Cama usada em hotel durante 15 anos pode ter sido o leito de núpcias do Rei Henrique VII

Uma cama de carvalho esculpido que passou 15 anos numa suite de lua de mel de um hotel em Chester, no Reino Unido, tinha uma história escondida: pode ser a cama perdida da realeza do século XV.

Foi nela que o rei Henrique VII e Isabel de York celebraram o fim das Guerras das Rosas – durante as quais morreu o rei Ricardo III – e deram à luz a famosa dinastia Tudor da Inglaterra.

A antiga identidade da cama veio à tona depois de ter sido retirada do hotel e descartada para um estacionamento. Foi resgatada por um negociante de antiguidades que a classificou como “uma cama de dossel vitoriana esculpida com escudos heráldicos”, segundo a descrição de um simpósio sobre a história da cama, realizada em 21 de janeiro no Victoria and Albert Museum, em Londres.

Quando Ian Coulson, um restaurador e comerciante de camas antigas, comprou a cama online em 2010, descobriu que a madeira era muito mais antiga do que o vendedor suspeitava. Além disso, os enfeites da cama sugeriam origens reais, de acordo com a National Geographic.

A cama restaurada tem três metros de altura e mede dois metros de comprimento por 1,7 de largura, de acordo com representantes da The Langley Collection, à qual a cama pertence.

Os quatro postes terminam com leões esculpidos, a um dos quais está a faltar uma cauda. Esculturas de timbres, trepadeiras e escudos heráldicos cobrem a moldura. A cabeceira inclui um tríptico com um painel central de Adão e Eva.

Pistas na madeira envernizada e na qualidade e conteúdo das esculturas sugeriram a Coulson que se tratava de uma cama nupcial real e que pertencia a Henrique VII. Embora a afirmação inicialmente parecesse absurda, Coulson passou os nove anos seguintes a acumular evidências das origens da cama.

Quando Coulson examinou a cama, encontrou danos no carvalho – o que seria razoavelmente esperado para uma cama construída durante a era vitoriana – e a quantidade de oxidação nas colunas da cama levaria séculos para acumular-se.

Os rostos na escultura da cabeceira de Adão e Eva lembram os primeiros retratos de Henrique VII e da rainha e as figuras são cercadas por símbolos de fertilidade – bolotas, uvas e morangos, escreveu o historiador Jonathan Foyle.

Emblemas como estrelas, escudos, leões e rosas esculpidos na estrutura da cama eram frequentemente associados à realeza de Tudor – combinavam com o estilo das camas sobreviventes dos Tudor dos séculos XV e XVI.

“A idade da madeira, os dispositivos reais com a falta de outras insígnias familiares e o design e execução requintados da escultura convenceram-me de que era uma cama real de Henrique VII”, afirmou Coulson.

Análise de ADN na madeira confirmaram que se trata de madeira da Europa central da variedade genética conhecida como haplótipo-7, encontrado no sul de França através da Bielorrússia. Amostras de tinta sob o verniz da cabeceira revelaram manchas de um pigmento medieval azul, que era mais precioso do que o ouro, e que teria sido usado para decorar camas pertencentes à realeza.

O casamento de Henrique VII e Elizabeth de York foi um ponto de viragem na história britânica. O evento uniu as casas rivais de York e Lancaster e encerrou o conflito de 30 anos conhecido como as Guerras das Rosas, começando a dinastia britânica conhecida como a casa de Tudor.

A cama foi instalada num quarto cerimonial no Palácio de Westminster para os recém-casados, depois do casamento na Abadia de Westminster, a 18 de janeiro de 1486.

A maioria dos pertences de Tudor daquele período foram perdidos, queimados em incêndios provocados por anti-monarquistas e, até agora, a única cama Tudor conhecida é um fragmento de cabeceira que pertenceu a Henrique VIII e Ana de Cleves. No entanto, acredita-se que a cama de Henrique VII tenha sobrevivido aos incêndios em Westminster porque foi enviada para Lancashire em 1495.

PARTILHAR

RESPONDER

Morreu a atriz Mya-Lecia Naylor. Tinha 16 anos

A atriz, cantora e modelo britânica Mya-Lecia Naylor morreu no último dia 7, na sequência de um desmaio, mas a notícia só veio a publico esta quinta-feira. A causa da morte precoce de Mya-Lecia Naylor, com …

Embarcação de pesca localizada. Tripulantes estão bem

A embarcação de pesca que estava incontactável desde a noite de quarta-feira foi hoje encontrada e todos os tripulantes estão bem de saúde, disse à Lusa fonte da Marinha. Segundo o porta voz da Marinha, comandante …

Site expôs falhas em plugins Wordpress. Hackers agradeceram e invadiram 160 mil sites

Um trio de vulnerabilidades zero-day em plugins do WordPress deixou 160 mil sites expostos a ataques na última semana. O termo zero-day é usado para descrever uma ameaça que não foi corrigida ou que ainda …

Comissária de bordo em coma depois de contrair o vírus do sarampo

Uma comissária de bordo de Israel, de 43 anos, está em coma profundo há dez dias depois de contrair o vírus do sarampo. Segundo as autoridades de saúde israelenses, a mulher tem encefalite - ou …

Eintracht vs Benfica | Golos fora custam eliminação

Os dois golos que o Eintracht de Frankfurt marcou em Lisboa, na semana passada, acabaram por ser decisivos nos quartos-de-final da Liga Europa. Os alemães venceram o Benfica em casa por 2-0, num jogo em …

Gangue partia membros do corpo a pessoas vulneráveis e encenava acidentes para receber indemnizações

Um grupo criminoso em Palermo (Sicília) encenava acidentes de viação e partia membros do corpo às alegadas vítimas, a fim de receber indemnização de seguros. O esquema, que já levou à prisão mais de 40 …

Rival para Alexa e Siri. O Facebook também quer ouvir a sua voz

O Facebook está a trabalhar num novo assistente de voz para competir com a Siri, da Apple, e a Alexa, da Amazon. O projeto começou em 2018 e ainda não tem data de divulgação. O projeto …

O "polencalipse" chegou aos Estados Unidos

No início da semana, o fotógrafo Jeremy Gilchrist capturou algumas imagens incríveis do fenómeno que batizou de "Polenpocalypse" em Durham, Carolina do Norte. A cidade de Durham, na Carolina do Norte, Estados Unidos, declarou no início …

Candidato à presidência da Guatemala detido nos EUA por tráfico de cocaína

As autoridades norte-americanas detiveram na quarta-feira o candidato presidencial da Guatemala Mario Estrada Orellana, acusado por um tribunal federal de Nova Iorque de conspirar para importar cocaína. Estrada Orellana, do partido Unión del Cambio Nacional (UCN, …

Consumidores estão a gastar mais. Televisões e smartphones foram os mais vendidos em 2018

Em 2018 as vendas a retalho cresceram 3,4%, para quase 21 mil milhões de euros. O sector não alimentar foi o que mais contribuiu. São dados do barómetro de vendas da Associação Portuguesa de Empresas de …