Cartel de construtoras dos estádios do Mundial do Brasil investigado

Agência Brasil

Estádio Nacional de Brasília

Foi aberto um processo administrativo para investigar um cartel mantido por empresas de engenharia que atuou nas obras dos estádios usados no Mundial de futebol do Brasil, em 2014.

O Governo brasileiro informou esta quarta-feira que abriu um processo administrativo para investigar um cartel mantido por empresas de engenharia que atuou nas obras dos estádios usados no Mundial de futebol, realizado em 2014.

A informação foi publicada em um comunicado do Conselho Administrativo de Defesa Económica (CADE), órgão fiscalizador responsável por prevenir e apurar abusos do poder económico.

Segundo o CADE, também foi aberto processo administrativo para apurar um suposto cartel em licitações realizadas pela petrolífera estatal brasileira Petrobras para contratação de serviços de engenharia.

“Os dois casos tiveram início com a celebração de acordos de leniência e fazem parte das investigações conduzidas pelo CADE desde 2014, no âmbito da Operação Lava Jato. A instauração dos processos administrativos constitui a peça inaugural de acusação em face das pessoas físicas e jurídicas contra as quais tenham sido apurados indícios de infração”, informou o órgão.

O CADE explicou que as empresas investigadas por suposta participação no cartel em licitações de estádios do Mundial são as construtoras Andrade Gutierrez, Carioca Engenharia, Camargo Corrêa, OAS, Queiroz Galvão, Delta, Grupo Odebrecht e Via Engenharia, além de 36 pessoas a elas relacionadas.

A investigação sobre os estádios começou quando executivos da construtora Andrade Gutierrez assinaram acordos de colaboração premiada (confessar crimes em troca da redução da pena) com a justiça brasileira.

Eles apresentaram informações e documentos sobre supostos indícios de conluio entre concorrentes de licitações destinadas a obras em estádios de futebol para realização do Mundial.

O apuramento das práticas ilegais ocorreu depois que o CADE celebrou acordos com a Odebrecht e a Carioca Engenharia, além de executivos e ex-executivos das empresas.

“Os termos permitiram trazer aos autos das investigações confirmações dos supostos acordos ilícitos, informações e documentos adicionais sobre a conduta”, explicou o órgão de controlo e fiscalização brasileiro.

“Até ao momento, há indícios de que os contactos entre concorrentes teriam se iniciado com a definição do Brasil como sede do mundial pela FIFA, em outubro de 2007, tendo se intensificado no segundo semestre de 2008. O cartel teria atuado, pelo menos, até meados de 2011, quando foram assinados os contratos referentes às obras públicas dos estádios de futebol para o Mundial”, concluiu o CADE.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Minha nossa!.. O que vem acontecendo com o Brasil que desde a sua descoberta não existe criaturas dignas que possam vir a serem, chamadas de brasileiras mesmo nascidos, vivendo e o que vem mais indignar com imensa repulsiva,
    usando a Terra o clima abençoados, para levantarem seus palácios tanto para moradia como para o trabalho com o salário miserável do povo e que até isso todas as seguranças do trabalhador veio por eles a serem mutilados. E aí, como não termos a certeza de que presenciamos diante dos nossos narizes não homens saúdáveis, sábios, capazes, diplomatas, e que o mundo pode ainda constatar, não passam de primatas, australopitecos caçando presas devorando-as para os deleites de seus banquetes.

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …