Cães pisteiros podem ter encontrado o local onde Amelia Earhart morreu

AD / Wikimedia

A lendária aviadora Amelia Earhart junto ao seu Lockheed Electra, 6 de junho 1937

Pouco depois da notícia de que há uma fotografia a provar que Amelia Earhart, afinal, não morreu na queda do avião em que dava a volta ao mundo, surge agora uma nova pista que contradiz esta teoria, depois de cães pisteiros terem farejado o possível local onde ela terá morrido.

O desaparecimento de Amelia Earhart, a 2 de Julho de 1937, continua a ser um mistério. A versão oficial é de que o seu avião se despenhou e de que ela morreu algures no Oceano Pacífico quando tentava tornar-se na primeira mulher a dar a volta ao mundo.

Mas uma investigação do Canal História, exibida este fim-de-semana, veio revelar a existência de uma fotografia que provará que a lendária aviadora norte-americana teria afinal sobrevivido à queda do seu avião e sido capturada pelos japoneses.

Contudo, uma nova pista contraria aquela história e aponta de novo para a possibilidade de Amelia Earhart ter morrido como náufraga, na ilha deserta de Nikumaroro, depois de cães pisteiros, treinados para investigações forenses, terem detectado possíveis vestígios humanos naquela ilha do Pacífico.

Numa expedição organizada pelo International Group for Historic Aircraft Recovery (TIGHAR), uma organização não governamental, sem fins lucrativos, fundada em 1985, para procurar os vestígios do corpo de Amelia Earhart e do seu avião, quatro cães assinalaram a presença de restos humanos debaixo da mesma árvore, conforme noticia a revista The National Geographic.

Os investigadores do TIGHAR consideram que esses potenciais vestígios humanos podem ser de Amelia Earhart e/ou do seu co-piloto, Fred Noonan, que também desapareceu no mesmo voo, em 1937.

A expedição não encontrou quaisquer ossos, mas foram recolhidas amostras do solo para análise com a esperança de se poder encontrar ADN humano, o que poderia ser mais uma prova de que Amelia Earhart terá morrido como náufraga na ilha, há cerca de 80 anos.

Para o TIGHAR, a hipótese que continua a ser plausível, na explicação do desaparecimento de Amelia Earhart, é que ela foi obrigada a aterrar de emergência em Nikumaroro, depois de o seu avião ter ficado sem combustível por ter sido afastado da rota por ventos fortes.

Autoridades britânicas chegaram a encontrar um esqueleto humano na ilha em 1940, mas concluíram que pertenceria a um homem europeu de baixa estatura.

Em 1998, investigadores do TIGHAR fizeram uma nova pesquisa antropológica, mais abrangente, e concluíram que o esqueleto poderia pertencer a uma mulher europeia mais alta do que a média, como era o caso de Amelia Earhart.

O grupo internacional de pesquisa realizou várias expedições à ilha, alegando ter recolhido provas da possível presença de um náufrago norte-americano no local, nomeadamente restos de várias fogueiras e objectos fabricados nos EUA como um canivete, maquilhagem de mulher, uma tira de um zip e frascos de vidro, conforme reporta a The National Geographic.

Mas até agora, não foi encontrada nenhuma prova evidente que desvende, de uma vez por todas, o mistério do desaparecimento de Amelia Earhart.

SV, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Devem de ser uns cães muito bons…
    Os nossos cães pisteiros comparados com esses não valem mesmo nadinha… então um bebé anda 900 metros e não encontram vestígios.

RESPONDER

"Impressora de pele" promete ajudar na cicatrização de queimaduras

Uma nova impressora 3D portátil é capaz de depositar "folhas de pele", umas sobre as outras, e criar um curativo biológico para cobrir grandes queimaduras. A nova impressora 3D foi desenvolvida por uma equipa de investigadores …

"Made in Space". A primeira fábrica espacial vai começar a ganhar forma

Com o objetivo de construir coisas cada vez maiores no Espaço, uma empresa do Colorado, nos Estados Unidos, está a preparar-se para uma missão de demonstração de construção. A Blue Canyon Technologies vai fornecer a infraestrutura …

Asteróide que passou recentemente pela Terra não estava sozinho

Astrónomos descobriram que o asteróide 2020 BX12, que passou pela Terra na semana passada, era afinal um sistema binário de asteróides. Estamos a falar do asteróide 2020 BX12, que passou a 4,3 milhões de quilómetros de distância da …

"Parasitas" vai ter uma série na HBO. E já são conhecidos dois nomes do elenco

A produção sul-coreana de Bong Joon Ho, especialmente condecorada pela Academia, merece agora uma adaptação para a televisão pelas mãos da HBO. A série televisiva de "Parasitas" foi anunciada em janeiro e a produção está encarregue …

O carregador do seu smartphone é mais potente do que o computador da Apollo 11

Não restam dúvidas de que a informática deu um passo gigante em termos de evolução nos últimos 50 anos. Agora, um engenheiro de software descobriu que até mesmo o carregador do seu smartphone é mais …

Tribunal suspende construção da Gigafactory na Alemanha

Um tribunal alemão ordenou à Tesla, este domingo, a suspensão das obras da sua fábrica "Gigafactory" por questões ambientais. Em novembro do ano passado, Elon Musk, presidente executivo da Tesla, anunciou que a Alemanha tinha sido …

Novos semáforos da Índia ficam vermelhos quando os condutores buzinam

A Polícia de Mumbai, na Índia, instalou detetores de ruído em vários semáforos de cruzamentos importantes da cidade, visando reduzir a poluição sonora. Agora, quanto mais os condutores buzinam, mais tempo a luz se mantém …

Polícia de Hong Kong procura autores de roubo de papel higiénico

Um camião que transportava papel higiénico foi, esta segunda-feira, alvo de um assalto à mão armada em Hong Kong, onde a escassez do produto motivou uma corrida ao comércio local. As autoridades informaram que um motorista …

Centeno considera gravações de Varoufakis "politicamente lamentáveis"

O presidente do Eurogrupo considerou, esta segunda-feira, a atitude do antigo ministro das Finanças grego, que gravou reuniões do fórum de ministros das Finanças da zona euro, "politicamente lamentável". "Honestamente, não tenho comentários a fazer sobre …

Elton John obrigado a interromper concerto devido a crise de pneumonia

O cantor britânico foi obrigado a interromper um concerto, na Nova Zelândia, devido a um diagnóstico de pneumonia atípica. No último domingo, o cantor britânico Elton John interrompeu um concerto no Auckland’s Mount Stadium, na Nova …