Cientistas desvendaram o grande segredo das borboletas-monarca

Borboleta-Monarca

O segredo da bússola interna das borboletas-monarca que lhes permite não se perderem, durante a grande viagem da migração anual, foi revelado por um grupo de cientistas norte-americanos.

Todos os anos, com o aproximar do Inverno, estas borboletas migram do norte dos Estados Unidos e do sul do Canadá rumo a uma localidade única na região central do México. Uma viagem tão grande que mais nenhum outro insecto faz.

Uma equipa de biólogos e matemáticos de várias Universidades dos EUA recriaram em laboratório o relógio interno que estas espécies usam para encontrar a direcção certa durante essa viagem.

“Elas acabam numa localidade particular no centro do México, após dois meses de voo, poupando energia e usando apenas algumas pistas. Identificamos que as pistas de entrada dependem inteiramente do Sol. Uma é a posição horizontal do Sol e a outra é manter a hora do dia. Isto dá [às borboletas] uma bússola de Sol interna para viajarem para sul ao longo do dia”, explica um dos investigadores envolvidos na pesquisa, o matemático Eli Shlizerman, da Universidade de Washington, em declarações à BBC.

Pesquisas anteriores já tinham detectado que as borboletas-monarca usavam a hora do dia e a localização do Sol para se orientarem, mas esta nova investigação, divulgada no jornal científico Cell Reports, mostra como é que a bússola interna destes insectos se organiza nos respectivos cérebros, de modo a determinar que rumem para Sul a cada Outono.

O relógio interno destas borboletas é codificado geneticamente e está centrado nas antenas e nos olhos que captam as informações e as enviam, pelos neurónios até ao cérebro.

“Criamos um modelo que incorpora esta informação – como as antenas e os olhos enviam a informação para o cérebro. O nosso objectivo era modelar que tipo de mecanismo de controle estaria em jogo dentro do cérebro e depois questionar se o nosso modelo poderia garantir uma navegação sustentável em direcção a sul”, explica o matemático no site Science Daily.

Conseguiram assim descobrir que, durante correcções de rota, no decurso da viagem, as borboletas-monarca têm uma característica única – um “ângulo de separação” no seu campo visual cuja localização muda ao longo do dia.

Este ângulo “marca o ponto onde uma borboleta tem que fazer uma rotação completa para se reorientar”, conforme se salienta no comunicado sobre a pesquisa divulgado pelo site EurekaAlert!.

Se se afastar da rota por causa de um objecto no caminho ou de uma rajada de vento, a monarca vira para qualquer que seja a direcção que não lhe permita cruzar esse ponto de separação.

E quando é hora do regresso a “casa” na Primavera, o relógio interno das borboletas simplesmente reverte a direcção. “A sua bússola aponta para o norte em vez do sul.

É um sistema simples e robusto para explicar como é que estas borboletas – geração após geração – fazem esta migração notável”, salienta Eli Shlizerman no Live Science.

No fim de contas, o que este estudo nos ensina é que “estes não são apenas animais bonitos”, mas um verdadeiro “tesouro biológico”, conforme conclui o neuro-cientista Steven Reppert, da Escola de Medicina da Universidade de Massachusetts.

SV, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Liveblog ZAP. "Há muita gente que tem medo de votar em quem quer"

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Arqueólogos desenterram (acidentalmente) ossadas com 800 anos no Peru

Os restos mortais de oito pessoas, com aproximadamente 800 anos de idade e enterrados com alimentos e instrumentos musicais na mesma câmara funerária, foram encontrados ao sul de Lima, no Peru, durante a instalação de …

Marcelo apela ao voto "por memória deste ano e meio que não esqueceremos"

O Presidente da República considerou que votar nas eleições autárquicas é mais importante do que nunca para o país recomeçar a viver e a sair das crises sanitária, económica e social. Este apelo ao voto foi …

Onde e como? Um guia para votar nas eleições autárquicas

As mesas de voto das eleições autárquicas abriram hoje às 08:00 no continente e na Madeira para a escolha dos dirigentes dos municípios e das freguesias para os próximos quatro anos. Nos Açores, as urnas abrem …

Ensino Superior: 33% dos candidatos ficaram de fora. Veja se ficou entre os colocados

Mais de 49 mil novos estudantes entraram agora para o ensino superior, tendo ficado sem colocação 33% dos candidatos à primeira fase do concurso nacional de acesso, revelam dados divulgados hoje pelo Ministério do Ensino …

Pessoas mais pobres são vistas como menos suscetíveis à dor

Um novo estudo indica que os indivíduos de classe baixa são estereotipados como insensíveis à dor física, o que pode impactar os seus cuidados médicos. “As estatísticas de saúde indicam que as pessoas ricas recebem um …

As crianças têm dez vezes mais micro-plásticos nas fezes do que os adultos

Uma equipa de cientistas da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, usou espectrometria de massa para medir os níveis de micro-plásticos compostos de policarbonato (PC) e de polietileno tereftalato (PET) presentes nas fezes crianças …

MIT desenvolve mão robótica insuflável (que devolve o tato aos amputados)

Apesar de haver membros biónicos altamente articulados, concebidos para detetar os sinais musculares residuais e imitar roboticamente os seus movimentos pretendidos, a destreza de alta tecnologia tem um custo muito alto. Recentemente, engenheiros do Massachusetts Institute …

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …