Cientistas encontram ADN de espécies desconhecidas nas cavernas da Antártida

(cv) Joel Bensing / Polar Biology

De acordo com um estudo recente, pode haver plantas e animais de espécies desconhecidas a viver nas cavernas debaixo do gelo da Antártida.

Um grupo de investigadores australianos descobriu que o Monte Erebus, um vulcão ativo na Ilha Ross, da Antártida, está cercado por cavernas cavadas no gelo pelo vapor. As amostras de solo recuperadas das cavernas revelaram traços intrigantes de ADN de musgos, algas e pequenos animais.

A pesquisa foi publicada na revista Polar Biology.

“As cavernas podem ser muito quentes. Algumas delas podem até chegar aos 25 graus”, diz Ceridwen Fraser,  da Universidade Nacional Australiana e co-autor do estudo. “Há luz perto da boca das cavernas e filtros de luz mais profundos em algumas cavernas onde o gelo subjacente é fino”.

O investigador explica que a maioria do ADN encontrado se assemelha ao que já fora identificado em plantas e animais na Antártida, mas algumas das sequências do ADN recolhido não puderam ser totalmente identificadas.

Craig Cary, da Universidade de Waikato, na Nova Zelândia, que também participou no estudo, relembrou que várias pesquisas anteriores apontam para uma série de bactérias e fungos que viviam nas cavernas vulcânicas da Antártida. “O novo estudo sugere que pode haver outros plantas e animais, além dos até agora descobertos“, explicou Cary.

Mas Laurie Connel, investigadora da Universidade do Maine, nos Estados Unidos, que também participou no estudo, diz que os resultados das amostras recolhidas até agora não confirmam que as plantas e os animais ainda estejam a viver nas cavernas.

“Os próximos passos serão analisar mais de perto as cavernas e tentar encontrar organismos vivos. Se existirem de facto, abre a porta a um mundo novo e excitante”, explicou.

Na Antártida, explicaram os investigadores, há outros vulcões, pelo que é possível que a mesma coisa aconteça em outros desses vulcões – e que os sistemas sub-glaciais sejam comuns em todo o continente.

ZAP // BBC

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. “um vulcão ativo na Ilha Ross, da Antártida, está cercado por cavernas ocas por dentro”!!! Quando encontrarem cavernas ocas por fora, avisem. Devem ser uma raridade!

      • Na minha opinião, a correcção ainda peca por defeito. Não é necessário dizer que as cavernas são ocas. O termo “caverna” já pressupõe que é oca. Segundo a Wikipédia, uma caverna “é toda a cavidade natural rochosa com dimensões que permitam acesso a seres humanos”. Por sua vez, cavidade é “parte cavada ou vazia de um corpo sólido” -www.dicio.com.br/cavidade/

        • Caro António,
          Tem toda a razão.
          Na realidade, a incorrecção vai para além do pleonasmo, porque a fonte original usa a expressão “caves hollowed out in the ice by steam”.
          Optámos assim por alterar o texto para “cavernas cavadas no gelo pelo vapor”.
          Obrigado pelo seu reparo.

RESPONDER

A longo prazo, o distanciamento social pode até ser melhor para a economia

O isolamento social durante uma pandemia, como é o caso da covid-19, que já fez mais de 48.000 vítimas mortais por tudo o mundo, pode revelar-se melhor para a economia a longo prazo, revelou uma …

Elon Musk doou 1.000 ventiladores a hospitais (mas eram do tipo errado)

Nos últimos dias, Elon Musk, CEO da Tesla, recebeu muitos elogios por ter doado mil ventiladores a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Porém, os ventiladores não eram do …

Coronavírus pode replicar-se na boca e nariz durante uma semana antes de infetar pulmões

O coronavírus pode permanecer e replicar-se na boca e no nariz durante uma semana antes de infetar aos pulmões, à traqueia e aos brônquios, revela um estudo, que mostra igualmente que é expulso do organismo …

PSP vai utilizar câmaras portáteis em drones no estado de emergência

A PSP vai utilizar 20 câmaras portáteis de videovigilância, 18 das quais vão ser instaladas em ‘drones’, durante o estado de emergência devido à pandemia de covid-19, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna …

Em Nova Iorque, prisioneiros são usados para cavar valas comuns

Nova Iorque está a oferecer seis dólares por hora e material de proteção individual aos prisioneiros de Rikers Island que aceitem ajudar a cavar valas comuns. Projeções da Fundação Gates apontam que, em Nova Iorque, o …

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …