Bebés nascidos por cesariana desenvolvem-se mais lentamente no primeiro ano

Bebés nascidos por cesariana desenvolvem-se mais lentamente no primeiro ano de vida em comparação com bebés nascidos por parto natural, sugere um novo estudo.

O número de cesarianas realizadas em todo o mundo a cada ano está a aumentar. Mas embora as cesarianas possam salvar vidas tanto para a mãe como para o bebé, um número crescente delas não está a ser realizada por motivos médicos.

O medo da dor e a ideia errada de que a cesariana é segura para o bebé e mais conveniente são apenas alguns dos motivos pelos quais as mulheres podem optar por fazê-lo. Mas é claro que existem riscos em fazer uma.

Um estudo publicado recentemente na revista BMC Pregnancy and Childbirth descobriu que as cesarianas planeadas parecem ter um impacto negativo no desenvolvimento do bebé entre os quatro e os 12 meses de idade em comparação com os bebés nascidos naturalmente.

Os cientistas observaram 66 bebés nascidos por cesariana planeada e compararam com 352 bebés nascidos por parto normal. Para entender o impacto que o método de parto tem no desenvolvimento do bebé, os investigadores pediram aos pais que respondessem a um questionário.

Este questionário contém 30 perguntas que pontuam o desenvolvimento infantil em cinco áreas: comunicação, destreza, habilidades motoras, resolução de problemas e habilidade social. Por exemplo, aos quatro meses de idade, o questionário perguntou aos pais se o bebé agarra ou arranha as suas roupas, ou se o bebé olha para o brinquedo quando ele é colocado nas suas mãos.

Este questionário mostrou ter boa correlação com testes de desenvolvimento realizados por profissionais médicos e é comummente usado por investigadores e centros de saúde infantil.

Os cientistas descobriram que bebés nascidos por cesariana planeada tiveram pontuações mais baixas em todas as cinco áreas de desenvolvimento aos quatro meses de idade. As maiores diferenças foram observadas na destreza, enquanto as menores diferenças foram relatadas na comunicação em comparação com bebés nascidos de parto normal. No entanto, aos 12 meses de idade, essas diferenças diminuíram para todas as habilidades motoras.

As descobertas estão de acordo com estudos anteriores no Reino Unido, Estados Unidos, Suécia e Austrália, que mostraram que crianças nascidas por cesariana planeada têm um pequeno risco maior de desenvolvimento e/ou desempenho insatisfatório em idade escolar. Outros estudos descobriram que bebés nascidos por cesariana planeada têm um risco maior de problemas respiratórios após o nascimento e um risco maior de obesidade infantil, asma e diabetes.

Desenvolvimento do cérebro

Uma explicação para as diferenças encontradas pode ser por causa de como as cesarianas mudam a maneira como o bebé adapta a sua circulação sanguínea e respiração para viver fora do útero da mãe. Os bebés nascidos por cesariana não são submetidos à pressão ou stress do parto vaginal. Esse stress ajuda o bebé a adaptar a sua circulação e respiração fora do útero.

O parto vaginal também parece programar os genes do bebé através do processo de metilação do ADN. A metilação do ADN faz parte do sistema que direciona quais genes são “ligados” no corpo e quais são “desligados”. Os investigadores ainda não sabem por que esse processo não ocorre da mesma forma durante uma cesariana.

O bebé também não contrai a flora bacteriana natural da mãe durante uma cesariana. Nos últimos anos, foi demonstrado que as bactérias intestinais afetam o desenvolvimento, bem como o comportamento através do chamado “eixo intestino-cérebro”.

Embora o novo estudo mostre que o método de nascimento pode afetar o desenvolvimento inicial do cérebro, outros fatores como genética, nutrição e experiências da criança também têm um impacto. Até mesmo o momento para as cesarianas planeadas é crucial. Essas operações geralmente são agendadas de dez a 14 dias antes da data prevista para o bebé nascer para que as mulheres não entrem em trabalho de parto espontaneamente.

Neste estudo, os bebés nascidos por cesariana nasceram em média 8,4 dias antes do que os bebés nascidos naturalmente. Portanto, a diferença nas pontuações do questionário pode ser devido ao parto antecipado. Esperar mais alguns dias antes de realizar uma cesariana planeada pode melhorar os resultados.

Atualmente, não há consenso entre os obstetras sobre o momento ideal para cesarianas. No entanto, um estudo com 153.730 bebés descobriu que o desenvolvimento foi afetado em todas as crianças nascidas antes da 39.ª semana, com o efeito mais pronunciado em bebés nascidos por cesariana.

Estes resultados contribuem para o crescente corpo de evidências destacando os potenciais efeitos negativos de cesarianas planeadas. E embora o estudo tenha sido pequeno, as descobertas mostram diferenças de desenvolvimento evidentes. Mais pesquisas serão necessárias para confirmar se estas descobertas também se verificam numa escala maior e se alguma diferença de desenvolvimento persiste após 12 meses.

PARTILHAR

RESPONDER

Árbitros afastados após os penáltis mais insólitos de sempre

Nani aparece no meio da história mais louca do futebol, no que diz respeito a grandes penalidades. Tudo começou com uns centímetros. Equipa de Nani celebrou o apuramento três vezes - só na última é …

Pacientes que estiveram infetados com covid-19 podem ver a sua voz alterada

Cerca de 80% dos pacientes com covid-19 recuperam-se da doença sem necessidade de serem sujeitos a tratamentos hospitalares, de acordo com a OMS. No entanto, um em cada 6 doentes pode desenvolver uma condição grave …

Aliado de Trump considera que acusações de fraude são "embaraço nacional"

O ex-governador do estado norte-americano de Nova Jérsia, apoiante do ainda Presidente dos Estados Unidos, considera que chegou a hora de este assumir a derrota eleitoral. "Tenho sido um apoiante do Presidente, votei nele duas vezes, …

Há uma vila no Equador conhecida por ser "o vale sagrado da longevidade"

Esta vila no sul do Equador ganhou fama, na década de 70, quando a comunidade científica começou a tentar descobrir o porquê de a maioria dos seus habitantes viver mais de 100 anos. De acordo com …

Bicicleta que fazia parte de obra de arte de Banksy desapareceu (e já se sabe porquê)

O mistério do desaparecimento de uma bicicleta sem uma roda que fazia parte de uma obra de arte do anónimo artista de rua britânico Banksy foi finalmente revelada. Uma bicicleta, que estava acorrentada do lado de …

Abusos sexuais, casamentos forçados e gravidez indesejada: o que piorou em África com a pandemia

Os efeitos da atual pandemia causada pelo covid-19 afetam a população de forma desigual e as pessoas que se encontram nas interseções de diferentes desigualdades (género, pobreza, etnia ou orientação sexual) são as mais afetadas. Este …

Chamadas de valor acrescentado no apoio ao cliente acabam no próximo ano

Os deputados aprovaram, esta segunda-feira, uma proposta do PAN que impede a utilização de linhas de valor acrescentado como única forma de contacto entre os consumidores e as empresas prestadoras de serviços, nomeadamente de contratos …

"Intrigante e preocupante". Portugal abusa de terapias agressivas em doentes com cancro

O nosso país tem "uma elevada prevalência de agressividade terapêutica em fim de vida para doentes oncológicos". A conclusão é de uma investigação levada ao cabo durante 6 anos e envolvendo um total de 92 …

Rei de Espanha em quarentena após ter estado em contacto com infetado

O Rei de Espanha iniciou uma quarentena de dez dias, depois de saber que esteve em contacto com uma pessoa infetada com o novo coronavírus. De acordo com o jornal El País, que cita a Casa Real, …

Estudo europeu releva que carros híbridos são “desastre ambiental”

Um estudo europeu chamou aos carros híbridos plug-in um "desastre ambiental" - as emissões de dióxido de carbono destes carros encontrar-se-ão acima do legalmente declarado e a associação ambientalista Zero pede o fim dos benefícios …