Cientistas descobriram o “primo” mais velho dos dinossauros

Foi descoberta uma nova espécie de animal pré-histórico que viveu durante o Período Triássico, isto é, antes dos dinossauros e que é o parente mais velho já conhecido destes grandes animais extintos.

Baptizado Teleocrater rhadinus, esta nova espécie de carnívoros de grande porte foi extinta antes do aparecimento dos dinossauros. Viveram há mais de 245 milhões de anos, durante o chamado Período Triássico, e surgem na árvore genealógica dos dinossauros como seus primos.

Estas criaturas teriam aproximadamente entre 2 a 3 metros de comprimento, caudas e pescoço longos e caminhavam sobre as quatro patas, como os crocodilos – um dado surpreendente que altera a ideia que os paleontólogos tinham sobre os ancestrais dos dinossauros.

Acreditava-se até agora, que os antepassados dos dinossauros seriam uma espécie de galinhas pré-históricas, caminhando sob duas patas. Mas os vestígios fósseis encontrados na Tanzânia, por investigadores da Universidade Virginia Tech, nos EUA, mudam completamente essa ideia.

O “T. rhadinus e os seus parentes são os primeiros membros conhecidos do ramo de pássaros dos arcossauros”, explica a Fundação Nacional de Ciência (NSF na sigla original em inglês) dos EUA, que financiou a investigação, num comunicado.

Os arcossauros são um grupo de répteis que viveu há mais de 235 milhões de anos, formado pelo ramo dos dinossauros, que inclui as aves, e pelo dos crocodilos.

O T. rhadinus surge logo antes dos arcossauros, sendo então, parente directo dos dinossauros, apesar de a sua aparência ser mais semelhante a um crocodilo dos dias de hoje.

Sterling Nesbitt, paleobiólogo da Virginia Tech, que esteve envolvido na investigação, fala de uma descoberta “única na vida”.

Já a directora de programa da Divisão de Ciências da Terra da NSF que patrocinou a pesquisa, Judy Skog, considera que a nova descoberta “lança luz sobre a distribuição e a diversidade dos ancestrais dos crocodilos, dos pássaros e dos dinossauros”.

Mais do que isso, “indica que as origens dos dinossauros devem ser reexaminadas, agora que sabemos mais sobre a completa história e os traços destes ancestrais primitivos”, acrescenta Judy Skog, citada no site da NSF.

A investigação foi publicada no jornal científico Nature e ilustra a análise científica feita aos fósseis encontrados em 2015, na Tanzânia.

Os primeiros vestígios do T. rhadinus foram encontrados em 1933, mas só foram devidamente estudados em 1950. Contudo, na altura, não foi possível apurar se estaríamos perante um parente próximo dos crocodilos ou dos dinossauros.

Em 2015, descobriram-se ossos do tornozelo e de outras partes do esqueleto e foi assim que se conseguiu concluir que se trata de um familiar directo dos dinossauros, cuja aparência está, curiosamente, mais próxima dos crocodilos do que dos grandes animais já extintos.

SV, ZAP //

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

-

Picada de carraça pode provocar alergia a carne

Com o início do verão, os médicos norte-americanos estão a observar cada vez mais casos de uma rara alergia a carne relacionada com uma picada do carraça estrela solitária- que provoca comichão, inchaço na pele …

Amazon Prime Air Drone

Amazon quer construir "colmeias gigantes" para drones

No passado dia 22 de junho, a Amazon, a gigante do comércio eletrónico, apresentou uma patente para a construção de torres, que se assemelham a colmeias gigantes, capazes de abastecer drones para entrega de produtos. Há …

-

EUA aprovam por lapso projecto-lei que permite às mulheres grávidas matar

No estado americano de Nova Hampshire, deputados republicanos aprovaram por lapso um projecto-lei que permite às mulheres grávidas cometerem homicídios sem qualquer punição. O caso aconteceu na sequência de uma formulação imprecisa no texto do projecto-lei, …

Um objeto de massa planetária, do tamanho de Marte, seria suficiente para produzir as perturbações observadas na distante Cintura de Kuiper.

Objeto misterioso do tamanho de Marte esconde-se no limite do Sistema Solar

Segundo um grupo de astrónomos, um "objeto de massa planetária" desconhecido, ainda por identificar, pode esconder-se nos confins do nosso Sistema Solar. Este objeto será diferente - e também muito mais próximo - do denominado …

Rescaldo do incêndio em Valongo, Pedrogao Grande

Uma semana depois, incêndio de Pedrógão Grande dado como extinto

O incêndio de Pedrógão Grande foi dado como extinto este sábado, a meio da tarde, uma semana depois de ter deflagrado, estando ainda no local cerca de 570 operacionais, segundo fontes da Proteção Civil. "O incêndio …

-

Parlamento britânico foi alvo de um ataque informático

O Parlamento britânico foi alvo na sexta-feira à noite de um ataque informático, revelou hoje o político liberal democrata Chris Rennard, elemento da Câmara dos Lordes (câmara alta), através da rede Twitter. Como consequência, segundo avançou …

-

Seis mortos em deslizamento de terra na China e mais de 100 desaparecidos

Pelo menos seis pessoas morreram num deslizamento de terras na província de Sichuan, no sudoeste da China, e mais de 100 permanecem desaparecidas, segundo os últimos dados fornecidos pelas autoridades locais. A aldeia isolada de Xinmo foi …

-

Bombeiros pedem suspensão da entrega de bens solidários

O presidente da Associação de Bombeiros Voluntários de Pedrógão Grande apelou este sábado para que as pessoas suspendam por "alguns dias" a entrega de ajuda. "É um sufoco. É muita coisa. São toneladas e toneladas de …

-

Portugal goleia Nova Zelândia em jogo de muitas poupanças

Portugal assegurou hoje o primeiro lugar do Grupo A e a passagem às meias-finais da Taça das Confederações de futebol após golear a Nova Zelândia, por 4-0, num encontro em que correu quase tudo bem …

-

Pelo menos 27 edifícios no Reino Unido têm revestimento inflamável

Os inspetores identificaram pelo menos 27 edifícios de propriedade municipal no Reino Unido que não cumprem os requisitos de segurança anti-incêndios por estarem revestidos com material inflamável, informou este sábado o Governo. O Ministério que tutela …