O nosso cérebro cria um ritmo respiratório único a cada respiração (e já sabemos como)

A respiração rege tudo o que fazemos, mas o seu ritmo não é cuidadosamente organizado pelas nossas células cerebrais. A cada respiração, surge um grupo desordenado de neurónios, como se fossem um solista a cantar a sua própria música. Só depois se juntam à banda, para harmonizar a melodia. Ou, neste caso, a respiração.

De acordo com um novo estudo levado a cabo por uma equipa de cientistas da UCLA e publicado na edição online da Neuron, o ritmo da nossa respiração não é cuidadosamente organizado pelas células cerebrais.

“Ficamos surpreendidos ao saber que a forma como as nossas células cerebrais trabalham em conjunto para gerar ritmo respiratório é diferente de todas as vezes que respiramos”, explicou o autor Jack Feldman, professor de neurobiologia da David Geffen School of Medicine da UCLA. “Cada respiração é como uma nova música com a mesma batida.”

Os cientistas analisaram uma pequena rede de neurónios – o complexo preBötzinger – depois de haver indícios de que esta região era o principal condutor do ritmo respiratório no cérebro. Em 2015, o laboratório de Jack Feldman descobriu que níveis surpreendentemente baixos de atividade no complexo preBötzinger estavam a impulsionar o ritmo da respiração.

Mas a descoberta de há cinco anos deixou um enigma no ar: como é que estas pistas geravam um ritmo respiratório infalível, cujo fracasso significa morte? Para responder a esta pergunta, a equipa estudou partes de tecido cerebral de ratos e isolou meticulosamente os neurónios do complexo pré-Bötzinger do tronco cerebral.

Ao registar a atividade elétrica das células num prato, a equipa conseguiu detetar as “conversas” dos neurónios com os vizinhos. Segundo o investigador Sufyan Ashhad, líder da investigação, a atividade dos neurónios assemelhava-se a uma banda, cujos membros cantavam uns sobre os outros, sem um maestro para organizar a composição musical.

Cada respiração, explica o EurekAlert, começa quando centenas de neurónios individuais disparam aleatoriamente em níveis baixos, sendo sincronizados posteriormente. O esforço sincronizado solicita uma explosão de atividade que sinaliza a contração dos músculos do diafragma e do tórax, causando a expansão deste último. De seguida, o ar entra e enche os pulmões para inalação.

À medida que o sinal diminui, o peito empurra o ar para fora dos pulmões para proceder à expiração. O ciclo repete-se, criando desta forma o ritmo da respiração. “Tendo em conta a confiabilidade da respiração, ficamos surpreendidos ao descobrir que os neurónios movem-se para sincronizar e gerar um ritmo que é diferente a cada ciclo respiratório”, disse Feldman.

A respiração é subjacente a todos os aspetos da função cerebral. Estes resultados A podem sugerir novas abordagens para o tratamento de distúrbios respiratórios em crianças autistas e de apneia do sono.

Além disso, compreender de que forma o ritmo da respiração é gerado também pode ajudar os cientistas a combater o aumento da taxa de mortalidade pelo uso de opióides, que suprimem a capacidade do cérebro de regular a respiração.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …

Especialistas alemães consideram que país já está a ter uma segunda vaga

Especialistas alemães consideram que o país já está a passar por uma segunda vaga de covid-19, ainda que não seja comparável à primeira. De acordo com o sindicato dos médicos Marburger Bund, o país já está …

Governo garante que julho foi o mês com mais testes à covid-19

O mês de julho registou o maior número de testes à covid-19, totalizando 431.178 rastreios e uma média diária de 13.909, revelou, esta quarta-feira, a secretária de Estado da Saúde. Na conferência de imprensa para fazer …

Imprensa chinesa acusa EUA de "abuso de poder" para roubar TikTok

Um jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC) acusou esta quarta-feira os Estados Unidos (EUA) de "abusarem do seu poder" para "roubarem" o TikTok, ao forçarem a venda da aplicação de vídeos detida pela empresa …

"Poder militar supremo". Duas semanas de estado de emergência em Beirute

O Governo libanês decretou, esta quarta-feira, o estado de emergência por duas semanas em Beirute, na sequência das explosões no porto da capital. O último balanço feito pelo Governo aponta para 135 mortos. Pelo menos 135 …

43% dos restaurantes pondera avançar para insolvência

Cerca de 43% das empresas de restauração e bebidas e de 17% do alojamento turístico ponderam avançar para insolvência, informa o mais recente inquérito mensal da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP). "No …