Cartógrafa desvenda origem dos grandes geóglifos da Montanha dos Mortos na Rússia

Cientistas conseguiram explicar a origem dos misteriosos geóglifos, que foram recentemente descobertos na Montanha dos Mortos, mais especificamente nos Urais, pelo investigador Valentin Degtyarev.

A diretora da empresa de cartografia temática Skaneks, Nina Moiseeva, disse à Sputnik que os geóglifos foram feitos com árvores derrubadas, que pode ser visto nas imagens de satélite.

“Se observarmos a área de perto, é possível ver muitos vestígios de árvores derrubadas, bem como intrusões trimestrais de infraestrutura linear e caminhos de desmatamento. Analisando esses fragmentos, é possível imaginar imagens diferentes, formas geométricas ou pessoas. No fundo, tudo depende da imaginação“, comentou Moiseeva.

A especialista também sublinhou que, se fossem reais, os geóglifos de tal envergadura já teriam sido detetados, porque a vigilância da Terra desde o espaço é realizada frequentemente e em detalhe.

A 8 de outubro, Degtyarev anunciou ter encontrado imagens de satélite mostrando geóglifos parecidos com aves e cometas, que, segundo ele, datam do período Neolítico. “O mais interessante é que este monumento incrível do período neolítico não foi encontrado por ninguém antes. está localizado a apenas 60 quilómetros da região com má fama”, disse o investigador.

A região de má refere-se a Passo Dyatlov, onde em fevereiro de 1959 um grupo de alpinistas morreu em  circunstâncias desconhecidas.

De acordo com o russo Degtyarev, o geóglifo teria cerca de 10 quilómetros de comprimento por cinco de largura. “Todos os desenhos – e há dezenas deles – estão fixados no chão. Não têm nada a ver com geologia ou corte de madeira. Parecem algo semelhante a um cometa ou um asteróide”, comentou, na altura, convencido de que o geóglifo existia.

Degtyarev acredita que a descoberta comprova que o território à volta do Passo Dyatlov era considerado sagrado pela etnia mansi, que habita esta região da Rússia.

Região “de má fama”

A costa leste da montanha Kholat Syakhl, cujo nome em mansi significa “Montanha dos Mortos”, foi “rebatizada” de Passo Dyatlov devido ao incidente de fevereiro de 1959, que permanece por explicar.

Um grupo de nove esquiadores, liderados por Igor Dyatlov, apareceu morto. A falta de testemunhas deu aso a que muitas especulações fossem feitas.

Investigadores da época determinaram que os esquiadores tinham rasgado as barracas de dentro para fora, fugindo a pé sob forte nevão. Apesar dos corpos não demonstrarem sinais de luta, duas vítimas apresentavam o crânio fraturado e duas tinham costelas partidas.

As autoridades soviéticas determinaram que uma “força desconhecida” tinha provocado as mortes. O acesso à região foi consequentemente bloqueado a esquiadores e aventureiros por três anos após o incidente.

CF, ZAP // Sputnik News

PARTILHAR

RESPONDER

Santa Casa vai doar receitas dos jogos do Natal às vítimas dos incêndios

A Santa Casa de Lisboa vai destinar as receitas dos jogos na semana anterior ao Natal a um fundo para apoiar as vítimas dos incêndios, numa verba estimada entre quatro a seis milhões de euros. Em …

Tempestade Ana causou um morto, 789 quedas de árvores e mil ocorrências

A Proteção Civil registou esta noite mais de 1.100 ocorrências relacionadas com a tempestade Ana, a maior parte (789) quedas de árvores, mas também inundações e quedas de estruturas. O mau tempo fez também uma …

Entrega do Nobel marcada por relato comovente de sobrevivente de Hiroshima

A cerimónia de entrega do Nobel da Paz, em Oslo, teve este ano o relato de Setsuko Thurlow, que sobreviveu à bomba nuclear lançada contra Hiroshima, e que define armas nucleares como "mal extremo". A ICAN, …

Setúbal vs FC Porto | Vendaval azul à beira Sado

FC Porto regressou aos triunfos na Liga NOS e logo em grande estilo. Na visita ao Vitória de Setúbal, os “dragões” golearam por 5-0, num jogo sem história e de sentido único, e no qual Vincent …

Marcelo espera apuramento dos factos no caso da gestão da “Raríssimas”

O Presidente da República congratulou-se hoje com o facto de o Ministério do Trabalho, Segurança Social e Solidariedade anunciar que vai avaliar a situação da associação Raríssimas e eventual gestão danosa ou outras irregularidades. "O Estado …

Presidentes do PSD duram 2,5 anos e têm 40% de hipóteses de ser primeiro-ministro

O PSD escolhe a 13 de janeiro o seu 18.º presidente, num partido que, em média, muda de líder a cada dois anos e meio e que já produziu sete primeiros-ministros e dois Presidentes da …

Portugal é pela primeira vez Melhor Destino Turístico do Mundo

Portugal foi este domingo pela primeira vez considerado Melhor Destino Turístico do Mundo. Tornou-se também o primeiro país europeu a conquistar a distinção, derrotando concorrentes como o Brasil, Grécia, Maldivas, EUA, Marrocos, Vietname ou Espanha. A …

Rebentamento de conduta de água abre "cratera" de 20 metros em São Pedro de Moel

O rebentamento de uma conduta de água da rede pública de São Pedro de Moel provocou esta manhã "uma cratera de vinte metros de extensão" numa zona residencial, obrigando ao corte da circulação, informou a …

Empresas alemãs sob suspeita de corrupção no caso do submarino argentino

As duas empresas alemãs que forneceram as baterias do submarino desaparecido ARA San Juan estão sob suspeita terem pagado subornos para conseguir o contrato e de ter oferecido peças de qualidade inferior, segundo informações da …

Tempestade obriga a cancelar voos Lisboa-Londres e fechar estradas no Reino Unido

O aeroporto de Birmingham, no centro da Inglaterra, cancelou os seus voos deste domingo devido à forte nevasca que cai em grande parte do Reino Unido, que fechou estradas e provocou uma grande alteração nos …