Cientistas descobrem partícula “angelical” que é a sua própria anti-partícula

Toda a partícula fundamental no universo tem uma anti-partícula, com a mesma massa, mas carga oposta. Se uma partícula encontra a sua anti-partícula, as duas aniquilam-se em um flash de energia.

Desde 1937, no entanto, que os cientistas acreditam que há excepções a essa regra: certas partículas que são as suas próprias anti-partículas.

Agora, investigadores da Universidade de Stanford e da Universidade da Califórnia, ambas nos EUA, encontraram a primeira evidência forte desse tipo de partícula, que chamaram de “partícula anjo”. A pesquisa foi publicada na revista científica Science.

Férmions de Majorana

O físico Ettore Majorana foi o primeiro a realçar uma lacuna na família de partículas dos fermiões. Protões, electrões, neutrões, neutrinos e quarks são todos fermiões, e todos têm anti-partículas correspondentes. De acordo com os cálculos de Majorana, contudo, deve haver partículas que sejam as suas próprias anti-partículas.

Como não têm carga, neutrões e neutrinos mostraram-se os melhores candidatos a serem estes fermiões de Majorana. Mas desde então, já foram descobertos os anti-neutrões.  Há ainda há um grande ponto de interrogação sobre os neutrinos, mas a dificuldade das experiências científicas significa que uma resposta a esta questão ainda está a mais de uma década de distância.

Entretanto, a forma mais provável de encontrar fermiões de Majorana é estudando as ‘quasipartículas‘, ou quase-partículas. Como o nome sugere, não são partículas muito naturais, mas surgem do comportamento colectivo dos electrões.

As quasipartículas funcionam mais ou menos como bolhas numa bebida: as bolhas também surgem do “comportamento colectivo” dos produtos químicos na bebida e, embora não sejam objectos realmente independentes, possuem propriedades mensuráveis, como o tamanho, forma, etc.

A experiência

As quase-partículas podem não ocorrer fora de condições muito específicas, mas podem ser consideradas fermiões de Majorana se exibirem todas as propriedades previstas.

“A nossa equipa previu exactamente onde encontrar o fermião de Majorana e o que procurar”, explicou Shoucheng Zhang, autor principal do estudo, ao site da Universidade de Stanford. “Esta descoberta conclui uma das pesquisas mais intensivas em física fundamental, que durou exactamente 80 anos”.

Para que essas quasipartículas peculiares se manifestassem, a equipa cuidadosamente construiu sua “bebida” específica, composta de filmes finos de dois materiais quânticos.

(CC0/PD) insspirito / pixabay

A partícula será chamada de “partícula anjo” por causa do livro “Anjos e Demónios”

O resultado final mostrou ser um isolador topológico supercondutor, que permitiu que os electrões se movessem rapidamente ao longo das bordas da superfície do material, mas não pelo meio. Adicionando uma pitada de material magnético à mistura, os electrões fluíram numa direcção ao longo de uma borda, e na direcção oposta ao longo da outra.

Bingo!

Os investigadores colocaram então um imã sobre o material, o que fez com que todos os electrões diminuíssem a velocidade, parassem e alternassem a direcção.

A inversão aconteceu num movimento brusco e escalonado. As quasipartículas começaram a emergir do material aos pares, viajando pelo mesmo caminho que os electrões, mas houve uma diferença fundamental: quando pararam e mudaram de direcção, fizeram-no exactamente no meio percurso que os electrões tinham feito.

Tal acontece porque cada quasipartícula é basicamente só metade de uma partícula, uma vez que quasipartícula de cada par é perdida ao longo do caminho – e esse fenómeno era exactamente a evidência que a equipa estava à procura.

Zhang propõe que a descoberta da equipa seja chamada de “partícula anjo”, por causa do livro de Dan Brown “Anjos e Demônios”, que descreve uma bomba criada pelo encontro da matéria com a antimatéria. A longo prazo, os fermiões de Majorana poderiam ter uma aplicação prática na segurança de computadores quânticos.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Numa empresa neozelandesa só se trabalham quatro dias por semana (mas a produtividade aumentou)

Em março e abril do ano passado, uma empresa neozelandesa implementou um novo modelo laboral: trabalhar apenas quatro dias por semana. O estudo final foi publicado esta terça-feira e as conclusões mostram resultados animadores. Quase um …

Portugueses não sabem fazer queixa contra discriminação (e acham que não vale a pena)

Quase toda a gente já ouviu falar de discriminação ou crimes de ódio, mas a maioria tem dificuldade em distinguir os conceitos, desconhece o que fazer perante um caso ou a quem recorrer para fazer …

Imigrantes que entraram ilegais em Portugal terão visto desde que tenham um ano de descontos

Os imigrantes que se encontram em Portugal a trabalhar e a descontar para a Segurança Social há pelo menos 12 meses vão poder ter a autorização de residência mesmo que não tenham entrado no país …

Estudantes no Porto até aos 15 anos vão andar gratuitamente de metro e autocarro

A Câmara do Porto vai garantir passes gratuitos para residentes estudantes na cidade até aos 15 anos, complementando a medida do Governo que prevê a gratuitidade do título de transporte até aos 12 anos. O anúncio …

Ryanair e Wizz Air multadas por restrições na bagagem de mão

A autoridade da concorrência italiana aplicou nesta quinta-feira uma multa de três milhões de euros à companhia aérea Ryanair e de um milhão de euros à Wizz Air, outra low cost, pelo suplemento aplicado à …

Falta de limpeza de terrenos motivou mais de 8 mil autos de contraordenação em 2018

A Guarda Nacional Republicana (GNR) revelou esta sexta-feira que foram levantados 8.425 autos de notícia por contraordenação devido à falta de limpeza de terrenos florestais durante 2018, o que corresponde a uma média de 23 …

Venezuela. Militares disparam contra civis e fazem dois mortos e vários feridos

Confrontos na fronteira entre a Venezuela e o Brasil fizeram um morto e vários feridos esta sexta-feira. A tensão aumentou quando um grupo de cidadãos tentava manter aberta parte da fronteira sul do país. A notícia …

Telecomunicações. Pôr fim a um contrato de fidelização pode ficar mais barato

A Autoridade Nacional de Comunicações quer mudar as regras das fidelizações nos contratos com as operadores de telecomunicações. O regulador pretende que baixem os custos para os clientes. Esta é uma das propostas que a Anacom …

Rio chega à caixa de correio dos portugueses para dizer que tenta fazer diferente ("mas não é fácil")

Rui Rio escreveu uma carta aos portugueses para defender que desde que assumiu o papel de presidente do PSD tem tentado atuar em nome do interesse nacional, mas "não é fácil". "Caro concidadão." É desta forma …

Códigos misteriosos e encontros com políticos. MP passa agenda de Salgado a pente fino

Encontros com políticos, como Sócrates e Passos Coelho, e 40 reuniões com Manuel Pinho, entre códigos secretos que envolvem António Mexia, o presidente da EDP. São alguns dos dados que as agendas de Ricardo Salgado, …