Cientistas criaram finalmente a “pílula do exercício”

Uma equipa de cientistas norte-americanos surpreendeu o mundo ao criar finalmente a polémica pílula que dá resistência e queima gordura sem qualquer actividade física.

Uma droga capaz de oferecer os mesmos benefícios proporcionados por uma corrida, por exemplo, é o sonho da maior parte das pessoas, e nos últimos anos várias equipas de investigadores lançaram a polémica com a promessa de uma “pílula do exercício físico”.

Mas agora esse sonho parece ter-se tornado realidade, segundo cientistas do Instituto Salk para Pesquisas Biológicas, na Califórnia, que dizem ter criado a “pílula do exercício“. A descoberta foi apresentada num artigo publicado nesta terça-feira na revista científica Cell Metabolism.

O impacto positivo de exercícios aeróbicos — como uma caminhada, corrida ou passeio de bicicleta — são bem conhecidos da ciência, mas estão, geralmente, fora do alcance de pessoas com dificuldades graves de locomoção, muito idosas ou obesas.

O problema fez com que um grupo de cientistas se interrogasse se seria possível reproduzir o efeito de uma corrida — maior resistência muscular e queimar gordura — com o simples uso de uma droga.

O objectivo foi alcançado com a utilização de um composto químico chamado GW1516, que foi administrado em doses elevadas a dois grupos de cobaias durante oito semanas.

Tanto os animais que receberam o composto como os que não o receberam — quer serviram como grupo de controle — eram tipicamente sedentários, mas todos foram submetidos a testes de resistência para avaliar quanto tempo é que poderiam correr até ficarem fisicamente esgotados.

As cobaias do grupo de controle conseguiram correr cerca de 160 minutos antes de atingirem a exaustão. Já as que receberam a droga conseguiram correr 270 minutos, um aumento de cerca de 70%.

Tal aconteceu porque a resistência dos animais aumentou, em consequência do fortalecimento muscular e de uma maior queima de gordura.

Para entender o que ocorreu em nível molecular, 975 genes tiveram sua expressão alterada em resposta ao fármaco — alguns deles tiveram expressão suprimida, e outros, aumentada.

Segundo os cientistas, os genes cuja expressão aumentou foram os que regulam a  a queima de gordura, e os genes que foram suprimidos estavam relacionados com a decomposição de hidratos de carbono para obter energia — através da transformação dos hidratos de carbono em açúcar.

Isso significa que a droga impede que o açúcar seja uma fonte de energia para o músculo durante o exercício, possivelmente para preservar o açúcar para o cérebro, o que normalmente acontece durante períodos de actividade física intensa.

A activação da queima de gordura leva mais tempo do que a queima de açúcar, razão pela qual o corpo geralmente usa a glicose – a menos que tenha uma razão convincente para não o fazer, como seja manter as funções cerebrais durante períodos de maior consumo energético.

“Este estudo sugere que queimar gordura não é um mecanismo que gera resistência, mas sim um mecanismo compensatório para conservar a glicose” diz Michael Downes, cientista sénior do Instituto Salk e co-autor do estudo.

Curiosamente, os músculos dos animais com a droga não mostram as mudanças fisiológicas que normalmente acompanham a aptidão aeróbica: mitocôndrias adicionais, mais vasos sanguíneos e uma mudança para o tipo de fibras musculares que queimam gordura em vez de açúcar.

Salk Institute / Waitt Center

Cientistas do Instituto Salk desenvolveram uma "pílula do exercício". Na foto, vista parcial de diferentes fibras musculares de cobaias sob efeito da pílula

Cientistas do Instituto Salk desenvolveram uma “pílula do exercício”. Na foto, vista parcial de diferentes fibras musculares de cobaias sob efeito da pílula

“O exercício activa a via genética que dá resistência muscular, mas estamos a mostrar que podemos fazer a mesma coisa sem realizar treino mecânico, ou seja, sem exercício físico”, diz o investigador Weiwei Fan, autor principal do estudo.

“Isso significa que podemos melhorar a nossa resistência a um nível equivalente ao de alguém que faz treino aeróbico, só que sem movermos“, diz o cientista.

Estas são notícias fantásticas para todos os que odeiam ir no ginásio mas querem ficar em boa forma física. Falta apenas que os cientistas inventem agora a “pílula do convívio“.

PARTILHAR

RESPONDER

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …

Jovem norte-americano despistou-se e caiu ao rio. Siri chamou os bombeiros

Um jovem norte-americano estava a caminho da universidade quando perdeu o controlo do carro, que derrapou sobre gelo, e foi parar ao rio Winnebago. Como não conseguiu encontrar o seu telemóvel, recorreu à Siri para …

Basta uma máscara impressa para enganar os sistemas de reconhecimento facial

Especialistas da empresa de inteligência artificial Kneron testaram sistemas em três continentes e vários falharam. O reconhecimento facial é, cada vez mais, um método de controlo e de segurança encarado como credível e, inclusivamente, usado …

Pandit olha para as vacas como família e quer produzir "leite ético" para vegans

Um agricultor nos Estados Unidos quer produzir "leite ético" para vegans, mantendo como prioridade o bem-estar e a saúde das vacas. Ultimamente, o consumo de leite tem sido posto cada vez mais em causa. Não só …

Jogadores do Arsenal doam um dia de salário para ações solidárias

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de Natal. Os elementos técnicos também entraram na iniciativa, que prevê, ainda, a doação da receita do próximo …

Turismo, indústria e energia fazem do Norte região que mais cresceu em 2018

O Norte foi a região portuguesa que mais cresceu em 2018, com um aumento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,9%, impulsionado pelo turismo, indústria e energia, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística …

Um milhão de assinaturas contra sátira de Natal da Porta dos Fundos

A petição online contra o filme “Especial de Natal: A Primeira Tentação de Cristo”, uma sátira da produtora brasileira Porta dos Fundos, exibido na Netflix, conta com mais de um milhão de assinaturas. Lançada na semana …

Sondagem: 81% dos brasileiros defende continuidade da operação Lava Jato

Uma sondagem aponta que 81% dos brasileiros consideram que a investigação levada a cabo pela Lava Jato, maior operação contra a corrupção no país, ainda não cumpriu o seu objetivo e que deve continuar. A sondagem, …