Os biquínis de fio dental estão no centro de uma polémica na Austrália

2

Em resposta a um apelo para que sejam proibidos nas praias da Costa Dourada, centenas de manifestantes reuniram-se a favor dos biquínis de fio dental.

As propostas de proibição do uso de biquínis de fio dental nas praias da Costa Dourada, na Austrália, estão a gerar polémica. Centenas de manifestantes, vestindo biquínis de fio dental, reuniram-se na Praia de Kurrawa para protestarem contra a proibição, num movimento “Free The Peach” (Liberte o Pêssego).

Dezenas de moradores locais aderiram ao movimento, trajando os seus biquínis mais reveladores, numa luta pelo direito de usar o que bem entenderem nas praias. Esta manifestação surge como resposta às declarações de Ian Grace, ex-vencedor do prémio Voluntário do Ano da Costa Dourada, que criticou as mulheres que usam biquínis fio-dental, acusando-as de “se rebaixarem“.

Grace expressou as suas preocupações numa carta dirigida ao autarca de Costa Dourada, Tom Tate, no início deste mês, mencionando que se sentia distraído pelas mulheres que usavam fio dental na praia.

Na sua carta, Grace descreveu uma jovem que, segundo ele, “olhava quase desafiadoramente para as pessoas quando elas se aproximavam, quase desafiando-as a dizer alguma coisa”.

“Embora qualquer homem possa gostar da ‘vista’, acredito que as mulheres estão a rebaixar-se e desvalorizar-se, retratando-se como objetos sexuais e depois condenando quando os homens as vêem dessa forma”, considera.

“Se de repente os homens começassem a andar por aí a mostrar o rabo da mesma maneira, seríamos criticados, castigados, todas aquelas palavras grandes. Mas, novamente, os homens não fariam isso”, refere ainda.

Os manifestantes discordam, afirmando que qualquer pessoa deve poder escolher o que quer usar na praia. “É dar a todos a liberdade de escolher o que podem usar na praia. É lutar pelo nosso direito de nos sentirmos confortáveis ​​​​na nossa própria pele. Fazemos isso há tantos anos, parece que estamos a retroceder com o tempo”, disse uma mulher pró-fio dental.

Rebecca Pask, proprietária da empresa de moda praia Barr Body Swim, comentou a polémica no programa matinal Today, da Austrália: “A conversa é muito mais ampla. Precisamos ensinar as nossas crianças e jovens meninas sobre o que é apropriado ou não, mas isso começa em casa.”

Pask destacou que a proibição total de biquínis nunca seria a solução, especialmente na Costa Dourada, uma região conhecida pela sua liberdade e estilo de vida ao ar livre.

ZAP //

2 Comments

  1. Rabos a mostra n tem ND a ver c educação e respeito..se uma pessoa não sabe respeitar a opção de outra então é melhor ficar fechada em casa..estão a roubar?a maltratar?a destruir?a matar?nao?então em vez d ficarem a olhar p os biquínis há muito que se pode fazer pelo mundo q estão a destruir..tanta m***a no mundo e estão preocupados c bikinis!!!! incrível

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.