O cérebro e a rede cósmica de galáxias são surpreendentemente semelhantes

VAZZA ET AL. 2019 A&A

A rede neuronal do cérebro humano e a rede cósmica de galáxias são surpreendentemente semelhantes, concluiu uma nova investigação levada a cabo por um astrofísico e um neurocirurgião, ambos de nacionalidade italiana.

O novo estudo, cujos resultados foram recentemente publicados na revista científica especializada Frontiers in Physics, sugere que as duas redes têm estruturas caracterizadas por níveis semelhantes de complexidade e auto-organização.

A análise levada a cabo por Franco Vazza, astrofísico na Universidade de Bolonha, e Alberto Feletti, neurocirurgião da Universidade de Verona, sublinha, contudo que há uma diferença substancial de escala entre as duas redes – mais de 27 ordens de magnitude.

Em comunicado citado pela agência noticiosa espanhola Europa Press, os cientistas explicam que o cérebro humano funciona graças à sua vasta rede neuronal, que tem aproximadamente 69 mil milhões de neurónios. Por outro lado, o Universo observável é composto por uma rede cósmica de pelo menos 100 mil milhões de galáxias.

Em ambos os sistemas, apenas 30% das suas massas são formadas pelos seus “principais protagonistas”: as galáxias e os neurónios. Dentro de ambos os sistemas, galáxias e neurónios são organizados em longos filamentos ou em nós entre os filamentos.

Quer na rede neuronal, quer na rede cósmica, 70% da distribuição de massa ou energia é constituída por componentes que desempenham um papel aparentemente passivo: água no cérebro e energia escura no Universo observável.

Partindo das características partilhadas pelos dois sistemas, os cientistas compararam uma simulação de rede de galáxias com secções do córtex cerebral e cerebelo, procurando ver como é que as flutuações de matéria se espalha em escalas tão distintas.

“Calculamos a densidade espectral de ambos os sistema. É uma técnica muito utilizada na Cosmologia para estudar a distribuição espacial das galáxias”, começou por explicar Franco Vazza, citado na mesma nota de imprensa.

“A análise mostrou que a distribuição da flutuação na rede neuronal numa escala de 1 micrómetro a 0,1 milímetro segue a mesma progressão da distribuição da matéria na rede cósmica, mas, é claro, numa escala maior que 5 milhões a 500 milhões de anos-luz”.

Os cientistas calcularam também alguns dos parâmetros que caracterizam ambas as redes, como o número médio de conexões em cada nó e a tendência de agrupar várias conexões em nós centrais na redes – e descobriram que são surpreendente semelhantes.

“Mais uma vez, os parâmetros estruturais identificaram níveis inesperados de concordância. Provavelmente, a conectividade no interior das duas redes evolui de acordo com princípios físicos semelhantes, apesar da diferença notável e óbvia entre os poderes físicos que regulam galáxias e neurónios.”, acrecentou Alberto Feletti, rematando: “Estas duas redes complexas mostram mais semelhanças do que aquelas compartilhadas entre a rede cósmica e uma galáxia ou uma rede neural e o interior de um corpo neuronal”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. De facto, também líquido a explodir, como aquele que se pode observar no genérico da série ‘The Good Fight’ assemelha à rede interstellar . . . algo intrigante

RESPONDER

Desapareceu tão misteriosamente como apareceu o monólito do deserto do Utah (e apareceu outro na Roménia)

O monólito de metal descoberto, na semana passada, no meio do deserto do Utah, nos EUA, desapareceu sem deixar rasto. O mistério adensa-se em torno do objecto que alguns já apelidaram de "extraterrestre", até porque …

The Crown: O que é verdade e ficção na nova temporada?

Não é novidade que as famílias reais da Europa, em especial a família real britânica, sempre despertaram muita curiosidade e interesse por parte do público. Desta forma, a plataforma de streaming Netflix decidiu investir, em …

Hubble avista possível "jogo de sombras" do disco em torno de um buraco negro

Algumas das vistas mais deslumbrantes do nosso céu ocorrem ao pôr-do-Sol, quando a luz do Sol penetra nas nuvens, criando uma mistura de raios brilhantes e escuros formados pelas sombras das nuvens e pelos feixes …

No Japão, houve mais suicídios num mês do que mortes por covid-19 no ano todo

No mês de outubro, o número de suicídios no Japão foi superior ao número de mortes por covid-19 desde o início da pandemia. De acordo com os dados do governo, foram registados 2153 suicídios no …

YouTube cria o primeiro videoclipe "infinito" de sempre. Reúne todas as versões de "Bad Guy" de Billie Eilish

"Bad Guy" de Billie Eilish tornou-se o primeiro vídeo de música infinito de sempre. Celebrando o facto de ter atingido a marca de mil milhões de visualizações, a artista juntou-se ao YouTube e criou uma …

Marítimo 1 - 2 Benfica | Águia faz terapia no “divã” de Pizzi

Após duas derrotas consecutivas para o campeonato (contra o Boavista e o Braga), o Benfica regressou às vitórias, na visita ao Marítimo, por 2-1. Um resultado que não disfarça as dificuldades e a intranquilidade que …

A Coreia do Sul vai ter táxis aéreos. Serão usados em serviços de emergência e turismo

A empresa chinesa de mobilidade aérea EHang concluiu três voos de teste na Coreia do Sul para demonstrar o seu novo transporte de passageiros. Trata-se de um táxi aéreo com capacidade de resposta de emergência …

Tartarugas marinhas transportadas para a Flórida depois de sofrerem reação hipotérmica

Quarenta tartarugas marinhas em vias de extinção foram transportadas para a Florida, nos Estados Unidos, depois de sofrerem uma reação de hipotermia na costa de Massachusetts. Quando as tartarugas marinhas são expostas à água fria por …

Apoiante de Trump doou 2,5 milhões para combater os resultados eleitorais. Agora, quer o dinheiro de volta

Um investidor de capital de risco da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, que doou 2,5 milhões de dólares para ajudar o ainda Presidente norte-americano, Donald Trump, a contestar os resultados eleitorais que deram a …

Petição de Cristina Ferreira contra cyberbullying já reúne mais de 37 mil assinaturas

Cristina Ferreira lançou este sábado (28) uma petição contra o ódio e a agressão na internet que já conta com mais de 37 mil assinaturas. O objetivo é levar este tema à Assembleia da República. Cristina …