Bruxelas mantém crescimento de 1,7% da economia portuguesa em 2020 e 2021

Miguel A. Lopes / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, e o ministro das Finanças, Mário Centeno

A Comissão Europeia manteve a estimativa de crescimento da economia portuguesa em 1,7% para este ano, duas décimas abaixo das previsões do Governo, bem como para 2021.

Bruxelas estimou ainda em 0,4% o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), em cadeia, no último trimestre de 2019, prevendo que esse valor se mantenha nos três primeiros trimestres deste ano, até à subida para 0,5% no último trimestre de 2020.

Relativamente à inflação, a Comissão Europeia reviu em baixa a aceleração dos preços quer em 2020 quer em 2021, atualizando para 1,0% e 1,3%, respetivamente, diminuições em uma décima face às previsões feitas em novembro.

De acordo com a análise feita a Portugal pelo Executivo europeu, nas previsões hoje conhecidas, “é projetado que a procura doméstica permaneça como o maior fator de crescimento no período em análise, ao passo que é esperado que a balança comercial tenha uma influência negativa amplamente estável”.

As estimativas de Bruxelas para o crescimento económico deste ano, mantidas face ao projetado em novembro de 2019, estão em linha com as do Banco de Portugal (BdP) e do Conselho das Finanças Públicas (CFP).

Apenas o Fundo Monetário Internacional (FMI) é mais pessimista relativamente a 2020, prevendo uma aceleração do PIB de 1,6% em 2020, mas tanto a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), com 1,8%, como o Ministério das Finanças, com 1,9%, estão mais otimistas face aos desenvolvimentos da economia portuguesa.

Para 2021, as previsões da Comissão Europeia, de um crescimento de 1,7%, estão em linha com as da OCDE e CFP, mas o Banco de Portugal (1,6%) e o FMI (1,5%) são mais pessimistas.

Quanto à inflação, Bruxelas denota que a descida de 1,2% em 2018 para 0,3% em 2019, “significativamente abaixo da média da zona euro”, refletiu “a queda nos preços da energia, incluindo flutuações nos preços do petróleo, mas também várias mudanças regulatórias que afetaram as contas da eletricidade“.

“Adicionalmente, a inflação foi atenuada pelos preços de atividades relacionadas com o turismo, sobretudo hotelaria, bem como maiores constrangimentos regulatórios nos preços dos transportes públicos, educação e telecomunicações”, assinala o documento da instituição europeia.

A Comissão destaca que “os preços da habitação continuaram a crescer ao ritmo rápido de 10%”, e que “apesar do crescimento dos salários ser estimado em cerca de 3% em 2019, o seu impacto na inflação permaneceu limitado devido ao abrandamento do crescimento do emprego”.

Para 2020 e 2021, Bruxelas tem em conta “o desaparecimento gradual dos mencionados efeitos regulatórios e o esperado ritmo moderado do crescimento dos salários” para estimar a subida para 1,0% em 2020 e 1,3% em 2021.

As previsões de inflação para 2020 são de 0,5% para a OCDE, 0,6% para o CFP, 0,9% para o Banco de Portugal, 1,1% para o Ministério das Finanças e 1,2% para o FMI.

Em 2021, os preços deverão aumentar 1,0% segundo a OCDE, 1,1% segundo o CFP, 1,2% segundo o Banco de Portugal e 1,3% segundo o FMI.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Alunos do ensino profissional vão poder entrar no ensino superior sem exames nacionais

Os estudantes que terminem um curso profissional ou artístico terão melhores condições de acesso ao ensino superior já no próximo ano. O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, anunciou esta quarta-feira que os …

Trump indulta ex-governador que tentou "vender" lugar de Obama no Senado

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, indultou na terça-feira o ex-governador de Illinois Rod Blagojevich, preso por corrupção após ser considerado culpado de tentar "vender" o lugar de Barack Obama no Senado, depois …

"Toca a reunir" no PS para aprovar eutanásia (e 6 médicos admitem que já a praticaram)

O PS está a mobilizar os seus deputados no sentido de garantir que, desta feita, a eutanásia passará no Parlamento. Tudo indica que venha a ser aprovada numa altura em que os médicos estão divididos …

CP está a escapar à multas por falhas nos serviços

A CP - Comboios de Portugal está a escapar às multas por falhas nos serviços, como atrasos e supressões de comboios, porque ainda não entrou em vigor o contrato de serviço público assinado com o …

Alegadas agressões a Taarabt valem processos a Marega e Pepe

A Comissão de Disciplina da FPF abriu processos disciplinares a Moussa Marega e Pepe devido a alegadas agressões sobre Taarabt, no jogo com o Benfica. Os jogadores do FC Porto Moussa Marega e Pepe vão ser …

Costa arrasa proposta "forreta" de orçamento europeu

A proposta de quadro financeiro plurianual para 2021-2027 do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, vai morrer na praia. António Costa diz que os líderes europeus não devem ceder à pressão dos quatro países “forretas”. "Esta …

Malásia suspeita que desaparecimento do voo MH370 foi ataque suicida

O ex-primeiro ministro australiano Tony Abbott disse que altos responsáveis do governo da Malásia suspeitam há muito tempo que o desaparecimento do avião da Malasian Airlines, há quase seis anos, tenha sido um ataque suicida …

Champions. O viking norueguês, a revolta de Neymar e a lição tática do "Cholismo"

Haaland foi a estrela da noite ao marcar os dois golos da vitória do Dortmund frente ao PSG. O Atlético de Madrid conseguiu ainda quebrar a invencibilidade do Liverpool. A Liga dos Campeões está de volta …

Auditoria ao Novo Banco vai custar três milhões. É o triplo do que custou a da CGD

A auditoria especial da Deloitte ao Novo Banco vai custar cerca de três milhões de euros, segundo avança o jornal ECO. Este valor é três vezes superior ao custo da auditoria da EY à Caixa …

Passos Coelho ataca falhas de Costa (e revela que segurou Maria Luís)

O antigo primeiro-ministro Passos Coelho esteve na apresentação do livro de Carlos Moedas no El Corte Inglés, onde aproveitou para criticar António Costa. Passos preferiu falar do passado, lembrando o momento em que esteve perto …