Matemática do canibalismo prova benefícios de comer os próprios filhos

O canibalismo filial é o ato de comer as próprias crias. Por chocante que pareça, cientistas descobriram um possível benefício para esta horrenda prática, que já foi documentada em várias espécies de animais.

Um estudo publicado esta quarta-feira, na revista Ecology and Evolution, retrata uma visão diferente do canibalismo filial. No âmbito do estudo, uma equipa de investigadores usou um modelo matemático para provar que, em alguns casos, sacrificar algumas crias para que as outras possam viver é uma forma de cuidado parental.

Hope Klug, professora associada da Universidade do Tennessee, contou à Inverse que a sua equipa começou a investigação por se perguntar a si mesma o porquê de tantos animais abandonarem as suas crias — ou até mesmo comê-las.

“Do ponto de vista evolucionário, isso é realmente desconcertante, porque é difícil imaginar como o abandono ou o canibalismo filiar pode persistir numa população”, disse Klug. Colocou-se então a hipótese de que comer as crias, pode ajudar os restantes descendentes e “foi isso que verificamos”, explicou o cientista.

A prática de canibalismo filial é comum em várias espécies, desde ursos, cães e ratos. No entanto, é mais comum em espécies que põe ovos juntos, como os peixes, os insetos, os répteis e os anfíbios. A equipa de Klug focou-se especialmente nestas espécies.

De acordo com os resultados do estudo, compartilhar um ninho tem os seus prós e contras. Por um lado é mais fácil proteger, limpar, incubar e alimentar os ovos. Por outro lado aumenta a probabilidade de transmissão de doenças e competição por comida e oxigénio.

Menos crias significam uma maior hipótese de viverem e, para verificarem esta premissa, os cientistas usaram um modelo que consistia na introdução de um animal com uma mutação, para canibalismo filial, numa população genérica. Klug explica que este tipo de canibalismo é parcialmente controlado por um ou mais genes.

Com isto, descobriram que o canibalismo filial foi benéfico para os descendentes que sobreviveram. Mais ovos resultaram em mais canibalismo, o que resultou numa maior aptidão física. As crias dos canibais conseguiram competitivamente superar e substituir a população genérica.

O canibalismo filial pode acontecer por várias razões, segundo Klug, mas para sua surpresa, não esperava que influenciasse a sobrevivência das outras crias. “Do ponto de vista biológico, é realmente interessante que possa haver uma série de fatores que levam à origem evolutiva e à manutenção desse comportamento”, explica a responsável pelo estudo.

A “Escolha de Sofia”, aparentemente, foi inspirada na Natureza.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

E depois de Cristas? CDS atira congresso de sucessão para 2020

A direção nacional do partido vai propor que o Congresso, que decidirá a liderança do CDS, seja apenas em janeiro, apesar de Assunção Cristas ter manifestado vontade de que fosse ainda este ano. O CDS-PP reúne …

Hong Kong. Deputados pró-democracia forçam Carrie Lam a discursar à porta fechada

A chefe do Executivo de Hong Kong foi esta quarta-feira obrigada a discursar à porta fechada, depois ter sido impedida de falar no parlamento por deputados pró-democracia, que exibiram cartazes e projetaram um vídeo. O discurso …

CP recebeu injeções de 1800 milhões de euros do Estado nos últimos três anos

Nos últimos três anos, o Estado fez 17 operações de reforço de capital na CP, na ordem dos 1,8 mil milhões de euros. Estes serviram principalmente para pagar dívidas da empresa a privados e ao …

Imposto Mortágua foi aplicado a 75 mil contribuintes

O novo escalão do Adicional ao IMI, que prevê a aplicação de uma taxa de 1,5% sobre o valor patrimonial dos imóveis que ultrapasse os dois milhões, chegou a 331 contribuintes. Ao todo, o imposto …

Preço da luz vai descer 18 cêntimos no mercado regulado

Os preços da eletricidade no mercado regulado vão voltar a descer em 2020, segundo a proposta avançada esta terça-feira pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE). Esta terça-feira, a ERSE propôs uma atualização em baixa de …

Portugal teve perdas fiscais de 900 milhões de euros por menor tributação do gasóleo

A tributação ao gasóleo é mais baixa do que os impostos à gasolina. A diferença entre os dois combustíveis leva a perdas de 900 milhões de euros ao Estado. Quem abastece um carro a gasóleo na …

Dulce Neto é a primeira mulher a presidir a um Supremo Tribunal português

A juíza conselheira toma posse, esta quarta-feira, como presidente do Supremo Tribunal Administrativo (STA), tornando-se na primeira mulher a ocupar o lugar cimeiro de um supremo tribunal em Portugal. Dulce Neto, de 58 anos, foi eleita …

Défice zero e mais crescimento. Previsões de Centeno para o OE2020 são de "elevado risco"

O Governo faz uma revisão das metas para 2020 no esboço do Orçamento de Estado para o próximo ano que enviou à Comissão Europeia, prevendo um aumento do crescimento económico e um saldo orçamental equilibrado, …

Conselho nacional do PSD pode ser atirado para novembro. Apoios a Rio e Montenegro equilibrados

Rui Rio mantém o silêncio sobre uma recandidatura a líder do PSD, o que está a ser visto como um condicionamento do partido, tendo também nas suas mãos o calendário interno. O conselho nacional para …

Varandas quer vender já em janeiro (e há três nomes em cima da mesa)

O Sporting deverá vender um jogador já no próximo mercado de transferências em janeiro. O dinheiro será destinado a renovações e a trazer um novo reforço para o ataque. Frederico Varandas continua a sua saga para …