Cientistas desvendam o mistério da estranha “minhoca marciana”

Stanton F. Fink / FunkMonk / Wikimedia

Representação do artista Stanton F. Fink da Hallucigenia sparsa

Representação do artista Stanton F. Fink da Hallucigenia sparsa

Uma minhoca com pernas e espinhos encontrou, finalmente, o seu lugar na cadeia evolutiva.

Durante anos, os fósseis deste animal pré-histórico inquietavam cientistas, que não conseguiam encontrar nenhuma evidência que explicasse a relação do seu processo evolutivo com o de com qualquer outro animal da mesma época – 500 milhões de anos atrás – ou da era moderna.

A sua aparência parece ser produto de uma alucinação, o que explica o seu nome científico: Hallucigenia sparsa.

Este animal assemelha-se a um verme, mas tem pernas, espinhos e uma cabeça difícil de distinguir da cauda. Uma fileira de espinhos duros nas costas e sete ou oito pares de pernas, cada uma com as suas garras.

Tudo isso num animal entre 5 a 35 mm, que vivia no fundo do oceano. Por estas razões, era considerado como uma espécie “marciana”.

Os seus restos fossilizados foram identificados no final da década de 1970. Agora, pela primeira vez, cientistas confirmam a sua ligação a um grupo de animais modernos.

Investigadores da Universidade de Cambridge, na Grã-Bretanha, descobriram um parentesco com vermes que vivem em florestas tropicais (Onychophora), descreveram, numa pesquisa publicada na revista Nature.

A pista estava num detalhe: as pequenas garras. “As peculiares garras do Hallucigenia são a evidência que resolveu um longo e intenso debate no campo da biologia evolutiva”, disse Martin Smith, um dos autores do estudo.

Pernas ou espinhos?

O paleontólogo Simon Conway Morris identificou o estranho animal em 1977 entre fósseis encontrados nas Montanhas Rochosas do Canadá, segundo a revista New Scientist.

BBC

-

Ali, na formação geológica dos Xistos de Burgess, encontra-se um dos maiores depósitos de fósseis do período da explosão cambriana, quando apareceram pela primeira vez muitos dos principais grupos de animais do planeta, de acordo com registos fósseis.

Inicialmente, pensou-se que os espinhos do animal eram as pernas; as pernas, tentáculos; e a cabeça, a cauda.

“Pensa-se frequentemente que o grupo de animais modernos surgiu completamente formado durante a explosão cambriana”, disse Smith. “Mas a evolução é um processo gradual: a anatomia complexa de hoje surgiu passo a passo.”

Já se suspeitava que os vermes Onychophora pudessem estar relacionados com o extravagante Hallucigenia, mas até agora não havia sido encontrada qualquer evidência.

De acordo com o estudo de Smith, as pequenas garras deram a pista. Na Hallucigenia, existem capas de cutículas (semelhantes à substância dura das unhas) que são empilhadas umas dentro das outras. A mesma estrutura pode ser encontrada nas mandíbulas dos Onychophora, que são patas modificadas para mastigar.

Segundo os cientistas, esta descoberta abre um novo caminho de conhecimento sobre os artrópodes, grupo que inclui aranhas, insetos e crustáceos.

“Muitos dos estudos com base genética sugerem que os artrópodes e os vermes Onychophora estão intimamente ligados”, disse Javier Ortega Hernández, co-autor do trabalho.

“No entanto, os nossos resultados indicam que os artrópodes estão cada vez mais perto dos tardigrades, grupo de animais microscópicos mais conhecidos por serem capazes de sobreviver no vácuo do espaço e em temperaturas abaixo de zero, o que deixa o Onychophora como primos distantes”.

Ao examinar os fósseis da explosão cambriana e organismos vivos, dizem os especialistas, será possível descobrir mais sobre a origem dos animais complexos e a evolução enigmática destes seres primitivos.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Dois meses depois, Félix volta a marcar e diz que não se importa de ficar no banco

João Félix voltou a ver o seu nome na lista de marcadores após quase dois meses. O avançado disse ainda que não se importa de ficar no banco, algo que "já aconteceu no Benfica". Embora melhor …

"Homem que faz tudo". Imprensa internacional destaca reeleição de Marcelo

A imprensa internacional deu destaque, nas suas publicações online, à reeleição de Marcelo Rebelo de Sousa enquanto Presidente da República, em pleno confinamento devido à pandemia de covid-19. O espanhol El Mundo destaca que os portugueses …

Com 10 jogadores infetados, Benfica tentou adiar o jogo. Nacional recusou

O Benfica revelou que, face ao elevado número de casos covid-19 no seu plantel, tentou adiar o jogo da 15.ª jornada da Liga de futebol com o Nacional, que se disputa esta segunda-feira, mas a …

Várias pessoas foram impedidas de votar por terem nome riscado nas listas

No dia em que os portugueses saíram à rua, em contexto de pandemia, para exercer o seu direito de voto – não esquecendo os muitos milhares que já tinham votado no passado domingo –, outros cidadãos …

Lampard despedido do Chelsea. Clube já escolheu o novo treinador

O despedimento de Frank Lampard estará por horas. O Chelsea já escolheu Thomas Tuchel como novo treinador. O antigo treinador do PSG vai assumir funções assim que possível. Frank Lampard foi despedido do Chelsea esta segunda-feira. …

Arqueólogos descobrem suposta corte do primeiro imperador chinês

Uma equipa de arqueólogos acredita ter descoberto aquele que foi o palácio de Qin Shi Huang, fundador da dinastia Qin e o primeiro imperador da China. O edifício foi desenterrado na província de Xianxim, no …

Portugal perde com a França e diz adeus ao Mundial de andebol

A seleção portuguesa de andebol falhou o apuramento para os quartos de final do Mundial, no Egito, ao perder por 32-23 com a França, em encontro da terceira jornada do Grupo III da Ronda Principal. Portugal, …

Garcia de Orta com taxa de ocupação de 309%. Intensivos do Hospital da Luz no limite

O Hospital Garcia de ​​​​​​​Orta, em Almada, estava, este domingo, com uma taxa de ocupação de 309% relativamente ao que previa o plano de contingência. O Hospital da Luz, em Lisboa, continua a debater-se com …

Governo manda preparar aulas à distância. Há 700 escolas para filhos de trabalhadores de serviços essenciais

O Ministério da Educação já deu instruções aos estabelecimentos de ensino para começarem a preparar as aulas à distância. Enquanto isso, há cerca de 700 escolas de acolhimento disponíveis para receber os filhos de trabalhadores …

Cientistas perceberam finalmente como é que as borboletas voam

Há muito tempo que os cientistas se questionam como é que as borboletas voam. Isto porque, em comparação com outros animais, têm asas invulgarmente curtas, largas e grandes em relação ao tamanho do seu corpo. Mas …