Centenas de milhões de vírus “chovem” constantemente sobre nós

NASA / Wikimedia

Se há vírus no chão e na água, já seria de esperar que houvesse também no céu. Cientistas descobriram que centenas de milhões de vírus por dia são depositados por cima da mais baixa camada da atmosfera.

Esta descoberta pode explicar um fenómeno curioso: como é que vírus quase idênticos acabam em distâncias geográficas muito grandes e variados ambientes.

De todos os micróbios no planeta, os vírus são os mais abundantes, com aproximadamente 1030 só no oceano. E claro que também já sabemos que os vírus podem andar pelo ar, que é um dos maiores modos de transmissão.

Anteriormente, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) concluiu que mais de um trilião de vírus por metro quadrado chove sobre nós todos os anos.

“Todos os dias, mais de 800 milhões de vírus são depositados por metro quadrado acima do limite da camada planetária – cerca de 25 vírus por cada pessoa no Canadá”, disse o virologista Curtis Suttle da Universidade da Columbia Britânica, no Canadá.

Curtis Suttle é um dos autores do estudo, publicado no final de janeiro na revista The ISME, que, pela primeira vez, quantifica o número de vírus “varridos” para a troposfera livre acima da mais baixa camada da atmosfera – a camada de limite planetário, onde ocorre todo o clima, mas abaixo da estratosfera, onde voam os aviões.

“Há pouco mais de 20 anos começamos a encontrar vírus geneticamente semelhantes em ambientes distintos por todo o globo”, disse o virologista. “E esta preponderância de vírus de longa residência que viajam pela atmosfera provavelmente explica o porquê: é concebível ter um vírus que foi varrido para a atmosfera num continente e depositado noutro”.

Os mecanismos de aerossolização dos vírus – a forma como ficam no ar – não são bem compreendidos, mas estudos sugerem que, pelo menos em alguns casos, são varridos para a atmosfera misturados com poeira. Os cientistas sabem que é assim que as bactérias se dispersam, por isso faz sentido que o mesmo se aplique aos vírus.

Suttle e a sua equipa queriam saber exatamente quantos vírus foram transportados para a altitude de 2500 a 3,000 quilómetros.

Os cientistas instalaram duas plataformas de recolha acima da camada de limite planetária em Espanha, nas montanhas da Serra Nevada, um região sob a influência de um manto de poeira global.

Assim, descobriram que havia milhões de bactérias e biliões de vírus depositados por metro quadrado a cada dia na troposfera livre. A taxa de depósito de vírus era de 9 a 461 vezes mais alta do que a taxa de depósitos das bactérias.

Isso não significa que a situação seja terrível – obviamente estamos a conviver com isso bem, e o vírus conseguir ou não sobreviver num novo ecossistema depende do hospedeiro que encontrar.

No entanto, os vírus conseguem sobreviver ao transporte atmosférico, pelo que existe uma possibilidade de representarem algum tipo de efeito no novo ecossistema.

Os vírus também não são apenas agentes patogénicos. Provas recentes sugerem que os vírus têm um papel importante no ciclo do carbono do oceano. Além disso, existem também vírus chamados bacteriófagos que ajudam os humanos ao matar bactérias prejudiciais.

Dispersar-se na atmosfera e ficar lá por algum tempo, escreve a equipa no estudo, fornece um mecanismo de preservação da diversidade dos vírus, como um “banco de sementes”.

“Fluxos descendentes significativos de bactérias e vírus da atmosfera podem ter efeitos sobre a estrutura e função dos ecossistemas recetores. Em vez de ser uma consequência negativa, esta deposição fornece um banco de sementes que deve permitir que os ecossistemas se adaptem rapidamente às mudanças ambientais”, concluíram os cientistas.

PARTILHAR

RESPONDER

PS e BE afastados "porque dá jeito" (e os riscos de andar para trás)

O líder do PSD alertou este domingo para o distanciamento do PS em relação ao BE, porque “dá jeito para as eleições”, notando ser uma tentativa de “limpar” a proximidade dos últimos quatro anos e …

A KLM vai passar a "voar" de comboio

A KLM, que já tinha sugerido que se voasse menos e se viajasse mais de comboio, confirmou que vai retirar um dos voos Bruxelas-Amesterdão, passando os passageiros a efetuar a rota sobre carris, num comboio …

Cientistas fazem reconstrução facial de um guerreiro escocês do séc XV

Cientistas reconstruiram digitalmente o rosto daquele que terá sido um membro poderoso de um clã do século XV da Escócia, que terá morrido num violento conflito com um clã vizinho. Corria o ano de 1957 quando …

Estudo mostra que os golfinhos também já são resistentes aos antibióticos

Um novo estudo realizado nos Estados Unidos mostra que os golfinhos Tursiops truncatus também já mostram resistência aos antibióticos. Não é segredo que os seres humanos usam demasiados antibióticos, tanto que estamos a desenvolver uma resistência …

Indígenas famosos pela sua saúde cardíaca começaram a usar óleo de cozinha (e a engordar)

O povo Tsimane, que vive na Bolívia, tem permanecido relativamente afastado do mundo exterior durante várias gerações, prosperando da terra e praticando formas tradicionais de caça, pesca, agricultura e recolha de alimentos. Durante vários anos, sabe-se …

Mais de 150 detidos em protestos violentos em Paris. Desta vez, sem coletes amarelos

As autoridades francesas detiveram este sábado mais de 150 pessoas numa nova jornada de protestos em Paris, onde coincidiram uma manifestação dos coletes "amarelos" com outras dois em defesa do clima e contra a reforma …

UE deteta 50 a 80 casos de desinformação e fake news russas por semana

O grupo de trabalho do Serviço Europeu de Ação Externa contra a desinformação russa deteta, semanalmente, entre 50 e 80 casos, num total de mais de 6.300 situações identificadas desde 2015, que têm vindo a …

Moreirense 1-2 Benfica | Rafa abre caminho à reviravolta

O Benfica sofreu a bom sofrer para levar de vencida o Moreirense, em casa deste, por 2-1. Os homens da casa marcaram primeiro, por Luther Singh, logo no arranque do segundo tempo, e estiveram na …

Bernardo Silva faz o primeiro 'hat-trick' da carreira na maior goleada de sempre do City

O avançado português Bernardo Silva fez este sábado o primeiro ‘hat-trick’ da carreira na vitória por 8-0 do Manchester City frente ao Watford, em jogo da sexta jornada da Liga inglesa de futebol. David Silva abriu …

Centenas foram à baixa de Lisboa protestar contra exploração do lítio

Cerca de quatro centenas de manifestantes de diferentes movimentos independentes de defesa do ambiente e de proteção do património rural protestaram hoje em Lisboa, contra a concessão e exploração a céu aberto do lítio em …