Cartão do Cidadão em 5 minutos? É possível, mas só depois de esperas de horas ou meses

A medida “simplex” foi anunciada com pompa pelo Governo, decretando que passaria a ser possível renovar o Cartão de Cidadão em apenas 5 minutos. Isso até é possível, mas até conseguir chegar ao momento da renovação efectiva, podem passar-se horas ou meses à espera.

Longas filas de espera e senhas que se esgotam mal começam a ser distribuídas por volta das 09 e tal, 10 horas da manhã. Este é o cenário das pessoas que tentam renovar o Cartão do Cidadão (CC) na maioria dos locais para o efeito nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, onde os serviços estão “em ruptura”, como detectou o Observador.

Além disso, no agendamento prévio, as marcações podem demorar um mês ou mais, conforme os locais.

Por outro lado, muitas pessoas se queixam do “mau atendimento por parte dos funcionários” e das dificuldades em obter resposta nos contactos por telefone ou por email.

“Entre as 9h30 e as 10 horas, vai tudo [os funcionários] tomar o café. Só atenderam duas pessoas”, queixa-se, ainda, uma pessoa presente num posto de renovação do CC em Lisboa, em declarações recolhidas pelo Observador.

Mal se chega ao balcão, o processo em si dura entre 15 a 30 minutos, com o registo da fotografia, das impressões digitais e a digitalização da assinatura.

Os tais cinco minutos anunciados pelo Governo estão, desta forma, longe de serem verdade. A medida devia abranger as pessoas com 25 anos ou mais e já com os seus dados registados no sistema informático dos serviços de identificação.

O Ministério da Justiça explica ao Observador que o novo sistema garante um “fluxo de atendimento mais rápido porque permite, mediante autorização do cidadão, renovar o cartão com aproveitamento dos dados anteriormente recolhidos para o seu anterior documento de identificação, nomeadamente impressão digital, fotografia e altura”.

Fica também a garantia do MJ que serão criados “54 espaços adicionais (os Espaços Cidadão)” para “permitir descongestionar a pressão de atendimento em Lisboa”.

Todavia, este alargamento abrange apenas “as primeiras renovações de CC com validade de cinco anos, desde que o mesmo não se encontre caducado há mais de 30 dias e os pedidos de renovação por parte de cidadãos com idade igual ou superior a 25 anos”, como cita o Observador.

O problema da espera é menor em cidades mais pequenas e mais periféricas, nomeadamente no interior do país. E há há quem aproveite para renovar o CC em deslocações a casa dos pais ou em períodos de férias. O agendamento também é mais fácil e mais imediato nestas localidades.

Quanto à renovação online do CC, só é opção para quem tem mais de 25 anos e que tenha um cartão válido por 60 dias, sendo necessário que este tenha sido “perdido, destruído, roubado ou furtado”. Ainda assim, nestes casos, a renovação é uma mera segunda via, exigindo uma renovação presencial posterior.

Renovar totalmente online só é possível para quem tem mais de 60 anos e um CC ainda válido, desde que as pessoas tenham um leitor de cartões.

ZAP //

PARTILHAR

18 COMENTÁRIOS

  1. Quando se critica os serviços públicos é também a isto que nos referimos, pagamos nós tantos impostos para depois não haver pessoal nos serviços que cubram as necessidades da população.
    Para onde vai parar o dinheirinho dos contribuintes?
    É melhor nem saber a resposta, nós imaginamos…

  2. O Governo tinha era de implementar o “cliente mistério”, depois despedir os que provadamente são incompetentes e estão lá “para beber café”.
    Faziam isso a uns quantos e viam como os outros atinavam logo!

      • Não da assim tanto trabalho, mas o pouco que dá server exactamente para … nada !

        Isso só serve para serviços privados, que são constantemente vistoriados, na função publica é pura perda de tempo.

  3. Tenho o CC caducado e a mais de um mês que o estou a tentar renovar.

    Na ultima tentativa tirei a senha as 11:15, tinha quase 40 números a minha frente e ainda só tinham atendido 7.

    Dirigi-me também a um desses tais “espaços de cidadão” menos congestionados, mas depois de uma hora à espera, em que a funcionaria atendeu 2 pessoas, fui informado que só se tivesse mais de 60 anos podia renovar lá o CC, mais uma manha perdida. Estou a ver que tenho de faltar ao trabalho ou tirar uma folga só para poder renovar o CC.

    Falta dizer que moro numa dessas “cidades pequenas”, mas como isto é “tão calmo” a nossa autarquia/governo decidiu fechar o “registo civil” e juntar tudo com o “registo predial”, 2 em 1, assim é mais “eficiente”.

    • Hum..
      40 senhas à frente… qual é essa “cidade pequena”?!
      E porque não agendou online?
      Eu agendei online, cheguei lá perto da hora marcada e demorei pouco mais de 5 minutos!

  4. Todos reclamam, mas todos fazem as coisas à tuga, ou seja, deixam sempre para a última e depois querem as coisas logo na hora e à patrão, os outros é que tem que ficar nas filas. Renovei o meu no último fim de semana e não levou meia hora. Isto porque tive o cuidado de marcar antecipadamente e no dia à hora marcada lá estava. Simples e rápido, mas é mais fácil como sempre culpar os outros, neste país está tudo mal (muitas sim) mas nas nossas casas é o paraíso!

    • Nem todos!…
      No meu caso, nem 10m demorou!
      Marquei online, cheguei lá uns minutos antes da hora marcada, fui atendido e vim embora – tudo terá demorado uns 15m.

        • Os milagres são para os crentes que ficam à espera de “ajuda divina” e depois, como deus está muito ocupado e não tem tempo para aturar problemas de gente insignificante, queixam-se e ficam indignados!…
          Não é milagre nenhum; basta apenas informarem-se para saber como funciona o sistema e seguir os procedimentos para fazer as coisas correctamente!!
          E o meu caso foi há uns meses, antes disto dos “5 minutos” ter sido anunciado!
          Além disso, Portugal não é só Lisboa e Porto…
          .
          Há palermas que esperam dias em filas para Black Friday’s, para comprar bilhetes para a Madona, o Benfica ou iPhones e, não se queixam!…
          Prioridades…

RESPONDER

Rangel e outros 13 eurodeputados do PPE pedem expulsão de partido húngaro

O eurodeputado do PSD Paulo Rangel e outros 13 chefes de delegação do Partido Popular Europeu (PPE) pediram na terça-feira a expulsão do partido húngaro Fidesz, exigindo ao líder parlamentar daquela família política, Manfred Weber, …

Milhares pediram o cancelamento do TV Fest. Festival foi suspenso

O Ministério da Cultura criou um festival televisivo exclusivamente dedicado à música portuguesa em parceria com a RTP, mas o formato e os critérios estão a causar forte polémica no meio. Uma petição pública online …

Comércio internacional pode cair para níveis da Grande Depressão

A Organização Mundial do Comércio referiu na quarta-feira que o arrefecimento do comércio internacional provocado pela Covid-19 pode chegar aos níveis registados nos anos 30 devido à Grande Depressão. Segundo noticiou o Observador, na melhor das …

Loja de telemóveis apanhada a vender álcool gel com lucro até 400%

Os inspetores da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) encontraram, em Lisboa, uma loja de reparação e venda de acessórios para telemóveis a vender frascos de gel desinfetante de 500 ml a 24,95 euros …

Em Portimão, uma sirene toca quando alguém sai de casa sem justificação

A sirene do quartel dos Bombeiros de Portimão vai passar a tocar sempre que alguém sair de casa e andar na rua sem justificação. O anúncio foi feito pela Câmara Municipal de Portimão em comunicado. De …

Short Selling - ou como vender ações emprestadas para ganhar muito dinheiro

Vender ações da bolsa que não são suas é uma forma de ganhar bastante dinheiro. Esta forma de negociação, denominada short selling, é muito lucrativa mas implica algum risco, pelo que é prudente aconselhar-se junto …

"Nem mais um abuso". Grupo no Whatsapp servia para planear ataques à polícia em Espanha

Dois homens de 25 e 30 anos, os dois criadores de um grupo de Whatsapp que servia para planear ataques à polícia espanhola, foram detidos esta terça-feira. De acordo com o jornal espanhol El País, o …

Trabalhadores independentes que reduziram descontos da Segurança Social terão apoio mais baixo

Os trabalhadores independentes que optaram por reduzir em 25%, de forma fictícia, o rendimento sobre o qual incidem as contribuições, e que por isso descontaram menos, verão refletida essa diminuição no apoio que podem receber …

Secretas alertaram a Casa Branca para o perigo do coronavírus em novembro

Os serviços de inteligência dos Estados Unidos alertaram o Pentágono e a Casa Branca, no fim de novembro, que o novo coronavírus estava a espalhar-se em Wuhan, avisando que o vírus estaria a mudar o …

Pandemia pode criar mais 520 milhões de pobres

Um estudo da Organização das Nações Unidas (ONU) conclui que a pandemia do novo coronavírus poderá deixar mais 520 milhões de pessoas a viver com rendimentos inferiores a cinco euros por dia, num cenário de …