Cientistas da DARPA estão a criar implantes cerebrais para restaurar memórias

(dr) Columbia Pictures

Colin Farrel protagoniza o remake de 2012 de Total Recall, baseado no livro de Phillip K. Dick.

Uma equipa de cientistas da DARPA, a Defense Advanced Research Projects Agency, está a construir implantes cerebrais que podem ser a chave para restaurar memórias perdidas – principalmente em quem tenha tido algum dano traumático cerebral ou sofra de perda de memória.

“Estamos a abrir a porta à esperança de encontrar memórias há muito perdidas”, diz o director do centro de tecnologia biológica da DARPA, Justin Sanchez.

“Estamos a tentar entender o que significa construir uma interface no sistema nervoso, e temos a tecnologia para entender o que o cérebro nos diz” explica o investigador, citado pelo Tech Insider.

Durante o Demo Day, o evento anual da DARPA, no Pentágono, Sanchez detalhou um pouco do trabalho que o seu laboratório tem feito ao longo dos últimos anos – em particular o programa de Restauração de Memória Ativa, RAM.

“Conseguimos identificar as assinaturas cerebrais que nos dizem quando é que vamos conseguir recordar uma dada memória, e quando é que teremos dificuldade em fazê-lo”, diz Sanchez.

Os resultados dos testes iniciais em humanos mostraram que é possível captar e entender os sinais do cérebro, e que um pequeno impulso eléctrico pode ajudar na formação de memórias.

Com ajuda médica, esta tecnologia poderá permitir que pessoas que sofram de perda de memória recuperem a sua capacidade de se lembrar de certos eventos.

“Podemos enviar um estímulo directo ao cérebro para facilitar a formação de uma memória, assim como a sua lembrança”, explica.

Ainda assim, a DARPA, agência que desenvolveu nos anos 70 a Arpanet, rede pioneira percursora da Internet que hoje conhecemos, está longe de começar a implantar mecanismos em seres humanos.

Para já, a agência está apenas a trabalhar nas “fundações” do projecto e a verificar se os humanos podem trabalhar com memórias simples – como factos concretos, ou listas de palavras.

Mas já esteve mais longe o mundo de “Total Recall”, sonhado por Phillip K. Dick, em que quem quisesse ir de férias às Caraíbas – ou ser um agente secreto – só tinha que comprar as respectivas memórias.

ZAP / CanalTech

PARTILHAR

RESPONDER

Violino põe em risco compromisso da Alemanha de devolver objetos saqueados pelos nazis

Um violino com 300 anos está no centro de uma disputa que ameaça minar o compromisso da Alemanha em devolver objetos saqueados pelos nazis. Ninguém sabe por que Felix Hildesheimer, um negociante de instrumentos musicais judeu, …

Consumo de álcool aumentou durante a pandemia de covid-19

Embora o consumo de álcool tenha aumentado mais entre os jovens, os adultos mais velhos, sobretudo os que sofrem de ansiedade e depressão, também revelaram estar dentro desta tendência. “O aumento do consumo de álcool, especialmente …

Alphabet diz adeus ao Loon, projeto que queria espalhar Internet através de balões

O projeto da Alphabet que tinha como objetivo levar Internet às partes mais remotas do mundo "perdeu o fôlego" e os seus responsáveis decidiram pôr-lhe um ponto final. Num comunicado divulgado na última sexta-feira, Alastair Westgarth, …

Estudo identifica cidades europeias com maior mortalidade devido à poluição do ar

Madrid, Antuérpia e Torino (em Espanha, Bélgica e Itália, respetivamente) lideram o ranking de mortes associadas à poluição por dióxido de azoto (NO2). Já a maior mortalidade atribuível a partículas finas é encontrada em cidades …

Fim do Flash Player colapsou sistema de estação ferroviária chinesa

O sistema ferroviário na cidade de Dalian, no nordeste da China, ficou paralisado por causa da desativação do programa Flash Player da Adobe. A Adobe encerrou o suporte técnico do seu player de multimédia Flash Player …

Eis o que o mundo pode aprender com o confinamento da China

O confinamento na China tem apresentado resultados excecionais no controlo da pandemia, à custa da perda de liberdade das pessoas. Ainda assim, há muito que se pode aprender com o exemplo chinês. Colocar o autoritarismo contra …

Descoberto fármaco "100 vezes mais potente" contra a covid-19 (e "nasceu" das seringas-do-mar)

Uma equipa internacional de investigadores descobriu um medicamento antiviral que é "100 vezes mais potente" do que o remdesivir no tratamento da covid-19. Trata-se de um fármaco usado para tratar um cancro sanguíneo, que só foi …

Covid-19. Fortuna das dez pessoas mais ricas pagaria vacina para toda a população mundial

A riqueza combinada dos dez homens mais ricos do mundo subiu em cerca de 540 mil milhões de dólares (445 mil milhões de euros) durante a pandemia, de acordo com um relatório da organização internacional …

Farmacêuticas pouco preparadas para próxima pandemia, alerta relatório

As maiores empresas farmacêuticas do mundo estão pouco preparadas para a próxima pandemia, apesar da crescente resposta à covid-19, alertou um relatório da Access to Medicine Foundation, divulgado esta terça-feira. Neste relatório, Jayasree K Iyer, diretora executiva …

Um em cada três infetados com covid-19 é assintomático

Investigadores sugerem, com base numa revisão de 61 estudos, que uma em cada três pessoas infetadas com o novo coronavírus é assintomática. Uma em cada três pessoas infetadas com covid-19 não sabe que tem o novo …