Cientistas dão enorme passo na cura da diabetes tipo 1 com células estaminais

Os esforços pela descoberta da cura para a diabetes tipo 1 deram recentemente “um tremendo passo”, afirmaram cientistas da Universidade de Harvard.

A doença ocorre quando o sistema imunológico do corpo humano destrói as células que controlam o nível de açúcar no sangue. Uma equipa da Universidade de Harvard usou células estaminais para produzir centenas de milhares dessas células em laboratório.

Testes em ratos mostraram que estas células podem tratar a doença, procedimento que os especialistas descreveram como “potencialmente um grande avanço médico“.

As células beta produzem no pâncreas insulina, usada pelo organismo para baixar os níveis de açúcar no sangue.

Mas o próprio sistema imunológico do organismo pode voltar-se contra as células beta, as destruindo e deixando a pessoa com uma doença potencialmente fatal, pois o corpo passa a não conseguir regular o nível de açúcar no sangue.

A doença tipo 1 é bastante diferente da diabetes tipo 2, que é de incidência mais comum por ser causada por um estilo de vida pouco saudável.

Cocktail perfeito

harvard.edu

O investigador Doug Melton, da Universidade de Harvard

O investigador Doug Melton, da Universidade de Harvard

A equipa de cientistas de Harvard foi liderada por Doug Melton, que começou a sua busca pela cura da doença quando o seu filho foi diagnosticado, há 23 anos.

Mais tarde, outra filha de Melton foi também diagnosticada com a doença.

Melton está a tentar substituir cerca de 150 milhões de células beta usando células estaminais.

O professor descobriu o cocktail perfeito de agentes químicos para transformar células estaminais de embriões em células beta funcionais.

Testes feitos com ratos – cujos resultados foram publicados na revista científica Cell – mostrou que as células beta produzidas em laboratório podiam produzir insulina e controlar os níveis de açúcar no sangue durante muitos meses.

“Foi gratificante saber que podemos fazer algo que sempre acreditámos ser possível”, diz Melton.

“Estamos actualmente a um passo pré-clínico de cruzar a linha de chegada“.

Os seus filhos, porém, não se mostraram nada impressionados. “Quando eram crianças,  eu disse que ia conseguir uma cura, então eles sempre acharam que eu conseguiria”.

Mudança de rumo

Sarah Johnson, da organização beneficente JDRF, que financiou o estudo, diz à BBC que esta descoberta “não é uma cura, é um grande passo nesse caminho. É um tremendo passo em frente”.

“Substituir as células que produzem insulina e desligar a resposta imunológica que causa a diabetes é um objectivo de longo prazo”.

O professor Chris Mason, um cientista especializado em células estaminais da University College London, diz que “esta tecnologia tem que mostrar que funciona tanto na clínica quando em escala de fabrico”.

“Se isso acontecer, o impacto no tratamento da diabetes será o de uma descoberta revolucionária semelhante aos antibióticos em relação às infecções bacterianas”, diz Mason.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Ljubomir Stanisic rescindiu contrato “de forma unilateral” com a TVI

A caminho da SIC, o apresentador rescindiu o contrato com a estação de Queluz, avança a TVI. Ljubomir Stanisic tinha contrato até dezembro de 2020. “O Chef Ljubomir Stanisic rescindiu hoje [esta sexta-feira], unilateralmente, o contrato …

Netflix tem uma nova funcionalidade. Os cegos e os surdos agradecem

A nova funcionalidade da Netflix permite alterar a velocidade de reprodução dos seus filmes e séries. Esta é uma novidade bem recebida por espetadores cegos e surdos. A Netflix tem uma nova funcionalidade que permite que …

Cientistas transformam tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade

Uma equipa de investigadores descobriu como converter o pigmento vermelho dos tijolos num plástico condutor de eletricidade. Esse processo permitiu transformar os tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade. Esses supercapacitores de tijolo podem ser …

Primeiro Museu do Godzilla abre no Japão (e os visitantes podem entrar na boca do monstro)

O primeiro Museu do Godzilla do mundo está agora aberto no Japão e tem uma estátua enorme do icónico monstro, em cuja boca se pode entrar de slide. De acordo com a Newsweek, atualmente, os visitantes …

Hubble faz a primeira observação de um eclipse lunar total

Tirando vantagem de um eclipse lunar total, astrónomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para detetar ozono na atmosfera da Terra. Este método serve como um substituto de como vão observar planetas semelhantes à Terra …

Biden tem 71% de probabilidade de vencer as eleições contra Trump

Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, tem 71% de probabilidade de vencer as eleições presidenciais norte-americanas frente a Donald Trump, o atual Presidente dos Estados Unidos, aponta uma nova sondagem. A pesquisa de opinião, levada …

Barcelona 2-8 Bayern | Atropelamento histórico na Champions

Noite histórica no Estádio da Luz. Em jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern goleou o Barcelona por impensáveis 8-2 – com 4-1 em cada uma das metades. Um resultado que se tornou …

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …