos comunitários para investimento, considerando que esta "é uma oportunidade única" que não pode ser desperdiçada. "Vamos ter a …

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …

Chuvas torrenciais fazem mais de uma centena de mortos na Índia

Pelo menos 136 pessoas morreram na Índia, em consequência de chuvas torrenciais que assolaram o país e causaram fortes enchentes e deslizamentos de terra, enterrando casas e submergindo ruas. Numa altura em que as alterações climáticas …

China inaugurou o comboio mais rápido do mundo

O comboio-bala maglev, que pode atingir uma velocidade de 600 quilómetros por hora, fez a sua estreia em Qingdao, na China, esta semana. Tal como conta a cadeia televisiva CNN, este comboio-bala maglev foi desenvolvido pela …

Quatro portugueses detidos em Espanha por alegada violação de duas mulheres

A polícia espanhola anunciou, este sábado, ter detido quatro cidadãos portugueses por suposta violação múltipla e abusos sexuais a duas mulheres de 22 e 23 anos, numa pensão em Gijón, no norte do país. Segundo a …

Stonehenge pode perder estatuto de património mundial da UNESCO

Depois de Liverpool, também Stonehenge pode perder o estatuto de património mundial da UNESCO. O aviso surge após o secretário dos transportes, Grant Shapps, ter dado luz verde aos planos de construção de um túnel …