China não está a conseguir macacos de laboratório suficientes para responder à procura da comunidade científica

A proibição do comércio de animais selvagens e o crescimento da investigação científica estão a causar uma escassez de macacos de laboratório na China.

A oferta cada vez menor de macacos de laboratório, amplamente usados em testes e investigação de medicamentos e vacinas, fez com que os seus preços na China quadruplicassem em apenas dois anos, passando de 1900 para 7600 euros, contam os media chineses.

Em declarações à revista Vice, Zhang Wen, proprietário de uma empresa de criação de macacos no leste do país asiático, disse que as centenas de macacos que consegue “produzir” num ano já foram todas reservadas por instituições de pesquisa, mesmo antes de os animais chegarem à idade adulta. Wen disse ainda que já teve de recusar ofertas de muitos outros compradores.



Uma das principais causas para esta escassez foi a proibição do comércio de animais selvagens, imposta em janeiro de 2020 por Pequim como parte dos esforços para reprimir estes negócios, que vários cientistas relacionaram à atual pandemia. Com esta medida, a importação e exportação de macacos de laboratório também parou.

Segundo a mesma publicação, esta proibição fez parar o fornecimento de macacos de laboratório da própria China, uma vez que a maioria das espécies de primatas adequadas para pesquisa, como o macaco-cinomolgo, são nativas do Sudeste Asiático.

A China costumava ser um grande exportador de macacos de laboratório para os Estados Unidos, que usa mais estes animais do que qualquer outro país do mundo. Depois de o gigante asiático ter interrompido as suas exportações, investigadores norte-americanos começaram a chamar a atenção para a escassez destes animais, o que impedia a pesquisa sobre o novo coronavírus.

Tal como explica a Vice, os macacos são os animais preferidos no estudo de doenças ou medicamentos devido à sua semelhança com os humanos.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Casos disparam: 1350 novas infeções e seis óbitos

Nas últimas 24 horas, houve 1.350 novos casos positivos de covid-19 e morreram seis pessoas, segundo os dados do boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). Portugal registou 1.350 novos casos e seis óbitos por covid-19 …

Parlamento vai ouvir Medina e ministro dos Negócios Estrangeiros

Fernando Medina e Augusto Santos Silva vão ser ouvidos no Parlamento sobre o caso da partilha de dados pessoais de ativistas russos. O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, e o ministro dos Negócios …

Mudanças na lei laboral podem prejudicar a retoma, avisa Centeno

É crucial para a retoma que haja "estabilidade e previsibilidade na legislação laboral", de forma a estimular o investimento empresarial e o crescimento económico, afirmou esta quarta-feira o governador do Banco de Portugal (BdP), Mário …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Von der Leyen dá luz verde ao Plano de Recuperação e Resiliência português. E "não é por acaso"

O primeiro-ministro, António Costa, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciaram esta quarta-feira que o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) foi aprovado por Bruxelas.  A presidente da Comissão Europeia, Ursula von …

Kim Jong-un reconhece que país enfrenta "situação de tensão alimentar"

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, reconheceu que o país está a enfrentar uma "situação de tensão alimentar", informaram hoje os meios de comunicação oficiais. O país, cuja economia é alvo de múltiplas sanções internacionais impostas em …

Iniciativa Liberal apoia recandidatura de Rui Moreira à Câmara do Porto

A Iniciativa Liberal vai apoiar a recandidatura de Rui Moreira à Câmara do Porto nas próximas eleições autárquicas, considerando “inquestionável a mudança e o desenvolvimento” da cidade desde que o independente assumiu a presidência do …

Comissária europeia diz que variante Delta “diminui” proteção da vacina

A comissária europeia para a Saúde disse esta terça-feira que estão a surgir provas que demonstram que a variante Delta do coronavírus SARS-CoV-2 “diminui a força do escudo protetor” criado pelas vacinas, instando à aceleração …

DGS diz que demora de conclusões sobre eventos-piloto não é por erro técnico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) rejeitou, esta terça-feira, que tenha havido erro técnico no tratamento de dados dos eventos-piloto da Cultura, ocorridos em abril e maio, mas admitiu que o processo está demorado. Numa declaração enviada …

Governo quer fazer alterações na duração de cargos de dirigentes

As mudanças que estão a ser preparadas passam por reduzir a duração dos cargos em substituição e, por outro lado, pelo ajustamento do período das comissões do serviço em função da avaliação. Segundo o Jornal de …

Responsável pelas manifestações em Lisboa é coordenador no Gabinete de Apoio à Presidência da CML

O responsável pelas manifestações na cidade de Lisboa é coordenador técnico no Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara liderada por Fernando Medina. De acordo com o semanário Expresso, António Santos tem sido, nos últimos …