“Bactérias astronautas” trouxeram a vida à Terra em meteoritos

a25m23 / Flickr

-

A vida foi trazida à Terra por meteoritos, afirmam cientistas russos. Provas disso foram obtidas após o regresso de órbita do satélite Foton-M4.

As bactérias que foram enviadas para o espaço no Foton-M4 sobreviveram e voltaram para casa sãs e salvas. Esta é a primeira experiência deste tipo bem sucedida no mundo.

Não é a primeira vez que micro-organismos se tornam “astronautas”. No entanto, as tentativas anteriores falharam: os micro-organismos não regressavam vivos.

As moléculas orgânicas não são capazes de sobreviver na superfície de um corpo celeste nas condições de radiação e enormes temperaturas da reentrada na atmosfera.

Os fragmentos encontrados do meteorito de Chelyabinsk que caiu em fevereiro de 2013 nos Urais estavam completamente fundidos – sem qualquer hipótese de vida.

Mas e se as bactérias forem colocadas dentro de um mineral?

Esta ideia foi concretizada pela equipa do Foton-M4. O bio-satélite circulou durante dois meses, na mesma órbita da Estação Espacial Internacional, com cápsulas basálticas instaladas no seu casco.

Essas cápsulas são uma imitação de meteoritos, dentro dos quais foram selados microrganismos, contou à RVR um investigador do Instituto de Microbiologia, Alexander Slobodkin.

Silver Spoon Sokpop / Wikimedia

Um cometa transporta uma forma de vida bacteriana através do espaço: Panspermia, a teoria de que a vida existe no Universo distribuída em meteoritos, cometas e asteróides.

Um cometa transporta uma forma de vida bacteriana através do espaço: Panspermia, a teoria de que a vida existe no Universo distribuída em meteoritos, cometas e asteróides.

“Fizemos amostras de basalto e colocámos-lhe as nossas bactérias. Observámos como iriam sobreviver e se tal protecção, sendo pequena (a espessura das cápsulas era de 1 centímetro), seria suficiente para que os organismos sobrevivessem quando estes meteoritos artificiais entrassem na atmosfera da Terra”, explica Slobodkin.

“O basalto derrete, mas no seu interior a temperatura não atinge valores tão elevados e nem tudo fica queimado. A maior parte indendeia-se, mas algumas bactérias sobrevivem”, conta o cientista.

Os “bolsos” onde foram instalados os “passageiros” do “meteorito” ficaram danificados, mas 3 continham organismos vivos, de uma espécie apenas: bactérias termófilas.

“O microrganismo que sobreviveu é formador de esporos. E sobreviveram, provavelmente, não células vegetativas, mas esporos – são muito termo-resistentes”, relata Slobodkin, “estes são os esporos mais termo-resistentes que se conhecem”.

Segundo o cientista, a hipótese da origem extraterrestre da vida existe há muito tempo. Mas até agora não havia resposta à pergunta sobre em que condições reais ela poderia ter sido trazida à Terra.

É evidente que não foi na superfície de um corpo celeste. Mas onde? A que profundidade desse corpo?

Verificou-se que apenas um centímetro é suficiente para proteger os microrganismos.

Os investigadores abstêm-se de fazer declarações sensacionais, como “a vida é um vírus vindo do espaço”. O resultado obtido não é considerado prova definitiva da origem extraterrestre da nossa civilização.

“Este é o primeiro resultado positivo”, acreditam os cientistas, “uma aproximação às condições reais do processo”.

ZAP / RVR

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A vida na Terra pode ter surgido no planeta já formado e simultâneamente contaminado por organismos extraterrestres transportados por meteoritos ao longo de milhares de milhões de anos. Ainda hoje o nosso planeta pode estar a ser contaminado por organismos extraterrestres, pois ao longo de cada ano em todo o mundo cai no solo e no mar muito material cósmico. O ADN ( Ácido Desoxirribonúcleico) que é a molécula da vida, pode existir em todas as formas de vida existentes no universo da mesma forma que o hidrogénio permeia todo o cosmos.

RESPONDER

Homem budista a meditar

O tukdam - um estado mental "meio-morto" dos monges budistas - é o novo fascínio da ciência

Os monges budistas conseguem chegar a um estado de meditação tão profunda que não é detectada qualquer actividade cerebral. No Budismo no Tibete, há um conceito mítico conhecido como "thukdam" ou "tukdam". Acredita-se que este é …

Trofense 1-2 Benfica | Águias passam a rasar

O Benfica, da I Liga, venceu hoje o Trofense, da II Liga, por 2-1, no prolongamento, depois do 1-1 no tempo regulamentar, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e segue …

Como nasceu o mito dos vampiros? Mais doenças e menos Drácula

Os vampiros são um mito com séculos de história e que podem estar associados a doenças como a raiva e a pelagra — e não ao Drácula. O vampiro é uma imagem comum na cultura pop …

Edifícios impressos em 3D pelo exército norte-americano

Exército dos EUA pode agora imprimir edifícios de cimento em 3D em zonas de desastre

O objectivo da tecnologia é facilitar a construção de casas e pontes quando são precisas com urgência em zonas afectadas por catástrofes. O Corpo de Engenheiros do exército norte-americano pode agora imprimir quartéis, bunkers e outras …

Monumento Pillar of Shame, na Universidade de Hong Kong

Pillar of Shame foi, em tempos, um testemunho da liberdade de Hong Kong. Agora, dizem-lhe adeus

Em tempos, a escultura Pillar of Shame, plantada na Universidade de Hong Kong, foi um testemunho das liberdades da cidade. Agora, está a ser removida. Exposta há mais de 20 anos na Universidade de Hong Kong, …

Arquitetura em nome do amor. Homem constrói casa giratória para que a esposa possa escolher a vista

Na Bósnia, um autodidata de 72 anos construiu uma casa invulgar: a habitação gira 360 graus para mudar de vista. Algumas das mais bonitas obras arquitetónicas do mundo nasceram em nome do amor. É o …

Novo SEF deverá chamar-se Agência para as Migrações e Asilo

Afinal, já não vai haver um Serviço de Estrangeiros e Asilo (SEA) para substituir o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), mas sim uma Agência Portuguesa para as Migrações e Asilo (APMA). De acordo com o …

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, com o guarda-redes Diogo Costa

Diogo Costa renova com o FC Porto até 2026

O guarda-redes Diogo Costa renovou contrato com o FC Porto até 2026, anunciaram os dragões, na tarde deste sábado. Diogo Costa, de 22 anos, aproveitou a lesão de Marchesín no início da temporada e assumiu a …

O algoritmo das plataformas de streaming afeta o que vemos (e quem somos)

As plataformas de streaming usam um algoritmo que afeta aquilo que vemos e o que queremos ver, moldando a nossa personalidade. Squid Game, o drama coreano distópico da Netflix, tornou-se a série mais vista lançada pela …

BPN e Banif custam mais do que alívio de IRS e subida de pensões

A despesa prevista no OE2022 para os veículos financeiros dos antigos Banif e BPN supera o valor previsto para medidas como o alívio no IRS e o aumento extra das pensões. Tal como destaca o Dinheiro …