Calendário apertado: os factos dão razão a Mourinho

José Mourinho / Instagram

A densidade de jogos de futebol, quer nos clubes quer nas seleções, complica os planos dos treinadores. E originam diversas lesões nos maiores clubes da Europa.

José Mourinho já era um crítico do calendário do ano futebolístico, sobretudo sempre que orientou clubes da Premier League, o Chelsea e o Manchester United. E agora, ao serviço do Tottenham, não mudou a sua postura.

Uma postura que até pode estar mais crítica por causa da covid-19. O vírus em forma de coroa que veio alterar o mundo também alterou o calendário do futebol. A época 2019/20 terminou mais tarde (onde terminou), a época 2020/21 começou mais tarde mas os campeonatos e taças nacionais mantêm-se, as competições europeias mantêm-se.

E os jogos entre seleções nacionais continuam a ser realizados. A pausa mais recente para jogos particulares e para compromissos da Liga das Nações, na Europa, originou uma publicação irónica do treinador português, no Instagram, onde aparece a fazer exercícios num ginásio.

“Incrível semana de futebol. Grandes emoções nos jogos da seleções, amigáveis soberbos e total segurança. Resultados aos testes da covid-19 após os jogos, pessoas estranhas a correr no campo enquanto há equipas a treinar e muito mais. Depois de outro treino com apenas seis jogadores, agora é hora de cuidar de mim”, escreveu, nesta semana.

Outros dois treinadores, que comandam grandes conjuntos mundiais, também lamentam a sucessão de jogos. Pep Guardiola, do Manchester City, foi claro: “Isto é demasiado. Depois do que aconteceu na temporada passada, só tivemos duas semanas de férias… Há um limite para os seres humanos”. Joachim Löw, selecionador da Alemanha, acrescentou: “Se os treinadores não forem muito prudentes, vamos ter problemas enormes no próximo verão”.

Problemas e mais problemas

Diversas grandes equipas europeias tiveram pouco tempo de descanso no último verão e, agora, as lesões acumulam-se e os casos de coronavírus acumulam-se

Com destaque para o Liverpool, o campeão inglês que tem uma defesa muito desfalcada: Joe Gómez, van Dijk e Trent Alexander-Arnold têm problemas físicos, além de Thiago, Fabinho e Alex Oxlade-Chamberlain.

Um ex-jogador do Liverpool, Dejan Lovren, avisou: “As pessoas perguntam-se por que há tantos lesionados. É simples: há muitos jogos. É impossível recuperar sabendo que este é um ano estranho por causa da covid. Não há tempo (eu, pessoalmente, tive oito dias de folga no verão), não houve pré-época em condições e depois há este calendário louco”.

Em Espanha, lembra o jornal Marca, há vários ausentes de peso: Dani Carvajal, Dani Parejo, Gerard Moreno, Diego Costa, Ansu Fati, Jesús Navas, Fede Valverde, Sergio Ramos, Sergio Busquets e Sergio Canales – os três últimos regressaram lesionados dos compromissos das seleções nacionais.

O mesmo diário desportivo reforça que a sequência de jogos não vai abrandar, deixando o exemplo dos dois maiores clubes espanhóis: o Real Madrid e o Barcelona vão jogar 10 vezes entre os dias 21 de novembro e 23 de dezembro.

O campeão europeu Bayern Munique também regista duas baixas importantes: Kimmich e Alphonso Davies, que provavelmente só voltarão a jogar em 2021.

Com tanto desgaste, aparecem novas queixas. Kylian Mbappé, que curiosamente também se lesionou entretanto, já tinha comentado: “Isto não é uma temporada nova, é o 60.º jogo da época anterior”. Toni Kroos atirou: “Somos fantoches da FIFA e da UEFA”.

NMT, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os polegares dos neandertais adaptaram-se a ferramentas com pega

Os polegares dos neandertais adaptaram-se para segurar melhor ferramentas com pega, da mesma forma como utilizamos atualmente um martelo, revela uma nova investigação da Universidade de Kent, no Reino Unido. A mesma investigação sugere ainda …

Sporting 2-1 Moreirense | JackPote rende pontos ao “leão”

O “Leão” soma e segue na liderança do campeonato, depois de vencer o Moreirense por 2-1, graças a um bis Pedro Gonçalves. Neste sábado, na recepção ao Moreirense, num embate relativo à oitava jornada, sofreu, mas conseguiu …

Raro crustáceo parasita descoberto na boca de um tubarão em exibição num museu

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie extremamente rara de Cymothoidae na boca de um espécime de tubarão capturado no Mar da China Oriental e agora em exibição num museu. Os Cymothoidae são uma família de isópodes …

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …

Governo das Ilhas Salomão quer banir o Facebook para preservar a União Nacional

O Governo das lhas Salomão quer banir temporariamente a rede social Facebook numa tentativa de combater o cyberbullying e a difamação, alegando que a plataforma está a "minar" a União Nacional. A decisão, que já …