/

Bruno Fernandes brilhou na “humilhação” do United à Roma de Paulo Fonseca

Bruno Fernandes

O internacional português ajudou, esta quinta-feira, o Manchester United a ficar mais perto da final da Liga Europa, ao contribuir com dois golos e duas assistências na vitória sobre a Roma (6-2), de Paulo Fonseca.

Em Old Trafford, Bruno Fernandes inaugurou o marcador, aos nove minutos, tirando partido de uma combinação perfeita entre Paul Pogba e Edinson Cavani, só que os romanos deram a volta ao marcador ainda na primeira parte, com tentos de Lorenzo Pellegrini, aos 14, de grande penalidade, e Edin Dzeko, aos 33.

Os italianos tiveram de fazer face a vários contratempos no primeiro tempo, com Paulo Fonseca obrigado a fazer três substituições forçadas, devido às lesões de Jordan Veretout, Leonardo Spinazzola e do guarda-redes Paul López.

Logo no início da segunda parte, os red devils iniciaram um verdadeiro assalto à baliza da Roma, com o uruguaio Cavani a bisar, aos 48 e 64 minutos, recebendo um passe do médio português no primeiro dos dois tentos.

Em vantagem, o United não se retraiu e foi avolumando o marcador, através de um penálti de Bruno Fernandes, aos 71 minutos, e de um golo de Pogba, aos 75, na sequência de um cruzamento do médio luso, antes de fixarem a “meia dúzia” por intermédio do recém-entrado Mason Greenwood, aos 85.

A formação comandada por Ole Gunnar Solskjaer tem praticamente garantida a presença na final de Gdansk, na Polónia, o que só não sucederá se acontecer uma hecatombe na próxima semana, em Roma, onde será disputada a segunda mão da meia-final.

Como seria de esperar, a exibição do ex-Sporting, juntamente com as de Cavani e Pogba, está em destaque na imprensa inglesa.

De volta ao seu melhor. Finalizou de forma fantástica para colocar o United na frente e assistiu Cavani com astúcia. Marcou ainda de penálti e cruzou para o golo de Paul Pogba”, escreveu o Manchester Evening News.

“Bruno Fernandes tem sido o talismã do Manchester United desde que chegou ao clube. Esta é a quarta meia-final com o clube e esta noite apontou o seu terceiro e quarto golo, mostrando mais uma vez que é o homem certo para estas ocasiões especiais”, escreveu, por sua vez, o The Mirror.

“Foi uma exibição não só de pura classe, com o português a demonstrar todo o seu tremendo talento natural, mas também de um grande líder, inspirando todos à sua volta e a liderar em campo. Bruno Fernandes assistiu ainda para o terceiro e quinto golo  numa performance virtuosa”, lê-se também.

Antes da partida, o técnico dos italianos já tinha deixado rasgados elogios ao seu compatriota. “É um jogador fantástico, por tudo o que fez no Sporting e pelo que está a fazer no United. Apareceu um pouco tarde, mas aprendeu muito enquanto esteve em Itália e antes de chegar ao Sporting”, afirmou Paulo Fonseca à ESPN, citado pelo jornal A Bola.

“Tem muita qualidade, mas é também um líder, um lutador e um jogador muito inteligente. Não fiquei surpreendido por se ter tornado um líder da equipa pouco depois de ter chegado ao Manchester United”, acrescentou.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Sob arbitragem do português Artur Soares Dias, o Villarreal adiantou-se ao Arsenal na outra meia da competição, vencendo por 2-1, em Espanha, numa partida marcada pelo reencontro entre o técnico do “submarino amarelo”, Unai Emery, e os gunners, os quais liderou entre 2018 e 2020.

Os jogos da segunda mão das meias-finais da Liga Europa jogam-se na próxima quinta-feira, dia 6 de maio, ambos às 20h00.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.