Aves migratórias perdem o rumo por causa de aparelhos electrónicos

J. Kelly / Wikimedia

-

Os resultados de um novo estudo, publicado na revista Nature, alertam para o facto de os sinais emitidos por aparelhos electrónicos estarem a fazer as aves migratórias andarem à toa.

Uma equipa de investigadores da Universidade de Oldenburg e da Universidade de Oxford, liderada pelo professor Henrik Mouritsen, realizou uma experiência para testar se estas aves usam o campo magnético da Terra para estabelecer os seus trajectos.

A equipa colocou as aves dentro de cabanas de madeira, enquanto estavam fechadas nas suas gaiolas de orientação, e taparam as cabanas com alumínio. Foi então que todos os problemas de orientação desapareceram.

Antes da experiência, estas aves não foram capazes de usar a sua bússola magnética, facto que os investigadores associam ter sido causado pela exposição aos sinais de rádio AM, produzidos pelos dispositivos electrónicos dentro do campus.

«Nos nossos testes, fomos capazes de documentar os efeitos de campos electromagnéticos produzidos pelo Homem nos vertebrados. E são notáveis​​, interrompendo o funcionamento de todo um sistema sensorial em aves saudáveis», explicou Henrik Mouritsen em comunicado.

Os investigadores concluíram que a exposição a entre 2 e 5 megahertz de ruído electrónico gerado pelos humanos, pode perturbar a bússola magnética das aves migratórias, não obstante o facto de a intensidade ser muito menor do que o nível prejudicial definido pela Organização Mundial de Saúde.

«As nossas medições de interferências indicaram que tínhamos, acidentalmente, descoberto um sistema biológico sensível ao ruído electromagnético antropogénico, produzido por seres humanos, numa faixa de frequência até cinco megahertz», acrescentou Mouritsen.

As experiências foram repetidas uma e outra vez, reproduzindo sempre os mesmos resultados. Além disto, a equipa descobriu também que o efeito da perturbação electromagnética é localizado, o que pode explicar o porquê de as aves migratórias irem, muitas vezes, para as zonas rurais, em vez de áreas urbanas, onde estão em uso uma enormidade de dispositivos electrónicos.

CG/ZAP

 

PARTILHAR

RESPONDER

ESA prepara-se para intercetar pela primeira vez um cometa puro

A Agência Espacial Europeia (ESA) desenvolveu um projeto que visa intercetar um cometa puro - um corpo celeste que nunca passou pelo Sistema Solar -, quando este se aproximar da órbita da Terra em meados …

Astrónomos encontraram uma nova (e surpreendente) cratera em Marte

Marte não se "magoa" facilmente mas, quando acontece, o resultado pode ser quase comparado a uma obra de arte. Uma cratera, descoberta em abril pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), é a prova disso. Notável não só …

Elon Musk alerta: Civilização pode colapsar daqui a 30 anos

De acordo com Elon Musk, uma "bomba populacional" vai surgir nas próximas décadas, quando uma população mundial cada vez mais idosa chocar com a queda das taxas de natalidade em todo o mundo. Esta não é …

O mundo árabe está menos religioso. Mas continua homofóbico

Há cada vez mais árabes que dizem não ter religião. Esta é a principal conclusão de uma grande sondagem feita a mais de 25 mil cidadãos de países árabes pelo centro de pesquisa Arab Network …

Tina morreu durante 27 minutos e foi ressuscitada 8 vezes. Quando acordou, escreveu "é real"

Uma mulher norte-americana entrou em paragem cardíaca em fevereiro de 2018 quando se preparava para fazer uma caminhada com o seu marido Brian. Depois de desmaiar, Brian ressuscitando-a duas vezes antes de os paramédicos chegarem para …

"Homem-árvore" pede que as suas mãos sejam amputadas

Abul Bajandar, um homem de 28 anos do Bangladesh conhecido como "Homem-árvore" devido às incomuns verrugas que nascem nos seus membros, pediu que as suas mãos fossem amputadas para aliviar as dores insuportáveis.  Bajandar sofre de …

EUA. Senadores republicanos do Oregon fogem para não aprovar lei ambiental

Senadores estaduais do Oregon, nos Estados Unidos (EUA), encontram-se a monte desde quinta-feira para não votarem uma lei ambiental. Procurados pela polícia, voltaram este domingo a faltar a uma sessão legislativa, impedindo que haja quórum …

O planeta enfrenta um "apartheid climático"

O planeta está confrontado com um “'apartheid' climático”. De um lado, os ricos que se podem adaptar melhor às alterações climáticas, e do outro, os pobres que vão sofrer mais, disse esta segunda-feira um especialista …

Governo repõe 40 horas semanais para trabalhadores do CNB. Greve mantém-se

A partir de 1 de julho, os trabalhadores da Companhia Nacional de Bailado (CNB) voltarão às 40 horas semanais, numa uniformização laboral com os trabalhadores do Teatro Nacional de São Carlos. A decisão foi comunicada, esta …

Nova espécie de planta fóssil descoberta em Gondomar

Annularia noronhai foi encontrada no meio da cidade de Gondomar. Tem 300 milhões de anos, é um parente muito afastado da cavalinha e diz muito sobre o clima da época. Uma nova espécie de planta já …