Capitalismo vai arruinar o planeta até 2050, alertam cientistas

Um grupo de cientistas alerta que se continuarmos com este capitalismo desenfreado, o nosso planeta vai sofrer consequências a nível climático e ambiental.

Até 2050, o planeta Terra pode sofrer seriamente às mãos do capitalismo desenfreado. Um PIB alto pode ser atingível ao preço de um mundo destruído pela escassez de minerais e materiais, alterações climáticas catastróficas e uma transição trémula para energia limpa, alerta um novo estudo científico.

Os investigadores concluíram que o capitalismo como o conhecemos não consegue suportar uma transição para energia limpa. Além disso, o capitalismo está a encaminhar-nos para uma escassez de minerais. Os resultados do estudo foram recentemente publicados na revista científica Energy Strategy Reviews.

De acordo com a VICE, os investigadores sugerem que fazer uma transição para veículos movidos a eletricidade apenas é viável se reduzirmos os níveis de consumo cada vez maiores nas sociedades industriais. Felizmente, um outro estudo publicado em setembro argumenta que esta transição é viável, mantendo uma boa qualidade de vida para as pessoas.

A transição para sistemas de energia renovável será essencial não apenas para combater as alterações climáticas, mas para evitar uma crise energética.

É importante fazer uma mudança para veículos elétricos o quanto antes possível. Isto porque se as nossas economias continuarem a crescer a este ritmo, será necessária uma quantidade de minerais e materiais que a Terra não conseguirá suportar.

ZAP //

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

    • Pois, quem compra os produtos dos malvados chineses é o Ocidente. Isso não é só ajuda. É fazer parte do sistema e contribuí para o descalabro tanto como os chineses.

      Crescer e crescer e crescer para quê? E que tal só ficar na mesma? Tipo, deixem de fazer bebês a torto e a direito que deixa de ser preciso crescer. No fim, toda a Humanidade, nós, somos uns irresponsáveis que não queremos admitir que estamos “agarrados” a este sistema como uma droga. O seu consumo não tem limites mas o planeta tem. A realidade irá impor-se. É uma questão de tempo. 2050 pelos vistos…

  1. Este sistema já se auto alimenta. Mesmo que a maioria das pessoas quisessem (que não querem!) tentassem mudar algo o sistema já tem uma inercia que não o deixará…
    Duvido que cheguemos a 2050 sem antes acontecer uma desgraça!

    • Todas as anteriores civilização estavam condenadas, de uma forma ou de outra, antes de o saber. Nos somos capazes de ser a primeira que sabemos e podemos fazer qualquer coisa mas estamos em negação. Tipico da inércia e negação de um “agarrado”.

  2. 25/10/2011 – A força implacável das forças da natureza em breve mostrarão o quão de maléfico o homem tem tratado o planeta. O desequilíbrio provocado pelo homem é tal, que urge pôr fim à sua maldade. É tempo do homem justo reinar e servir a Humanidade.

  3. Claro que sim.
    O capitalismo trouxe um bem-estar nunca antes visto na humanidade!
    A maior consequência disto é que a população humana aumenta significativamente de década para década. E todas estas pessoas desejam usufruir das comodidades que temos.

    Sendo assim, temos de voltar ao comunismo , na sua melhor expressão. Como o Soviético. Talvez melhor o chinês. Mas o da Birmânia em termos percentuais foram os mais eficazes. Erradicaram 1/3 da população em poucos anos, e ainda por cima os restantes ficaram mais pobres. Reduzindo assim a pegada ecológica.

    Pensem nisso camaradas!

    • Nem mais! As criaturas que criam notícias destas – não o Zap, claro – “esquecem” como eram e são limpos os regimes comunistas! A RDA, inundada de poluentes, a URSS idem até destruíram 90 do mar Aral, os chinses criram uma superpopulação, poluem que se fartam, escondem crimes ambientais etc. Mas culpa é do capitalismo! Não é o capitalismo quem rouba espaço aos restantes animais em todos is continentes é o excesso de humanos. Julgava eu que a culpa era da ganância e da exploração e crescimento desenfreado da raça humana, use lá ela o sistema económico que usar.

      • Pois, julgo que o termo correto seria “consumismo” e não “capitalismo”.
        Não sei se o erro foi cometido pela tradução do “Zap”.
        O que é mau, o que pode ameaçar a humanidade, é o “consumismo” exagerado e não sustentável.
        O capitalismo, no sentido de oferecer soluções e de haver retorno financeiro para quem desenvolve e oferece essas soluções, não tem qualquer problema, a meu ver. Bem pelo contrário, oferece soluções para muito problemas da humanidade, nomeadamente ao nível da própria sustentabilidade.

  4. O problema não deve estar tanto no bem-estar das pessoas, mas sim de pessoas a mais para esse bem-estar, portanto, a única solução que haverá será controlar o número de nascimentos mesmo que estes sejam em muito maior número em países onde as pessoas vivem abaixo do nosso nível económico a verdade é que têm de consumir e como em toda a parte vão exigindo cada vez mais e melhor o que é normal. Cidades com milhões de habitantes superiores aos do nosso país são já várias, o que produzem lá para se alimentarem?

  5. Não é preciso ser cientista para vaticinar que o capitalismo desenfreado, de todas as cores, está a destruir o planeta e, com ele, a humanidade.
    Produzir e vender sempre mais tem que ter um limite, ultrapassando esse limite entra-se na destruição.
    Penso que esse limite já foi atingido e até ultrapassado, florestas dizimadas para dar lugar a produções de bens imensos, as pescas que têm levado à quase extinção de algumas espécies, a necessidade de produzir pescado em cativeiro, a produção de carne e leite exageradamente de modo que parte dessa produção vai para fabricar rações para se produzir mais animais, são alguns dos exemplos do capitalismo desenfreado, tendo no topo a publicidade, que tem feito uma lavagem ao cérebro do consumidor.
    Enquanto se der prioridade à reciclagem em detrimento da reutilização e da redução de consumo nada irá mudar, o capitalismo desenfreado tem muita margem para actuar.
    É apenas a minha opinião.

RESPONDER

"Falta de transparência". Sindicato acusa Ryanair de violar Código do Trabalho com despedimento coletivo no Porto

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou a Ryanair de violar o Código do Trabalho, ao iniciar um despedimento coletivo na base do Porto enquanto promove cursos de formação para …

Supremo arrasa MP no e-toupeira. Espião do Benfica safa-se de quase todos os crimes

O Supremo Tribunal de Justiça deixou cair a maioria dos crimes no que se refere ao funcionário judicial do Tribunal de Guimarães Júlio Loureiro, conhecido como o espião do Benfica no caso e-toupeira, deixando reparos …

Espanha, França e Bélgica com descida de casos. Itália limita Natal e Madrid cancela festas de Ano Novo

Madrid, assim como Paris e Bruxelas, têm boas notícias - mas não o suficiente para suavizar medidas. Já em Itália há restrições adicionais e a cidade de Londres também considera também passar ao nível três, …

UE dá exemplo de Portugal para defender salário mínimo europeu

O comissário europeu do Emprego, Nicolas Schmit, diz esperar um acordo ou pelo menos "bastante progresso" sobre a proposta comunitária para garantir salários mínimos adequados em todos os Estados-membros da União Europeia (UE) e dá …

Na primeira fase, será possível administrar 400 mil doses de vacinas “numa semana a dez dias”. Segunda ronda pode ser crítica

Os especialistas já fazem previsões. Se por um lado a primeira fase da vacinação contra a covid-19 se adivinha rápida, a segunda será poderá ser muito complicada. Os representantes dos profissionais dos centros de saúde - …

Bruxelas conclui que Zona Franca da Madeira violou regras e quer devolução das "ajudas indevidas"

A Comissão Europeia (CE) conclui que o regime da Zona Franca da Madeira (ZFM) desrespeitou as regras de ajudas estatais, pois abrangeu empresas que não contribuíram para o desenvolvimento da região, pelo que Portugal deve …

Chuva de críticas ao plano nacional de vacinação: "É vasto em imprecisões e impreparações"

Francisco Rodrigues dos Santos considerou que "faltou planeamento" no plano de vacinação português e observou que "basta comparar" com aqueles anunciados "na Alemanha, no Reino Unido ou em Espanha para perceber que há diferenças abismais". O …

O corpo ideal? O mistério das enigmáticas figuras pré-históricas de Vénus pode ter sido resolvido

Um dos primeiros exemplos mundiais de arte, as enigmáticas estatuetas de "Vénus" esculpidas há cerca de 30 mil anos, intrigaram os cientistas durante quase dois séculos. Agora, o mistério das estranhas figuras pode ter sido …

Nova geringonça à vista? Rui Rio mostra-se disposto a governar mesmo sem vencer eleições

São muitos os sinais que tem dado. Rui Rio está disponível para liderar uma futura maioria de direita se esta vier a surgir no quadro de futuras eleições legislativas - mesmo que o PSD seja …

Cientistas encontram nova criatura gelatinosa no fundo do mar (mas podem nunca mais voltar a vê-la)

Uma equipa de investigadores da Administração Nacional de Pesca Oceânica e Atmosférica (NOAA) revelou que descobriu Duobrachium sparksae, uma nova espécie de ctenóforo - ou águas-vivas-de-pente. A descoberta foi feita remotamente usando imagens de vídeo de …