Cão-robô que inspirou episódio de Black Mirror chega ao mercado em 2019

Algumas das tecnologias que acompanhamos na série Black Mirror podem estar muito perto de se tornar realidade. É o exemplo do cão-robô, que chega ao mercado já no próximo ano.

De todas as tecnologias que surgem nos episódios da série Black Mirror, uma das mais assustadoras é, provavelmente, o cão-robô.

No entanto, ao contrários dos cães articulados que surgem no episódio Metalhead, da quarta temporada da série, os cães metálicos que estão a ser produzidos pela empresa Boston Dynamics não são assassinos – ou, pelo menos, esperamos que não sejam.

Segundo a Tech Crunch, a empresa anunciou que vai lançar os cães-robô já nos próximo ano. Ainda assim, a empresa tecnológica evita falar em preços, limitando-se a garantir que o valor já foi reduzido cerca de 10 vezes, em relação ao primeiro protótipo.

O SpotMini é um cão-robô projetado para ser usado em escritórios e residências. O “cão” é capaz de subir escadas, segurar objetos e desviar obstáculos com naturalidade.

O dispositivo eletrónico mede 84 centímetros e pesa cerca de 30 quilos. Possui uma bateria com autonomia de 90 minutos e, segundo a empresa, é o robô mais quieto alguma vez produzido.

Mas, ao contrário do que possamos pensar, não foi o episódio de Black Mirror que inspirou esta tecnologia, mas antes o contrário. De acordo com a revista Galileu, o autor do quinto episódio da quarta temporada inspirou-se em protótipos prévios do SpotMini para produzir estes cães-robô.

Embora pareçam inofensivos, teria coragem de ter um cão destes em casa?