O nosso cérebro cria um ritmo respiratório único a cada respiração (e já sabemos como)

A respiração rege tudo o que fazemos, mas o seu ritmo não é cuidadosamente organizado pelas nossas células cerebrais. A cada respiração, surge um grupo desordenado de neurónios, como se fossem um solista a cantar a sua própria música. Só depois se juntam à banda, para harmonizar a melodia. Ou, neste caso, a respiração.

De acordo com um novo estudo levado a cabo por uma equipa de cientistas da UCLA e publicado na edição online da Neuron, o ritmo da nossa respiração não é cuidadosamente organizado pelas células cerebrais.

“Ficamos surpreendidos ao saber que a forma como as nossas células cerebrais trabalham em conjunto para gerar ritmo respiratório é diferente de todas as vezes que respiramos”, explicou o autor Jack Feldman, professor de neurobiologia da David Geffen School of Medicine da UCLA. “Cada respiração é como uma nova música com a mesma batida.”

Os cientistas analisaram uma pequena rede de neurónios – o complexo preBötzinger – depois de haver indícios de que esta região era o principal condutor do ritmo respiratório no cérebro. Em 2015, o laboratório de Jack Feldman descobriu que níveis surpreendentemente baixos de atividade no complexo preBötzinger estavam a impulsionar o ritmo da respiração.

Mas a descoberta de há cinco anos deixou um enigma no ar: como é que estas pistas geravam um ritmo respiratório infalível, cujo fracasso significa morte? Para responder a esta pergunta, a equipa estudou partes de tecido cerebral de ratos e isolou meticulosamente os neurónios do complexo pré-Bötzinger do tronco cerebral.

Ao registar a atividade elétrica das células num prato, a equipa conseguiu detetar as “conversas” dos neurónios com os vizinhos. Segundo o investigador Sufyan Ashhad, líder da investigação, a atividade dos neurónios assemelhava-se a uma banda, cujos membros cantavam uns sobre os outros, sem um maestro para organizar a composição musical.

Cada respiração, explica o EurekAlert, começa quando centenas de neurónios individuais disparam aleatoriamente em níveis baixos, sendo sincronizados posteriormente. O esforço sincronizado solicita uma explosão de atividade que sinaliza a contração dos músculos do diafragma e do tórax, causando a expansão deste último. De seguida, o ar entra e enche os pulmões para inalação.

À medida que o sinal diminui, o peito empurra o ar para fora dos pulmões para proceder à expiração. O ciclo repete-se, criando desta forma o ritmo da respiração. “Tendo em conta a confiabilidade da respiração, ficamos surpreendidos ao descobrir que os neurónios movem-se para sincronizar e gerar um ritmo que é diferente a cada ciclo respiratório”, disse Feldman.

A respiração é subjacente a todos os aspetos da função cerebral. Estes resultados A podem sugerir novas abordagens para o tratamento de distúrbios respiratórios em crianças autistas e de apneia do sono.

Além disso, compreender de que forma o ritmo da respiração é gerado também pode ajudar os cientistas a combater o aumento da taxa de mortalidade pelo uso de opióides, que suprimem a capacidade do cérebro de regular a respiração.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Covid-19 já matou mais pessoas em Nova Iorque do que o 11 de setembro

O Estado de Nova Iorque recenseou esta segunda-feira 731 mortos num só dia, elevando o total de vítimas mortais para 5.489 desde o início da pandemia de Covid-19 nos Estados Unidos, indicou o governador Andrew …

Cofundador do Twitter doa 28% da riqueza para causas solidárias. Incluindo combate à Covid-19

O cofundador do Twitter, Jack Dorsey, anunciou que vai doar mil milhões de dólares (920 milhões de euros), 28% da sua riqueza pessoal, para causas solidárias, incluindo a luta contra a pandemia da Covid-19. Numa mensagem …

Reclusos libertados e cortes de água, luz, gás e internet suspensos

Esta quarta-feira, no Parlamento, a esquerda viabilizou o projeto do Governo para libertar reclusos. O PS vai ainda viabilizar as propostas do PCP e do BE que suspendem cortes na água, luz, gás e internet. A …

Pandemia deixa passaporte português mais "forte". É o sexto mais poderoso do mundo

A pandemia desencadeada pelo novo coronavírus oriundo da China (covid-19) tornou o passaporte português mais forte. O documento português subiu uma posição no ranking da Henley Passport Index, estando agora o documento na sexta posição dos …

SAD do Leixões avança para lay-off

A SAD do Leixões propôs ao plantel "que nos próximos três meses, abril incluído, pagaria metade do salário em cada mês, valores que seriam repostos ao longo do trimestre que se seguiria". O plantel do Leixões, …

Rui Pinto colocado em prisão domiciliária

O hacker Rui Pinto, criador do Football Leaks e autor das revelações do caso Luanda Leaks, foi colocado em prisão domiciliária esta quarta-feira. Rui Pinto, que estava em prisão preventiva desde 22 de março de 2019, …

Detidas 33 pessoas desde a renovação do estado de emergência

A PSP e a GNR detiveram, até terça-feira, 33 pessoas pelo crime de desobediência desde 3 de abril, totalizando 141 as detenções feitas desde o início do estado de emergência, indicou o Ministério da Administração …

Bruxelas disponibiliza 300 milhões de euros a pequenas e médias empresas para alavancar investimentos

O programa "Escalar" disponibiliza 300 milhões de euros, através do Fundo Europeu de Investimento, para apoiar investimentos de pequenas e médias empresas "promissoras" que queiram crescer. A Comissão Europeia anunciou que vai disponibilizar 300 milhões de …

Maçonaria cancela eleições e proíbe rituais em sessões virtuais

A pandemia de Covid-19 levou o Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, Fernando Lima, a principal obediência maçónica em Portugal, a cancelar as eleições e a proibir os encontros com rituais maçónicos 'online', visto que …

Mourinho quebra regras e assume que errou ao ir treinar com Ndombele

Fotografias e vídeos divulgados nas redes sociais mostram José Mourinho e os jogadores do Tottenham a treinar juntos e a violar as regras de segurança impostas devido ao surto do novo coronavírus. O Tottenham, treinado por …