As plataformas de gelo da Antártida “cantam” (e é bizarro)

A União Americana de Geofísica publicou um vídeo da plataforma de gelo Ross, na Antártica, a “cantar”. Os tons sísmicos podem ser usados para monitorizar as alterações nas plataformas de gelo.

Exploradores polares registaram sons extraordinários ao examinar como o ar quente interfere no degelo de glaciares na plataforma Ross, do tamanho do estado americano do Texas, que é a maior plataforma de gelo do mundo, situada no território da Antártica reivindicado pela Nova Zelândia.

Esta gigante plataforma de gelo sustenta os lençóis de gelo adjacentes no continente da Antártida, impedindo o fluxo de gelo da terra para a água, atuando como um tampão.

Quando as plataformas de gelo colapsam, o gelo pode fluir mais rapidamente da terra para o mar, elevando o nível do mar. As plataformas de gelo em toda a Antártida têm diminuído e, em alguns casos, estão se fragmentando devido ao aumento das temperaturas do oceano e do ar.

Observações anteriores mostraram ainda que as plataformas de gelo da Antártida podem entrar em colapso repentinamente e sem sinais de alerta óbvios.

Para melhor entender as propriedades físicas da região, os exploradores enterraram 34 sensores sísmicos extremamente sensíveis debaixo da superfície gelada.

Os sensores instalados permitiram monitorizar as vibrações da plataforma e estudar os movimentos da estrutura por um período de dois anos – de finais de 2014 a inícios de 2017 -, comunicou o site da American Geophysical Union.

Segundo os exploradores, os ruídos surgem por causa das vibrações provocadas por ventos fortes que sopram sobre as dunas de gelo.

As plataformas de gelo estão cobertas por mantos de neve, muitas vezes com vários metros de profundidade – a camada de neve age como um manto protetor para o gelo subjacente, isolando o gelo e protegendo-o do aquecimento.

Na investigação, publicada a 16 de outubro, na revista American Geophysical Union – Advancing Earth and Space Science, os cientistas afirmam que durante a análise dos dados sísmicos, a neve protetora estava constantemente a vibrar.

Ao explorar os dados, os investigadores descobriram que os ventos que passavam pelas dunas de neve faziam com que a camada de gelo “roncasse”. Foram notadas, também, mudanças no tom do barulho sísmico com a movimentação das camadas de neve.

O gelo vibrou em frequências diferentes sempre que o vento deslocava dunas de neve ou quando as temperaturas da superfície aumentavam ou diminuíam, fazendo com que a velocidade das ondas sísmicas, movidas pela neve, se altera-se.

Julien Chaput, geofísico e matemático da Universidade do Colorado e autor principal do estudo, comparou o fenómeno com a “execução constante de uma flauta” na plataforma de gelo.

Assim, tal como os músicos que podem mudar a intensidade da nota, dependendo do buraco da flauta ou velocidade de sopro, as condições atmosféricas nas plataformas de gelo também podem mudar frequência da vibração pela transformação da topografia das dunas, destacou Chaput.

A plataforma da Antártica “canta” numa frequência que é impercetível para o ouvido humano. Para captar o “canto”, Julien Chaput acelerou a gravação 1,2 mil vezes.

Apesar de o som ser em frequências demasiado baixas para ser audível para os ouvidos humanos, as novas descobertas sugerem que os cientistas podem, quase em tempo real, usar as estações sísmicas para monitorizar as condições das plataformas de gelo.

Mudanças nos sons sísmico da plataforma de gelo podem indicar se há lagoas ou fendas no gelo que podem indiciar que a plataforma de gelo está suscetível a um desmoronamento. “Basicamente, o que temos nas nossas mãos é uma ferramenta para monitorizar o ambiente e o seu impacto nas plataformas de gelo” disse Chaput.

ZAP // SputnikNews

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …

Fazer umas calças de ganga exige 10 mil litros de água. Dez marcas estão a criar jeans sustentáveis

As calças de ganga são das peças de vestuário com piores impactos para o ambiente, mas há marcas que estão a apostar na sustentabilidade como um factor atractivo para os consumidores. Estão sempre na moda e …

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …