Cientistas encontraram bactéria agarrada à Estação Espacial Internacional

Foram encontradas bactérias vivas na superfície da Estação Espacial Internacional (EEI) que podem ter origem extraterrestre. Os microrganismos estão a ser estudados em Terra.

Segundo o cosmonauta russo Anton Shkaplerov, que irá realizar a sua terceira viagem à EEI em dezembro como membro da tripulação da Expedição 54, cientistas russos encontraram bactérias vivas durante a recolha de amostras na superfície da estação.

À agência TASS, o cosmonauta disse que os cosmonautas recolheram a bactéria do exterior da EEI com a ajuda de cotonetes, mas garantiu que não estavam presentes durante o lançamento do módulo da EEI. “As bactérias vieram do espaço e permaneceram na superfície externa da EEI”, afirma Shkaplerov.

No entanto, os cientistas ainda não sabem de onde vieram as bactérias. O cosmonauta revelou também que alguns microrganismos provenientes da Terra são capazes de sobreviver no vácuo e com diferenças de temperatura de -150ºC a 150ºC.

As bactérias conseguem suportar condições extremas, como as que se encontram no espaço, e é possível que estes microrganismos possam ter vindo da atmosfera da Terra. A possibilidade de terem origem noutro local e terem “viajado” através de poeiras espaciais não é descartada.

Ainda assim, mesmo que se prove que as bactérias não são seres alienígenas, esta não deixa de ser uma descoberta peculiar, já que os microrganismos estavam alojados a uma distância de 400km acima da Terra.

Acredita-se que as bactérias tenham sido levadas acidentalmente para a estação espacial, em tablets ou outros materiais, colocados a bordo da EEI durante longos períodos para estudar o comportamento dos materiais no espaço.

As bactérias estão a ser estudadas em Terra, mas, ao que tudo indica, estes microrganismos não representam perigo.

Não é a primeira vez que evidências de formas de vida alegadamente extraterrestre encontradas na superfície da Estação Espacial Internacional são objeto de controvérsia.

No início de 2014, cientistas da Rocosmos anunciaram a descoberta de vestígios de formas de vida simples, como plâncton microbiano, algas e “ADN bacteriano” em amostras de poeira recolhidas na superfície externa das janelas da Estação Espacial Internacional.

“Os resultados da experiência são únicos. Encontramos vestígios de plâncton marinho e de partículas microscópicas na superfície da estação espacial, e isso deve ser estudado”, afirmou Vladimir Soloyev, líder da missão orbital russa na EEI.

Na altura, a equipa de cientistas russos disse que o plâncton não poderia ter sido levado pela própria nave espacial porque não fazia parte da vegetação típica de Baikonur, no Cazaquistão, de onde os russos lançaram o seu módulo rumo à EEI.

No entanto, também sugeriram que o plâncton poderia ter-se “erguido” rumo ao laboratório em órbita a partir de outras regiões da Terra, através de correntes de ar de altitudes mais elevadas.

Apesar de os cientistas terem pensado que o organismo não se tratava de micróbios extraterrestres, constataram que as formas de vida microbianas poderiam sobreviver no vácuo espacial, sob temperaturas abaixo de zero e com a constante radiação cósmica.

“Estamos mais perto do que nunca de reconhecer que as formas de vida extraterrestre existem. É uma evolução impressionante. Durante anos, as pessoas tentaram desmascarar teorias sobre a vida noutros planetas, mas em breve isso já não será possível”, afirmou o astrobiólogo britânico, Chandra Wickramasinghe, da Universidade de Buckingham.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Lagosta e vinho caro. Excentricidades levaram ministro francês do Ambiente a demitir-se

Após a polémica em torno dos seus grandes gastos enquanto presidente da Assembleia Nacional francesa e governante, François de Rugy saiu do Governo. No entanto, diz-se vítima de "linchamento mediático". François de Rugy, ministro francês do …

Os escoceses estão a gerar energia eólica suficiente para abastecer duas Escócias

No primeiro semestre de 2019, a Escócia gerou energia eólica suficiente para abastecer as suas casas duas vezes. Segundo divulgou esta quarta-feira o Science Alert, as turbinas geraram 9,8 milhões de megawatts-hora de eletricidade entre janeiro …

Comentários racistas de Trump condenados na Câmara de Representantes

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou na terça-feira uma moção na qual condena o presidente Donald Trump pelos "comentários racistas" dirigidos a quatro mulheres congressistas, sugerindo-lhes que "regressassem aos seus países de origem". A …

PCP quer creches gratuitas e passes sociais em todo o país

O secretário-geral comunista destacou sete compromissos, incluindo a ideia de uma rede de creches gratuitas e o limite máximo de 40 euros para os passes sociais, na apresentação do programa eleitoral do partido, num hotel …

Governo retira estatuto do antigo combatente na véspera de votação

O Governo retirou a proposta de lei sobre o estatuto do antigo combatente por dificuldades no modelo de sustentabilidade financeira resultantes das propostas apresentadas pelos partidos no Parlamento. O anúncio da retirada da proposta foi feito …

Bolsonaro "está decidido". Vai indicar filho para embaixador nos Estados Unidos

Jair Bolsonaro disse que "está decidido" que irá indicar o filho Eduardo Bolsonaro para embaixador em Washington, capital dos Estados Unidos da América. Esta terça-feira, o Presidente do Brasil disse que “está decidido” a indicar o …

Sindicato dos motoristas aprovou aumentos salariais mais baixos dos que agora reclama

A reunião de segunda-feira entre os sindicatos de motoristas e a associação de empresas de transporte de mercadorias (Antram) acabou sem acordo para evitar a greve anunciada para 12 de agosto. Porém, de acordo com o …

"Lei dos primos" corre o risco de ser adiada para depois das eleições

A aprovação da lei do PS que aperta as regras de nomeações governamentais está em dúvida na maratona de votações de sexta-feira. Os sociais-democratas ainda não decidiram o sentido de voto. Na primeira versão, o PS …

Aprovadas multas entre os 25 e os 250 euros para quem atirar beatas ao chão

A partir de terça-feira, atirar uma beata para o chão passou a custar pelo menos 25 euros, podendo o valor chegar aos 250 euros. Um novo diploma aprovado no Parlamento obriga ainda empresas a disponibilizarem …

Arranca o concurso de acesso ao Ensino Superior. Cursos muito concorridos com mais 107 vagas

A primeira fase de candidatura ao ensino superior começa esta quarta-feira e termina no início de agosto, com 50.860 vagas no concurso nacional de acesso, um total praticamente inalterado face a 2018. Segundo dados oficiais, o …