Cartel de construtoras dos estádios do Mundial do Brasil investigado

Agência Brasil

Estádio Nacional de Brasília

Foi aberto um processo administrativo para investigar um cartel mantido por empresas de engenharia que atuou nas obras dos estádios usados no Mundial de futebol do Brasil, em 2014.

O Governo brasileiro informou esta quarta-feira que abriu um processo administrativo para investigar um cartel mantido por empresas de engenharia que atuou nas obras dos estádios usados no Mundial de futebol, realizado em 2014.

A informação foi publicada em um comunicado do Conselho Administrativo de Defesa Económica (CADE), órgão fiscalizador responsável por prevenir e apurar abusos do poder económico.

Segundo o CADE, também foi aberto processo administrativo para apurar um suposto cartel em licitações realizadas pela petrolífera estatal brasileira Petrobras para contratação de serviços de engenharia.

“Os dois casos tiveram início com a celebração de acordos de leniência e fazem parte das investigações conduzidas pelo CADE desde 2014, no âmbito da Operação Lava Jato. A instauração dos processos administrativos constitui a peça inaugural de acusação em face das pessoas físicas e jurídicas contra as quais tenham sido apurados indícios de infração”, informou o órgão.

O CADE explicou que as empresas investigadas por suposta participação no cartel em licitações de estádios do Mundial são as construtoras Andrade Gutierrez, Carioca Engenharia, Camargo Corrêa, OAS, Queiroz Galvão, Delta, Grupo Odebrecht e Via Engenharia, além de 36 pessoas a elas relacionadas.

A investigação sobre os estádios começou quando executivos da construtora Andrade Gutierrez assinaram acordos de colaboração premiada (confessar crimes em troca da redução da pena) com a justiça brasileira.

Eles apresentaram informações e documentos sobre supostos indícios de conluio entre concorrentes de licitações destinadas a obras em estádios de futebol para realização do Mundial.

O apuramento das práticas ilegais ocorreu depois que o CADE celebrou acordos com a Odebrecht e a Carioca Engenharia, além de executivos e ex-executivos das empresas.

“Os termos permitiram trazer aos autos das investigações confirmações dos supostos acordos ilícitos, informações e documentos adicionais sobre a conduta”, explicou o órgão de controlo e fiscalização brasileiro.

“Até ao momento, há indícios de que os contactos entre concorrentes teriam se iniciado com a definição do Brasil como sede do mundial pela FIFA, em outubro de 2007, tendo se intensificado no segundo semestre de 2008. O cartel teria atuado, pelo menos, até meados de 2011, quando foram assinados os contratos referentes às obras públicas dos estádios de futebol para o Mundial”, concluiu o CADE.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Minha nossa!.. O que vem acontecendo com o Brasil que desde a sua descoberta não existe criaturas dignas que possam vir a serem, chamadas de brasileiras mesmo nascidos, vivendo e o que vem mais indignar com imensa repulsiva,
    usando a Terra o clima abençoados, para levantarem seus palácios tanto para moradia como para o trabalho com o salário miserável do povo e que até isso todas as seguranças do trabalhador veio por eles a serem mutilados. E aí, como não termos a certeza de que presenciamos diante dos nossos narizes não homens saúdáveis, sábios, capazes, diplomatas, e que o mundo pode ainda constatar, não passam de primatas, australopitecos caçando presas devorando-as para os deleites de seus banquetes.

RESPONDER

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …

Benfica 2-0 Belenenses SAD | Darwinismo rende arranque histórico

O Benfica cumpriu e venceu o Belenenses SAD por 2-0, no Estádio da Luz, na partida que encerrou a quinta jornada da Liga NOS. Foi o quinto triunfo benfiquista no campeonato em cinco partidas, o …

Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente. Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS …

A companhia aérea que faliu devido à covid-19 está de volta

A pandemia de covid-19 foi traiçoeira para muitas empresas. A Flybe, uma das primeiras vítimas, está agora a ressuscitar - e pode voltar a rasgar os céus já no próximo ano. A economia mundial foi muito …

Dormir bem antes de tomar a vacina da gripe pode ajudar a aumentar a sua eficácia

Segundo os especialistas, uma boa noite de sono pode mesmo ajudar a aumentar a eficácia da vacina da gripe, que neste ano ganha particular relevância em plena pandemia de covid-19. De acordo com Matthew Walker, autor …

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …

Marcelo promulga uso obrigatório de máscara na rua por 70 dias

O Presidente da República promulgou esta segunda-feira o decreto da Assembleia da República que determina o uso obrigatório de máscara na rua, por um período de 70 dias, sempre que não seja possível cumprir o …