Bebés nascidos por cesariana desenvolvem-se mais lentamente no primeiro ano

Bebés nascidos por cesariana desenvolvem-se mais lentamente no primeiro ano de vida em comparação com bebés nascidos por parto natural, sugere um novo estudo.

O número de cesarianas realizadas em todo o mundo a cada ano está a aumentar. Mas embora as cesarianas possam salvar vidas tanto para a mãe como para o bebé, um número crescente delas não está a ser realizada por motivos médicos.

O medo da dor e a ideia errada de que a cesariana é segura para o bebé e mais conveniente são apenas alguns dos motivos pelos quais as mulheres podem optar por fazê-lo. Mas é claro que existem riscos em fazer uma.

Um estudo publicado recentemente na revista BMC Pregnancy and Childbirth descobriu que as cesarianas planeadas parecem ter um impacto negativo no desenvolvimento do bebé entre os quatro e os 12 meses de idade em comparação com os bebés nascidos naturalmente.

Os cientistas observaram 66 bebés nascidos por cesariana planeada e compararam com 352 bebés nascidos por parto normal. Para entender o impacto que o método de parto tem no desenvolvimento do bebé, os investigadores pediram aos pais que respondessem a um questionário.

Este questionário contém 30 perguntas que pontuam o desenvolvimento infantil em cinco áreas: comunicação, destreza, habilidades motoras, resolução de problemas e habilidade social. Por exemplo, aos quatro meses de idade, o questionário perguntou aos pais se o bebé agarra ou arranha as suas roupas, ou se o bebé olha para o brinquedo quando ele é colocado nas suas mãos.

Este questionário mostrou ter boa correlação com testes de desenvolvimento realizados por profissionais médicos e é comummente usado por investigadores e centros de saúde infantil.

Os cientistas descobriram que bebés nascidos por cesariana planeada tiveram pontuações mais baixas em todas as cinco áreas de desenvolvimento aos quatro meses de idade. As maiores diferenças foram observadas na destreza, enquanto as menores diferenças foram relatadas na comunicação em comparação com bebés nascidos de parto normal. No entanto, aos 12 meses de idade, essas diferenças diminuíram para todas as habilidades motoras.

As descobertas estão de acordo com estudos anteriores no Reino Unido, Estados Unidos, Suécia e Austrália, que mostraram que crianças nascidas por cesariana planeada têm um pequeno risco maior de desenvolvimento e/ou desempenho insatisfatório em idade escolar. Outros estudos descobriram que bebés nascidos por cesariana planeada têm um risco maior de problemas respiratórios após o nascimento e um risco maior de obesidade infantil, asma e diabetes.

Desenvolvimento do cérebro

Uma explicação para as diferenças encontradas pode ser por causa de como as cesarianas mudam a maneira como o bebé adapta a sua circulação sanguínea e respiração para viver fora do útero da mãe. Os bebés nascidos por cesariana não são submetidos à pressão ou stress do parto vaginal. Esse stress ajuda o bebé a adaptar a sua circulação e respiração fora do útero.

O parto vaginal também parece programar os genes do bebé através do processo de metilação do ADN. A metilação do ADN faz parte do sistema que direciona quais genes são “ligados” no corpo e quais são “desligados”. Os investigadores ainda não sabem por que esse processo não ocorre da mesma forma durante uma cesariana.

O bebé também não contrai a flora bacteriana natural da mãe durante uma cesariana. Nos últimos anos, foi demonstrado que as bactérias intestinais afetam o desenvolvimento, bem como o comportamento através do chamado “eixo intestino-cérebro”.

Embora o novo estudo mostre que o método de nascimento pode afetar o desenvolvimento inicial do cérebro, outros fatores como genética, nutrição e experiências da criança também têm um impacto. Até mesmo o momento para as cesarianas planeadas é crucial. Essas operações geralmente são agendadas de dez a 14 dias antes da data prevista para o bebé nascer para que as mulheres não entrem em trabalho de parto espontaneamente.

Neste estudo, os bebés nascidos por cesariana nasceram em média 8,4 dias antes do que os bebés nascidos naturalmente. Portanto, a diferença nas pontuações do questionário pode ser devido ao parto antecipado. Esperar mais alguns dias antes de realizar uma cesariana planeada pode melhorar os resultados.

Atualmente, não há consenso entre os obstetras sobre o momento ideal para cesarianas. No entanto, um estudo com 153.730 bebés descobriu que o desenvolvimento foi afetado em todas as crianças nascidas antes da 39.ª semana, com o efeito mais pronunciado em bebés nascidos por cesariana.

Estes resultados contribuem para o crescente corpo de evidências destacando os potenciais efeitos negativos de cesarianas planeadas. E embora o estudo tenha sido pequeno, as descobertas mostram diferenças de desenvolvimento evidentes. Mais pesquisas serão necessárias para confirmar se estas descobertas também se verificam numa escala maior e se alguma diferença de desenvolvimento persiste após 12 meses.

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …