Cientistas encontram evidências de uso de drogas psicadélicas numa caverna com arte rupestre

(dr) Devlin Gandy

Uma flor vermelha redemoinhada rabiscada numa parede de uma caverna há cerca de 400 anos é a primeira evidência definitiva de que os nativos norte-americanos consumiam drogas psicadélicas em locais de arte rupestre.

Descoberta na caverna Pinwheel da Califórnia, acredita-se que o desenho retrate uma Datura wrightii, uma planta com flores que faz parte da família das beladonas e conhecida por possuir propriedades venenosas e psicadélicas. No entanto, a evidência de indulgências psicoativas nesta caverna vai muito além do que apenas um rabisco de uma flor.

Os arqueólogos usaram análises químicas para mostrar que resíduos mastigados da flor psicadélica podem ser encontrados nas fendas da caverna. A equipa de arqueólogos argumenta que isso serve como “a primeira evidência clara para a ingestão de drogas psicadélicas num local de arte rupestre.”

Está estabelecido que algumas culturas nativas americanas, assim como muitas outras culturas em todo o mundo, usaram Datura em cerimónias espirituais e ritos de passagem. No entanto, esta é a primeira vez que cientistas descobrem vestígios físicos da droga numa caverna ao lado de arte rupestre.

Para chegar a esta conclusão, uma equipa de arqueólogos, químicos e especialistas forenses usou cromatografia líquida-espectrometria de massa para descobrir a presença de alcalóides psicadélicos escopolamina e atropina nos pedaços mastigados de material vegetal encontrados incrustados nas paredes da caverna. A análise do microscópio eletrónico de scanner foi usada para confirmar se os alcalóides vieram de uma Datura wrightii.

Os cientistas argumentam que o facto de a obra de arte retratar uma forma vistosa em forma de flor com cinco pétalas elegantemente enroladas, assim como a flor de muitas espécies de Datura, não é coincidência.

Esta descoberta tem algumas implicações importantes no que se sabe sobre a criação de arte rupestre e estados alterados de consciência.

Durante décadas, uma teoria dominante postulou que muitos exemplos de arte rupestre foram criados por xamãs num estado de transe enquanto estavam sob o efeito de drogas psicadélicas. Isso é frequentemente sugerido devido aos padrões alucinantes e imagens surreais encontradas na arte rupestre, embora os investigadores nunca tenham encontrado qualquer evidência clara do consumo de substâncias psicadélicas em qualquer sítio de arte rupestre do mundo.

Agora, o novo estudo encontrou essa evidência direta de drogas em locais de arte rupestre. No entanto, os cientistas argumentam que a nova descoberta desafia o modelo de “alto xamã”, uma vez que acreditam que o artista não estivesse numa transe quando estava a criar esta ilustração nem o desenho servia para retratar a sua experiência psicadélica pessoal.

Em vez disso, é mais provável que a arte atue como um sinal, mostrando aos indivíduos que esse era um espaço onde esta planta importante era ingerida.

Este estudo foi publicado este mês na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences.

ZAP //

 

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Na verdade na iconografia de cometas também aparece uma imagem semelhante que corresponde à imagem da cabeça de um cometa quando surge de frente para o observador. Ou seja, se a evidência é essa pintura não desdenharia outras hipóteses.

RESPONDER

PS diz que Marcelo deve vitória aos socialistas (e cobra-lhe apoio em tempos difíceis)

"A democracia venceu na primeira volta e o extremismo de direita foi derrotado". É desta forma que o presidente do PS, Carlos César, comenta os resultados das eleições presidenciais ganhas por Marcelo Rebelo de Sousa, …

"Liberdade para a Dinamarca". Novos incidentes em manifestação contra restrições

Uma manifestação contra as restrições impostas para conter a pandemia, organizada por um grupo radical, em Copenhaga, originou novos incidentes na noite de sábado e resultou em cinco detenções, relataram a polícia e os meios …

Pela primeira vez, um restaurante vegan ganha uma estrela Michelin em França

Um restaurante de comida totalmente vegan em França foi o primeiro do país a receber a desejada estrela Michelin. Localiza-se perto de Bordéus. A concessão da estrela ao ONA (Origine Non-Animale) é mais uma evidência de …

Onze mineiros resgatados com vida de uma mina de ouro na China

Onze mineiros presos há duas semanas dentro de uma mina de ouro na China, devido a uma explosão, foram hoje trazidos em segurança para a superfície, informou a televisão estatal chinesa. No dia 10 de janeiro, …

Multimilionário oferece 1 milhão em prémios por evidências de vida após a morte

Um empresário de Las Vegas, nos Estados Unidos, está a oferecer um milhão de dólares em prémios em troca de evidências de que existe vida após a morte. O investidor imobiliário e empresário espacial Robert Bigelow, …

Marcelo reeleito com 55% a 62% dos votos. Ana Gomes em segundo lugar

Marcelo Rebelo de Sousa foi reeleito para um segundo mandato como Presidente da República, após vencer as eleições deste domingo com 55% a 62% dos votos.  Segundo as primeiras projeções, Ana Gomes deverá ficar em …

Itália vai processar Pfizer e AstraZeneca devido a atrasos nas vacinas. UE pede "transparência"

A Itália vai processar a Pfizer Inc e a AstraZeneca devido aos atrasos na entrega das vacinas contra a covid-19 e para garantir os fornecimentos – não para obter compensações, disse neste domingo o ministro …

Declínio cognitivo relacionado com a idade pode ser reversível

Cientistas conseguiram reverter em ratos o declínio cognitivo causado pelo envelhecimento. O objetivo dos investigadores é que as farmacêuticas baseiem-se neste estudo para criar um composto que possa ser administrado em humanos. As células específicas do …

Afluência às urnas é menor (mas há mais votantes). Abstenção deverá ficar entre os 56 e 60%

A afluência às urnas às 16:00 nas presidenciais de hoje em Portugal, 35,4%, é a segunda mais baixa desde as eleições de 2006, ano em que este número passou a ser divulgado pela administração eleitoral. Esta …

Reino Unido já vacinou quase 6 milhões. Alemanha aumenta controlo nas fronteiras

O Reino Unido já administrou a primeira das duas doses da vacina contra o novo coronavírus em cerca de seis milhões de pessoas, quando o número de mortes no país devido à pandemia está perto …