Cientistas descobrem fóssil de mini-pterossauro no Canadá

Um grupo internacional de cientistas afirma ter descoberto, no Canadá, um raro tipo de pterossauro – um réptil voador do período Cretáceo, aproximadamente há 77 milhões de anos atrás – com apenas 1,5 metros de altura.

Os cientistas de Inglaterra, Estados Unidos e Canadá encontraram fósseis correspondentes a um úmero, vértebras dorsais e outros fragmentos.

De acordo com o estudo, publicado na revista científica Open Science, o novo animal tinha o tamanho de um gato, enquanto que os restantes pterossauros tinham a altura de uma girafa e, com as asas abertas, alcançavam as dimensões de um pequeno avião.

Segundo Mark Witton, um dos autores do estudo, é muito raro encontrar fósseis de pterossauros porque os seus esqueletos danificam-se facilmente depois da morte dos animais – e os pequenos pterossauros são mais raros ainda.

O novo animal terá pertencido à família dos pterossauros Azhdarchidae, um grupo de répteis voadores com as asas curtas e sem dentes, que dominou a fase final da evolução da espécie.

Vários estudos anteriores sugeriam que o período Cretáceo foi ocupado apenas por pterossauros de grandes dimensões, mas a nova descoberta indica que a diversidade desses animais era maior do que se imaginava.

“Os ossos dos pterossauros são notoriamente mal preservados e os fósseis dos animais maiores parecem ter ficado melhor preservados nos ecossistemas existentes no fim do Cretáceo. Isto sugere que a preservação de um pequeno pterossauro pode ser muito rara, mas não significa que eles não existiram”, disse Elizabeth Martin-Silverstone, uma das autoras do estudo.

Os pterossauros foram os primeiros vertebrados a desenvolver a capacidade de voar e conviveram por cerca de 100 milhões de anos com os dinossauros, até que foram extintos há mais de 60 milhões de anos.

BZR, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Deveríamos trazer estes cientistas para Portugal para averiguarem quando e quem é que roubou o ouro dos cofres do banco portugal, não pedindo muito tambem seria interessante acharem a razão pelo qual os média não falam sobre este assunto. Aguardo pelos cientistas com emoção no coração..

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …