Buraco negro supermassivo da Via Láctea pode ter irmãos “invisíveis”

ESO/WFI, MPIfR/ESO/APEX/A. Weiss et al., NASA/CXC/CfA/R. Kraft et al.

Os astrónomos estão a começar a entender o que acontece quando os buracos negros têm vontade de vaguear pela Via Láctea.

Normalmente, existe um buraco negro supermassivo no centro de uma galáxia massiva. Mas por vezes estes buracos negros gigantes podem “vaguear” pela sua galáxia hospedeira, permanecendo longe do centro em regiões como o halo estelar, uma área quase esférica de estrelas e gás que rodeia a secção principal da galáxia.

Os astrónomos teorizam que este fenómeno geralmente ocorre como resultado de fusões entre galáxias num Universo em expansão. Uma galáxia mais pequena une-se com uma galáxia principal maior, depositando o seu buraco negro supermassivo central numa órbita larga dentro do novo hospedeiro.

Num novo estudo publicado na terça-feira na revista The Astrophysical Journal Letters, os investigadores de Yale, da Universidade de Washington, do Instituto de Astrofísica de Paris e da University College London preveem que galáxias com uma massa similar à da Via Láctea possam abrigar vários buracos negros supermassivos.

A equipa usou uma nova simulação cosmológica de última geração, de nome Romulus, para prever a dinâmica dos buracos negros supermassivos dentro de galáxias com uma maior precisão do que os programas anteriores.

“É extremamente improvável que qualquer buraco negro supermassivo errante chegue perto o suficiente do nosso Sol para causar algum impacto no nosso Sistema Solar”, afirma o autor principal Michael Tremmel, do Centro para Astronomia e Astrofísica de Yale. “Nós estimamos que uma abordagem próxima de um desses peregrinos, capaz de afetar o nosso Sistema Solar, deverá ocorrer aproximadamente a cada 100 mil milhões de anos, ou quase 10 vezes a idade do Universo.”

Tremmel disse que já que se prevê a existência de buracos negros supermassivos errantes longe dos centros e fora dos discos galácticos, é improvável que atraiam mais gás – tornando-os, efetivamente, invisíveis. “Estamos atualmente a trabalhar para melhor quantificar como podemos inferir a sua presença indiretamente,” afirma Tremmel.

// CCVAlg

PARTILHAR

RESPONDER

Astrónomos detetam o quasar mais distante e antigo do Universo

Uma equipa de astrónomos conseguiu detetar o mais distante e antigo quasar do Universo. Chama-se J0313-1806 e localiza-se a mais de 13 mil milhões de anos-luz da Terra. Os quasares são objetos energéticos e muito brilhantes. …

Harry Potter. HBO Max trabalha em possível série de televisão

A saga Harry Potter pode estar a caminho da televisão. Segundo o The Hollywood Reporter (THR), o projeto ainda está em fase inicial, mas os diretores executivos da HBO Max já estão em reuniões com …

Intrigante sistema de seis exoplanetas com movimentos rítmicos desafia teorias de formação planetária

Com o auxílio de vários telescópios, incluindo o VLT (Very Large Telescope) do Observatório Europeu do Sul (ESO), os astrónomos descobriram um sistema com seis exoplanetas, cinco dos quais estão presos numa dança rítmica rara …

Boavista 0-2 Sporting | Leões garantem dérbi confortável

O Sporting cumpriu a sua “obrigação” e foi vencer por 2-0 a casa do Boavista, numa 15ª jornada fundamental, uma vez que na próxima segunda-feira a formação de Alvalade recebe o Benfica, no grande dérbi …

Violino põe em risco compromisso da Alemanha de devolver objetos saqueados pelos nazis

Um violino com 300 anos está no centro de uma disputa que ameaça minar o compromisso da Alemanha em devolver objetos saqueados pelos nazis. Ninguém sabe por que Felix Hildesheimer, um negociante de instrumentos musicais judeu, …

Consumo de álcool aumentou durante a pandemia de covid-19

Embora o consumo de álcool tenha aumentado mais entre os jovens, os adultos mais velhos, sobretudo os que sofrem de ansiedade e depressão, também revelaram estar dentro desta tendência. “O aumento do consumo de álcool, especialmente …

Alphabet diz adeus ao Loon, projeto que queria espalhar Internet através de balões

O projeto da Alphabet que tinha como objetivo levar Internet às partes mais remotas do mundo "perdeu o fôlego" e os seus responsáveis decidiram pôr-lhe um ponto final. Num comunicado divulgado na última sexta-feira, Alastair Westgarth, …

Estudo identifica cidades europeias com maior mortalidade devido à poluição do ar

Madrid, Antuérpia e Torino (em Espanha, Bélgica e Itália, respetivamente) lideram o ranking de mortes associadas à poluição por dióxido de azoto (NO2). Já a maior mortalidade atribuível a partículas finas é encontrada em cidades …

Fim do Flash Player colapsou sistema de estação ferroviária chinesa

O sistema ferroviário na cidade de Dalian, no nordeste da China, ficou paralisado por causa da desativação do programa Flash Player da Adobe. A Adobe encerrou o suporte técnico do seu player de multimédia Flash Player …

Eis o que o mundo pode aprender com o confinamento da China

O confinamento na China tem apresentado resultados excecionais no controlo da pandemia, à custa da perda de liberdade das pessoas. Ainda assim, há muito que se pode aprender com o exemplo chinês. Colocar o autoritarismo contra …