Cão-robô que inspirou episódio de Black Mirror chega ao mercado em 2019

Algumas das tecnologias que acompanhamos na série Black Mirror podem estar muito perto de se tornar realidade. É o exemplo do cão-robô, que chega ao mercado já no próximo ano.

De todas as tecnologias que surgem nos episódios da série Black Mirror, uma das mais assustadoras é, provavelmente, o cão-robô.

No entanto, ao contrários dos cães articulados que surgem no episódio Metalhead, da quarta temporada da série, os cães metálicos que estão a ser produzidos pela empresa Boston Dynamics não são assassinos – ou, pelo menos, esperamos que não sejam.

Segundo a Tech Crunch, a empresa anunciou que vai lançar os cães-robô já nos próximo ano. Ainda assim, a empresa tecnológica evita falar em preços, limitando-se a garantir que o valor já foi reduzido cerca de 10 vezes, em relação ao primeiro protótipo.

O SpotMini é um cão-robô projetado para ser usado em escritórios e residências. O “cão” é capaz de subir escadas, segurar objetos e desviar obstáculos com naturalidade.

O dispositivo eletrónico mede 84 centímetros e pesa cerca de 30 quilos. Possui uma bateria com autonomia de 90 minutos e, segundo a empresa, é o robô mais quieto alguma vez produzido.

Mas, ao contrário do que possamos pensar, não foi o episódio de Black Mirror que inspirou esta tecnologia, mas antes o contrário. De acordo com a revista Galileu, o autor do quinto episódio da quarta temporada inspirou-se em protótipos prévios do SpotMini para produzir estes cães-robô.

Embora pareçam inofensivos, teria coragem de ter um cão destes em casa?

PARTILHAR

RESPONDER

Mais de 50 jornalistas subscrevem abaixo-assinado em defesa de Maria Flor Pedroso

Mais de 50 jornalistas, entre os quais Adelino Gomes, Henrique Monteiro, Anabela Neves e Francisco Sena Santos, subscreveram esta sexta-feira um abaixo-assinado em defesa da jornalista Maria Flor Pedroso, diretora de informação da RTP. "Confrontados com …

O maior sítio arqueológico submerso do mundo mora no México (e está a surpreender os especialistas)

Uma equipa de especialistas está a explorar há cerca de quatro anos o Grande Aquífero Maia, localizado no México, e tem feito descobertas surpreendentes que vão desde numerosos sítios arqueológicos a vestígios de homens primitivos.  Durante …

Passes baixam para 70 e 80 euros para utentes da região Oeste

Os passes nos transportes públicos para Lisboa vão baixar para 70 euros para utentes de Alenquer, Arruda dos Vinhos, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras, e para 80 euros dos restantes concelhos da região. A …

Parar de comer quando se está cheio nem sempre é fácil (e há uma razão para isso)

Com alguns alimentos, parar de comer — mesmo quando se está cheio — nem sempre é fácil. Isto porque algumas destas comidas podem ter sido feitas de forma a que tal aconteça. Nenhum alimento é criado …

Há milhares de misteriosos buracos no fundo do mar da Califórnia

Surgiu um novo mistério perto da costa de Big Sur, na Califórnia, no fundo do Oceano Pacífico: há milhares de pequenos fragmentos redondos retirados dos sedimentos do fundo do mar.   A descoberta foi feita como parte …

NASA apresenta "mapa do tesouro" para encontrar água em Marte

Uma equipa de cientistas da NASA elaborou um mapa da água congelada que existe em Marte e que se acredita estar a apenas 2,5 centímetros abaixo da superfície do Planeta Vermelho - isto é, à …

Já se sabe como é que planetas florescem a partir de pequenos pedaços de poeira

Uma equipa de investigadores validou uma teoria que pode explicar como é que os planetas crescem a partir de pequenos pedaços de poeira interestelar. O crescimento de um pequeno pedaço de poeira até um planeta inteiro …

Rainha Isabel II está a procura de um gestor de redes sociais

A família real britânica está à procura de um gestor de redes sociais. O salário vai oscilar entre os 53 e 59 mil euros anuais por 37 horas semanais, de segunda a sexta-feira. A rainha Isabel II …

Cinco antepassados de crocodilos viveram há 150 milhões de anos na Lourinhã

Pelo menos cinco crocodilomorfos, antepassados dos crocodilos, viveram na região da Lourinhã há 150 milhões de anos, durante o período do Jurássico. Num artigo publicado na Zoological Journal of the Linnean Society, os paleontólogos Alexandre Guillaume, …

A radiação de Chernobyl está a deixar as abelhas esfomeadas (e isso é má notícia)

Apesar de não haver humanos na Zona de Exclusão de Chernobyl, a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986, e apesar do nível …