Cientistas descobriram o “primo” mais velho dos dinossauros

Foi descoberta uma nova espécie de animal pré-histórico que viveu durante o Período Triássico, isto é, antes dos dinossauros e que é o parente mais velho já conhecido destes grandes animais extintos.

Baptizado Teleocrater rhadinus, esta nova espécie de carnívoros de grande porte foi extinta antes do aparecimento dos dinossauros. Viveram há mais de 245 milhões de anos, durante o chamado Período Triássico, e surgem na árvore genealógica dos dinossauros como seus primos.

Estas criaturas teriam aproximadamente entre 2 a 3 metros de comprimento, caudas e pescoço longos e caminhavam sobre as quatro patas, como os crocodilos – um dado surpreendente que altera a ideia que os paleontólogos tinham sobre os ancestrais dos dinossauros.

Acreditava-se até agora, que os antepassados dos dinossauros seriam uma espécie de galinhas pré-históricas, caminhando sob duas patas. Mas os vestígios fósseis encontrados na Tanzânia, por investigadores da Universidade Virginia Tech, nos EUA, mudam completamente essa ideia.

O “T. rhadinus e os seus parentes são os primeiros membros conhecidos do ramo de pássaros dos arcossauros”, explica a Fundação Nacional de Ciência (NSF na sigla original em inglês) dos EUA, que financiou a investigação, num comunicado.

Os arcossauros são um grupo de répteis que viveu há mais de 235 milhões de anos, formado pelo ramo dos dinossauros, que inclui as aves, e pelo dos crocodilos.

O T. rhadinus surge logo antes dos arcossauros, sendo então, parente directo dos dinossauros, apesar de a sua aparência ser mais semelhante a um crocodilo dos dias de hoje.

Sterling Nesbitt, paleobiólogo da Virginia Tech, que esteve envolvido na investigação, fala de uma descoberta “única na vida”.

Já a directora de programa da Divisão de Ciências da Terra da NSF que patrocinou a pesquisa, Judy Skog, considera que a nova descoberta “lança luz sobre a distribuição e a diversidade dos ancestrais dos crocodilos, dos pássaros e dos dinossauros”.

Mais do que isso, “indica que as origens dos dinossauros devem ser reexaminadas, agora que sabemos mais sobre a completa história e os traços destes ancestrais primitivos”, acrescenta Judy Skog, citada no site da NSF.

A investigação foi publicada no jornal científico Nature e ilustra a análise científica feita aos fósseis encontrados em 2015, na Tanzânia.

Os primeiros vestígios do T. rhadinus foram encontrados em 1933, mas só foram devidamente estudados em 1950. Contudo, na altura, não foi possível apurar se estaríamos perante um parente próximo dos crocodilos ou dos dinossauros.

Em 2015, descobriram-se ossos do tornozelo e de outras partes do esqueleto e foi assim que se conseguiu concluir que se trata de um familiar directo dos dinossauros, cuja aparência está, curiosamente, mais próxima dos crocodilos do que dos grandes animais já extintos.

SV, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Tondela vs Benfica | Pizzão em goleada na Beira Alta

O Benfica conseguiu a maior goleada da sua temporada fora de casa. Na deslocação a Tondela, os “encarnados” venceram por claros 5-1, numa noite de grande inspiração de Pizzi – estreou-se a marcar esta época …

Turquia quer abrir embaixada na parte oriental de Jerusalém como capital palestiniana

O presidente da Turquia disse, este domingo, que o país planeia abrir uma embaixada em Jerusalém Oriental como capital de um futuro Estado palestiniano, depois dos EUA terem reconhecido Jerusalém como capital de Israel. “Já declarámos …

Sporting vs Portimonense | Leão sereno soma e segue

O Sporting subiu ao primeiro lugar da tabela na Liga NOS, de forma provisória, ao vencer, por 2-0, o Portimonense, em Alvalade. A equipa liderada por Jorge Jesus soube contrariar as adversidades impostas por um Portimonense …

Isabel dos Santos usou dinheiro da Unitel para controlar a Zon e criar a NOS

A empresária angolana utilizou dinheiro da maior operadora móvel do país para comprar ações da Zon e realizar a fusão entre a Zon e a Optimus, criando a NOS.  Segundo o Público, entre maio de 2012 …

Empresas de autocarro e comboio de acidente em França com versões contraditórias

A condutora do autocarro que, na quinta-feira, colidiu com um comboio, no sudoeste de França, diz que as cancelas da passagem de nível estavam levantadas quando atravessou a linha, mas a companhia ferroviária afirma o …

Santana Lopes "está a fazer as mesmas trapalhadas que fazia em 2004"

O antigo presidente da Câmara do Porto diz que, relativamente à questão dos debates na televisão, o rival à liderança do PSD só está a mostrar que continua "a fazer exatamente as mesmas trapalhadas que …

Equipa de Trump acusa Mueller de ter obtido milhares de emails ilegalmente

O Procurador Especial que investiga a interferência russa nas eleições presidenciais dos EUA em 2016 obteve de forma ilegal "dezenas de milhares de emails", segundo um advogado da equipa de transição de Donald Trump. Numa carta …

6 meses depois, ainda há quem pergunte pela "estrada da morte"

O chamado "turismo da desgraça" ainda persiste pela zona de Pedrógão Grande, mas com muito menos frequência do que nas primeiras semanas e meses após o incêndio de 17 de junho. Na estrada 236-1, seis meses …

Atentado contra igreja no Paquistão faz pelo menos 8 mortos e 30 feridos

Pelo menos oito pessoas morreram e 30 ficaram feridas, este domingo, durante um ataque suicida contra uma igreja no sudoeste do Paquistão a poucos dias do Natal, anunciou a polícia. O ataque foi perpetrado por dois …

Gravuras rupestres mostram que os cães ajudaram o Homem a sobreviver

Foram descobertas na Arábia Saudita gravuras rupestres que mostram que o Homem já caçava com cães há oito mil anos. Os cientistas continuam a tentar perceber quando e como é que começou a relação entre humanos …