O nosso cérebro não aceita que vamos morrer

Os cientistas acreditam que o nosso cérebro está programado para nos impedir de pensar nas nossas próprias inevitáveis mortes.

O cérebro, de acordo com os investigadores, processa informações sobre a morte como algo mais provável de acontecer a outras pessoas do que a nós próprios.

Quando nos deparamos com a perspetiva de falecer, a nossa atividade cerebral parece mudar para nos proteger dessa ameaça existencial, explicaram os cientistas ao jornal britânico The Guardian.

Para investigar o processo que os cientistas chamam de “mecanismo protetor”, os autores do estudo, que será publicado na revista especializada NeuroImage, conectaram os participantes a um monitor cerebral e pediram para olhar para uma tela onde uma série de rostos aparecia. As imagens eram acompanhadas de palavras, incluindo vocabulário relacionado com a morte, como “enterro” ou “funeral”.

Os participantes viram o seu próprio rosto e a cara de um estranho várias vezes, antes de serem confrontados com um novo rosto inesperado, na tentativa de chocar o cérebro.

Quando viram o seu próprio rosto ao lado de uma palavra relacionada com a morte, a atividade na área do cérebro associada à previsão diminuiu. Os cientistas acreditam que isto se deve ao facto de que os cérebros querem evitar ligar o seu “eu” à morte.

Yair Dor-Ziderman, da Universidade Bar Ilan, em Israel, e co-autor do estudo, disse ao mesmo jornal britânico que “o cérebro não aceita que a morte esteja relacionada connosco”. “Temos esse mecanismo primordial que significa que, quando o cérebro obtém informações que se vinculam à morte, algo nos diz que não é confiável, por isso não devemos acreditar”, explicou.

Dor-Ziderman argumentou que a compreensão de que um dia morreremos “vai ao encontro a essência de toda a nossa biologia, o que nos está a ajudar a permanecer vivos”.

O também co-autor do estudo Avi Goldstein disse ao The Guardian que estes resultados sugerem que “nos protegemos das ameaças existenciais ou de pensar conscientemente sobre a ideia de que vamos morrer, fechando as previsões sobre o eu ou categorizando as informações como sendo sobre outras pessoas e não sobre nós“.

Arnaud Wisman, psicólogo na Universidade de Kent, disse que as pessoas usam inúmeras defesas para afastar os pensamentos de morte. Os jovens em particular podem vê-lo como um problema para outras pessoas.

O seu próprio trabalho descobriu que, nas sociedades modernas, as pessoas adotavam o que ele chama de “passadeira de fuga”, onde trabalhar, ir a bares, passar tempo a olhar para o telemóvel e comprar cada vez mais coisas significavam que as pessoas estavam demasiado ocupadas para se preocupar com a morte.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Do pó da Terra nós viemos ao pó retornaremos, mas para estar com Senhor. Só Jesus salva a nossa alma, ele morreu por nós. Para nós deixar o direito da salvação e da vida eterna ao lado de Deus nosso pai. Deus abençoe a todos

  2. Isso acontece porque foi o Senhor Deus que pôs na mente do homem a idéia da eternidade (Eclesiastes 3:11). Grande parte das descobertas científicas encontram-se descritas na Palavra do Criador.

    • “Grande parte das descobertas científicas encontram-se descritas na Palavra do Criador.”
      A sério?!
      E onde estão esses escritos?
      Enfim…
      Os charlatões das religiões continuam a fazer vítimas entre os mais “limitados”!…

  3. não aceito seres invisiveis e não existentes como meu criador. tontinhos são aqueles que se regem por palavras vãs de um livro que só é comercializado para manter a infraestrutura de uma comunidade ridicula e chula

  4. O ser humano é um animal de hábitos. Habituámo-nos a viver e depois não nos queremos desabituar, ou seja, morrer. O nosso cérebro não é parvo.

RESPONDER

Akon ainda não construiu a "Wakanda da vida real", mas o Uganda já lhe está a dar terrenos para a segunda

O artista de R&B Akon ainda não concretizou a sua visão ambiciosa de uma cidade “futurística” alimentada por uma criptomoeda chamada “Akoin” e construída num terreno que lhe foi dado pelo governo senegalês. Contudo, o …

O Budismo é a religião da paz. E não foi por acaso que conseguiu esta reputação

No ocidente, muitas pessoas associam o budismo à paz. No entanto, os budistas têm vindo a envolver-se em conflitos violentos desde o surgimento da religião. Num artigo assinado no The Conversation, Nick Swann, professor de Estudos …

Nikolai Glushkov. Exilado crítico de Putin morto em 2018 em Londres foi estrangulado

O exilado russo e crítico de Putin, Nikolai Glushkov, que foi encontrado morto e, 2018 na sua própria casa em Londres, no Reino Unido, foi estrangulado. O empresário Nikolai Glushkov, que criticava o presidente russo Vladimir …

Ivo Rosa levanta arresto a casa da rua Braamcamp e apartamento de Paris (e já há uma petição para o afastar)

O apartamento da rua Braamcamp, em Lisboa, onde residia o ex-primeiro-ministro José Sócrates, o Monte das Margaridas e a casa em Paris de Carlos Santos Silva deixaram de estar arrestadas na Operação Marquês por decisão …

O novo castelo da Disney em Hong Kong é uma celebração da diversidade

O novo castelo da Disney, no parque temático de Hong Kong, quer celebrar a diversidade, homenageando não apenas uma das suas princesas, mas várias. Walt Disney morreu há 55 anos e, desde então, muita coisa mudou. …

Vacinas (ainda) não são o princípio do fim. Sociólogo prevê que demorará anos a limpar “destroços” da covid-19

O médico e sociólogo norte-americano Nicholas Christakis defende, em entrevista à agência Lusa, que as vacinas não são ainda o princípio do fim da pandemia, considerando que demorará anos a limpar “os destroços” da covid-19. “Somos …

Jornalista grego especializado em crime assassinado a tiro. Primeiro-ministro pede rapidez na investigação

Um jornalista grego especializado em assuntos criminais foi esta sexta-feira morto por desconhecidos em frente da sua casa em Alimos, nos subúrbios de Atenas, anunciou fonte policial. Giorgos Karaïvaz, jornalista da televisão privada grega Star, foi …

Após 5 meses, alguns Boeing 737 MAX terão de voltar a ficar em terra. Há um "possível problema elétrico"

Cinco meses após voltar a voar após dois acidentes fatais, a Boeing voltou a pedir aos seus clientes que imobilizassem algumas das suas aeronaves para corrigir um "possível problema elétrico". De acordo com a AFP, esta …

25 de Abril marca revolução na linha do Minho. CP vai pôr a circular comboios eléctricos

Os comboios eléctricos vão começar a circular na linha do Minho, nos serviços inter-regional e regional, no próximo dia 25 de Abril. Além disso, o comboio Intercidades também vai chegar a Valença. Estas novidades constituem uma …

Em homenagem ao príncipe Filipe, salvas de canhão ouviram-se em todo o Reino Unido (e Buckingham encheu-se de flores)

Salvas de tiros de canhão foram disparadas este sábado ao meio-dia em todo o Reino Unido em homenagem ao príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II, que morreu na sexta-feira aos 99 anos. A partir da …