Cientistas desvendam truque de planta carnívora que usa chuva para devorar formigas

Ulrike Bauer / Bristol University

Cientistas britânicos conseguiram desvendar o truque usado por uma planta carnívora, a planta-jarro, que aproveita gotas de chuva para derrubar formigas e devorá-las.

A equipa da Universidade de Bristol descobriu que as gotas de chuva desencadeiam vibrações muito rápidas na folha da parte de cima da planta, que funciona como uma espécie de tampa para a parte de baixo. Esta tem formato de jarro e é onde as presas acabam por cair.

As vibrações derrubam as formigas da folha de cima para a folha em formato de jarro, onde elas serão consumidas pelos sucos digestivos da planta.

A descoberta, publicada na revista especializada PNAS, foi feita graças a câmaras especiais, que captam movimentos em alta velocidade, e laser para medir as vibrações.

Usando esses instrumentos, Ulrike Bauer, a investigadora que liderou o estudo, e seus colegas conseguiram registar movimentos extremamente rápidos na folha da parte de cima, depois de ela ser atingida por uma gota de chuva.

“Uma gota de chuva atinge a superfície (da folha) e isso faz com que ela se mova para baixo, rapidamente. Por causa da propriedade elástica (de mola), a folha move-se até um certo ponto e então pula de regresso”, disse.

“Há uma oscilação, muito parecida com o que acontece quando se coloca uma régua na ponta da mesa e se empurra a ponta para baixo com o dedo.”

Esse movimento é único entre as plantas, segundo Bauer. Em parte devido à velocidade, que facilmente ultrapassa a de outras plantas carnívoras que também fazem manobras para prender insectos. E em parte por causa da forma que explora uma fonte de energia externa.

“Ter um movimento rápido numa planta já é diferente, mas ter um movimento rápido no qual a planta não precisa de gastar nenhuma energia – que só requer que a planta construa a estrutura – é algo surpreendente”, disse a cientista.

A descoberta coloca essa planta carnívora, a Nepenthes gracilis, numa categoria própria: não se encaixa entre as plantas carnívoras “activas”, aquelas que se fecham em volta do insecto, e nem entre as carnívoras “passivas”.

Um factor importante para a armadilha da planta-jarro funcionar é a rigidez da folha da parte de cima. Quando a equipa estudou outras espécies, que capturam formigas usando apenas a borda escorregadia da sua armadilha, descobriu que a folha que funcionava como tampa era mais flexível.

“A aceleração concentra-se na ponta. Se tentar saltar do meio de um trampolim, não será muito eficaz. É por isso que os atletas andam até à ponta”, disse Ulrike Bauer.

Sob essa perspectiva, a folha rígida da Nepenthes gracilis está perfeitamente adaptada, pois espalha o movimento e o perigo para a presa.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Justiça impede Isabel dos Santos de receber dividendo da NOS. Mas não é a única afetada

A Sonaecom anunciou este sábado que o tribunal decidiu proceder ao arresto preventivo de 26,075% do capital social da NOS, na sequência da publicação de notícias sobre esquemas alegadamente fraudulentos que envolvem a empresária angolana …

Há animais marinhos capazes de matar vírus na água

Há animais marinhos que conseguem absorver partículas virais ao filtrar a água do mar em busca de oxigénio e alimentos. As esponjas do mar e os caranguejos são particularmente eficientes. Apesar de a humanidade já ter …

O maior avião do mundo vai ser uma plataforma de lançamento para veículos hipersónicos

A empresa que criou o maior avião do mundo, que apenas voou uma vez, encontrou uma nova funcionalidade para a aeronave: será usado como plataforma de lançamento para veículos hipersónicos, o que poderá revolucionar a …

Sondas da missão a Mercúrio vão passar pela Terra (e vão ser visíveis a olho nu)

A missão conjunta europeia e japonesa BepiColombo está a caminho de Mercúrio. Porém, para chegar lá, terá de passar novamente pela Terra. Este evento acontecerá em 10 de abril e as pessoas nas latitudes do sul …

Xiaomi lança máscara elétrica que carrega via USB

A pandemia de Covid-19 tem impulsionado o surgimento de alguns recursos melhorados para fazer face ao combate do novo coronavírus. É o caso da nova máscara de esterilização elétrica da Xiaomi, que carrega via USB. A …

Em paradeiro incerto, ministra da Guiné-Bissau diz correr perigo de vida

Ruth Monteiro, ministra da Justiça e dos Negócios Estrangeiros no Governo da Guiné-Bissau deposto no golpe do dia 27 de fevereiro, está em parte incerta e diz correr perigo de vida. De acordo com o semanário …

Ovelhas e bactérias estão a ajudar a combater o coronavírus

Anticorpos que podem ajudar a combater o SARS-CoV-2, o vírus que causa a covid-19, estão a ser testados em ovelhas. Estes podem ser usados para desenvolver testes de diagnóstico. O SARS-CoV-2, o vírus que causa a …

Marcelo sai uma vez por semana, usa máscara e luvas nas compras (e passa a Páscoa em Belém)

O Presidente da República afirmou este sábado que, para se proteger do surto de covid-19, só sai em trabalho uma vez semana, usa máscara nas compras e vai passar a Páscoa confinado no Palácio de …

A procura por sumo de laranja está a disparar (e a culpa é do coronavírus)

A procura por sumo de laranja tem disparado nos últimos tempos, muito devido à pandemia de covid-19. As pessoas querem reforçar o seu sistema imunitário. Já quase ninguém está indiferente à ameaça da pandemia de covid-19, …

Nove pessoas com covid-19 curadas após receberem plasma de doentes recuperados

Pelo menos nove pessoas internadas nos cuidados intensivos em Itália com covid-19 já foram curadas, depois de receberem plasma de pacientes recuperados. De acordo com o jornal italiano Corriere della Sera, os doentes receberam o plasma …